Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/19040
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_EvolucaoTecnologicaSeriaLamarckista.pdf803,14 kBAdobe PDFView/Open
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorToscano, Marcos-
dc.contributor.authorAbrantes, Paulo Cesar Coelho-
dc.date.accessioned2015-12-28T13:52:46Z-
dc.date.available2015-12-28T13:52:46Z-
dc.date.issued2011-07-
dc.identifier.citationTOSCANO, Marcos; ABRANTES, Paulo. A evolução tecnológica seria lamarckista? Cadernos de História e Filosofia da Ciência, Campinas, série 3, v. 21, n. 2, p. 429-470, jul./dez. 2011. Disponível em: <http://www.cle.unicamp.br/cadernos/pdf/7%20- %20Marcos%20e%20Paulo%20100415.pdf>. Acesso em: 28 dez. 2015.en
dc.identifier.urihttp://repositorio.unb.br/handle/10482/19040-
dc.description.abstractEste artigo discute a viabilidade de um modelo análogico para o estudo da dinâmica tecnológica, que usa a evolução biológica como fonte. Trata brevemente do papel dos modelos na investigação científica e apresenta diferentes tentativas de construção de um modelo para a evolução tecnológica. O cerne do trabalho é uma discussão acerca das desanalogias (dessemelhanças) que poderiam condenar ao fracasso a tentativa de estruturação do modelo, especialmente ao emprestar características lamarckistas à evolução tecnológica, o que o afastaria fortemente da evolução biológica.en
dc.language.isoPortuguêsen
dc.publisherCentro de Lógica, Epistemologia e História da Ciência - Unicampen
dc.rightsAcesso Abertoen
dc.titleA evolução tecnológica seria lamarckista?en
dc.typeArtigoen
dc.subject.keywordEvolução tecnológicaen
dc.subject.keywordDarwinismoen
dc.subject.keywordLamarckismoen
dc.subject.keywordCulturaen
dc.subject.keywordEvolução (Biologia)-
dc.rights.licenseAutorização concedida ao autor pela editora para reprodução, em sua página web, dos artigos de sua autoria publicados nos Cadernos de História e Filosofia da Ciência.en
dc.description.abstract1This paper discusses the viability of an analogical model for the study of technological dynamics, that uses biological evolution as a source. It begins with a short review of the roles played by models in scientific research and presents different attempts to come up with a model for technological evolution. The core of the work is an analysis of the disanalogies (dissimilarities) that could condemn the model, especially by ascribing Lamarckian characteristics to technological evolution, what would make this process too distinct from biological evolution.-
Appears in Collections:FIL - Artigos publicados em periódicos

Show simple item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/19040/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.