Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/18289
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2014_AndreadeFariaBarrosAndrade.pdf5,16 MBAdobe PDFView/Open
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorKipnis, Bernardo-
dc.contributor.authorAndrade, Andréa de Faria Barros-
dc.date.accessioned2015-05-27T14:35:45Z-
dc.date.available2015-05-27T14:35:45Z-
dc.date.issued2015-05-27-
dc.date.submitted2014-12-22-
dc.identifier.citationANDRADE, Andréa de Faria Barros. Os institutos federais de educação, ciência e tecnologia: uma análise de sua institucionalidade. 2014. 209 f., il. Tese (Doutorado em Educação)—Universidade de Brasília, Brasília, 2014.en
dc.identifier.urihttp://repositorio.unb.br/handle/10482/18289-
dc.descriptionTese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2014.en
dc.description.abstractOs Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia configuram-se como de importância substantiva no atual cenário da educação brasileira, com potencial, inclusive, de demarcar, como inovação exitosa, seu modelo de institucionalidade e, a partir da educação profissional e tecnológica, influenciar positivamente o desenvolvimento socioeconômico das regiões onde atuam. Se os Institutos Federais podem ser considerados como uma política inovadora, de que forma a proposição de um modelo teórico pode refletir essa inovação e permitir seu teste empírico e consequente avaliação futura? Esta tese oferece um referencial conceitual, analítico e metodológico sobre a nova institucionalidade da rede federal, contribuindo para o avanço do conhecimento na área via teste de hipóteses, proposição de tipologia de rede política, atlas da oferta, taxonomia dos Institutos Federais e ainda seu modelo teórico o que propiciará subsídios a estudos futuros de avaliação. Dentre as principais hipóteses testadas, destacam-se o fato de que apesar do aumento da titulação dos professores incidir positivamente no aumento da oferta da educação superior, não se confirma que esta ampliação incida negativamente na oferta de cursos técnicos. Adicionalmente, não foi corroborada a hipótese de que o contexto produtivo local, tampouco a especialização do instituto exerce impacto positivo na produção científica. Ademais, esta tese confirmou a hipótese de que o contexto produtivo e a qualidade da infraestrutura laboratorial incidem positivamente na empregabilidade de seus alunos egressos. Por fim, espera-se que a pesquisa contribua para uma melhor compreensão da Rede dos Institutos Federais e seu papel enquanto instrumento de política pública.en
dc.language.isoPortuguêsen
dc.rightsAcesso Abertoen
dc.titleOs institutos federais de educação, ciência e tecnologia : uma análise de sua institucionalidadeen
dc.typeTeseen
dc.subject.keywordEscolas técnicasen
dc.subject.keywordEnsino profissionalen
dc.subject.keywordPolítica públicaen
dc.subject.keywordEducação e Estadoen
dc.rights.licenseA concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.en
dc.identifier.doihttp://dx.doi.org/10.26512/2014.12.T.18289-
dc.description.abstract1The Federal Education, Science and Technology Institutes appear as substantive importance in the current scenario of brazilian education, as a successful innovation, in its institutional model, and from the vocational and technological education, positively influence the socio-economic development of the regions where are located. If the Federal Institutes can be considered as an innovative policy, how can theoretical model reflect that innovation and make possible its empirical testing and subsequent further evaluation? This thesis offers a conceptual, analytical and methodological framework on the new institutional arrangements of the federal system, contributing to the advance of knowledge in the area via hypothesis testing, policy network typology proposition, educational atlas, taxonomy of federal institutes and also its theoretical model which provides grants to future evaluation studies. Among the main hypotheses tested, we highlight the fact that despite the upward on academic titration teachers have a positive impact in increasing higher education programs and courses, is not confirmed that this expansion focuses negatively on offering technical degrees. In addition, the hypothesis that the local productive context, nor the institute's specialization has a positive impact on scientific production has not been corroborated. Moreover, this thesis confirmed the hypothesis that the productive context and the quality of laboratory facilities have a positive impact on employability of its students. Finally, it is hoped that this thesis contributes to a better understanding the Federal Institutes system and its role as a public policy instrument.-
Appears in Collections:FE - Doutorado em Educação (Teses)

Show simple item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/18289/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.