Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/19195
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015_MariaPaulaCarneirodeOliveira.pdf2,73 MBAdobe PDFView/Open
Title: Construção in vitro de bibliotecas de cadeias leves humanas para seleção de novos anticorpos anti-CD3
Authors: Oliveira, Maria Paula Carneiro de
Orientador(es):: Brígido, Marcelo de Macedo
Assunto:: Anticorpos
Sistema imunológico
Anticorpos monoclonais
Issue Date: 20-Jan-2016
Citation: OLIVEIRA, Maria Paula Carneiro de. Construção in vitro de bibliotecas de cadeias leves humanas para seleção de novos anticorpos anti-CD3. 2015. xvi, 87 f., il. Dissertação (Mestrado em Patologia Molecular)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.
Abstract: Nos últimos 20 anos, a utilização de anticorpos monoclonais para fins terapêuticos tem sido um grande aliado para o tratamento de diversas enfermidades. Anticorpos anti-CD3 são utilizados na prevenção de órgãos transplantados e apresenta potencial para tratar enfermidades autoimunes. Entretanto, a utilização desses anticorpos, apesar de eficientes geram uma resposta imunogênica, pois a maioria deles possui origem murina, quando administrado impossibilitando o uso frequente, como o OKT3. A humanização de anticorpos, que é realizada por meio de manipulações genicas, tem sido uma solução pratica para esse problema, atenuando a resposta imunogênica desencadeada pelo uso de anticorpos murinos. A partir de uma biblioteca de anticorpos humanos construída a partir da técnica de Phage Display é possível a construção de novos anticorpos humanos com maior eficiência de ligação resultando menos efeitos adversos, auxiliando na clínica dessas doenças e melhorando a qualidade de vida dos pacientes. No presente estudo, a partir de uma construção sintética scFvRVL_gen3 contendo VH e VL humanizado e a sequência genica codificadora da proteína 3 (gene 3) foi possível construir um plasmídeo utilizando o vetor pCIgRM (plasmídeo anti- CD3 contendo VH e VL murino), resultando em 4 clones positivos para a construção pCIgRVL_G3. Para a amplificação dos genes VL da biblioteca de anticorpos humanos no vetor pCOMB 3X após o teste de 23 sistemas de reações distintas de PCR, foi estabelecido a otimização assim como as condições para que o mesmo acontecesse. O produto então foi clonado no vetor pGEM®T para o estudo da eficiência da reação de amplificação e diversidade da biblioteca. Os dados obtidos nesse estudo são ferramentas uteis para a clonagem das várias sequencias de VL amplificadas no vetor pCIgRVL_G3 substituindo o VL sintético pela biblioteca de VL humanos, e assim possibilitando passo à frente para a construção de um anticorpo monoclonal humano anti-CD3. T
Abstract: Over the past 20 years, the use of monoclonal antibodies for therapeutic purposes has been a great ally for the treatment of various diseases. Anti-CD3 antibodies are used in the prevention of transplant organs and have the potential to treat autoimmune diseases. However, the use of these antibodies, although efficient generate an immune response because most of them have murine origin, when administered preventing the frequent use, such as OKT3. The humanization of antibodies, which is performed by means of gene manipulation, it has been a practical solution to this problem, reducing the immunogenic response elicited by the use of murine antibodies. From a human antibody library constructed from a phage display technique it is possible to build new human antibodies with the highest binding efficiency resulting in less adverse effects in helping these clinical diseases and improving the quality of life of patients. In this study, from a synthetic construct scFvRVL_gen3 containing humanized VH and VL gene and the coding sequence of the protein 3 (gene 3) was constructed using a plasmid vector pCIgRM (plasmid containing anti-CD3 murine VH and VL), resulting 4 positive clones for pCIgRVL_G3 construction. For amplification of VL of the human antibody gene library in vector pComb 3X after the 23 different test systems PCR reactions, thereby optimizing the conditions has been established for it to happen. The product was then cloned into the vector pGEM®T to study the efficiency of the amplification reaction and library diversity. The data obtained in this study are useful tools for cloning of various sequences of the amplified VL pCIgRVL_G3 VL vector by replacing the synthetic human VL library, thus allowing step forward for the construction of a human monoclonal anti-CD3 antibody.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Medicina, Programa de Pós-Graduação em Patologia Molecular, 2015.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
DOI: http://dx.doi.org/10.26512/2015.5.D.19195
Appears in Collections:FMD - Mestrado em Patologia Molecular (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/19195/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.