Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/18103
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015_GervasioBarbosaSoaresNeto.pdf15,89 MBAdobe PDFView/Open
Title: Método de classificação semiautomático das unidades básicas de relevo em regiões tropicais
Other Titles: Semi-automatic method of landform main units classification in tropical regions
Authors: Soares Neto, Gervásio Barbosa
Orientador(es):: Martins, Éder de Souza
Assunto:: Cartografia
Mapeamento digital
Relevo
Geomorfologia
Issue Date: 7-May-2015
Citation: SOARES NETO, Gervásio Barbosa. Método de classificação semiautomático das unidades básicas de relevo em regiões tropicais. 2015. 103 f., il. Tese (Doutorado em Geociências Aplicadas)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.
Abstract: O mapa é uma das formas mais antigas de expressão cultural, acompanhando o processo evolutivo do ser humano. Ultimamente, os mapas digitais de representação da superfície terrestre tomaram o lugar dos formatos físicos. A representação digital do relevo permite o desenvolvimento de modelos de classificação a partir de dados morfométricos. Neste contexto, o objetivo geral dessa Tese é o desenvolvimento de um método de mapeamento de unidades básicas de relevo (UBR) a partir de métricas hipsométricas e clinográficas. A metodologia desenvolvida baseia-se na integração booleana de classes de amplitude altimétrica e de declividade de um modelo digital de elevação. A escolha desses dois parâmetros morfométricos relaciona-se com a primeira percepção da superfície terrestre, que define padrões altimétricos e de inclinação da paisagem. Os intervalos hipsométricos e de declividade são definidos a partir das curvas que relacionam as amplitudes altimétricas e as variações de declividade com a frequência em área de ocorrência dessas variáveis. Os pontos de inflexão e de máxima hipsométricas (Hif e Hmax) e inflexão clinográfica (Cif e Cmax) destas curvas determinam os limites dos intervalos. Os resultados obtidos mostram que as bacias testadas em diferentes regiões do Brasil com diferentes padrões de relevo apresentam UBR que se relacionam com características estruturais da paisagem. A escala do mapa de UBR depende da ordem da bacia e da resolução do dado de entrada. Os estudos mostraram que a escala de 1:100.000 foi obtida com o nível 5 de ottobacia para os dados SRTM- 90. O estudo de caso mostrou a coerência das UBR na bacia do São Bartolomeu, no Planalto Central, com o mapa geomorfológico da Empresa Brasileira de Agropecuária (Embrapa) disponível nessa escala. O nível 4 de ottobacia testado para a Depressão Periférica e o Mar de Morros do estado de São Paulo, além da Planície do Pantanal Matogrossense, mostraram coerência com os mapas geomorfológicos na escala 1:500.000 do Programa Geodiversidade do Serviço Geológico do Brasil (CPRM). O método proposto de delimitação das UBR, além de simples e replicável, aumenta a capacidade de realizar mapeamentos em larga escala e de forma mais rápida. A obtenção do mapa de UBR para a bacia do São Bartolomeu necessitou apenas duas horas de trabalho, enquanto que o método da interpretação da composição colorida do relevo utilizado no mapa da Embrapa obrigou um trabalho de centenas de horas do analista, sempre com a desvantagem da subjetividade. Dessa forma, o método proposto tem o potencial de ser utilizado amplamente em regiões tropicais como uma das etapas de mapeamentos geomorfológicos sistemáticos.
Abstract: The map is one of the oldest forms of cultural expression, following the human evolutionary process. Recently, digital map representation of the earth's surface have replaced the physical formats. The landform digital representation allows the development of classification models from morphometric data. In this context, the general objective of this thesis is the development of a mapping method of landform main units (LMU) from hypsometric and clinographic metrics. The methodology is based on Boolean integration altimetry and slope range classes of a digital elevation model. The choice of these two morphometric parameters is related to our first perception of the earth's surface defining altimetry patterns and landscape slope. The hypsometric and slope intervals are defined from the curves that relate the altimetric amplitude and slope variations with the frequency area of these variables occurrence. The turning points and maximum hypsometric (Hif and Hmax) and clinographic inflection (Cif and Cmax) of these curves determine the limits of the range classes. The results show that the basins tested in different regions of Brazil with different relief patterns have LMU that relate to structural features of the landscape. The scale of LMU map depends on the basin order and the resolution of the input data. Studies have shown that the scale of 1:100,000 was obtained with 5 level ottobasin for SRTM-90 data. The case study showed the consistency of LMU in the São Bartolomeu basin in the Central Plateau, with the geomorphological map of Brazilian Agricultural Research Corporation (Embrapa) available on this scale. The 4 level ottobasin tested for Peripheral Depression, the Sea Hills of São Paulo and the Mato Grosso Pantanal Plain, were consistent with the geomorphological maps at 1:500,000 from the Geodiversity Program of Brazilian Geological Survey (CPRM). The proposed method of LMU delimitation as well as simple and replicable increases the ability to perform faster and large-scale geomorphological mapping. The LMU map of the São Bartolomeu basin needed only two hours work, while the method of color composite landform interpretation used in the map of Embrapa required hundreds hours work, always with of the subjectivity disadvantage. Thus, the proposed method has the potential to be used widely in tropical regions as one-step of systematic geomorphological mappings.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Geociências, Pós-Graduação em Geociências Aplicadas, 2015.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
DOI: http://dx.doi.org/10.26512/2015.03.T.18103
Appears in Collections:IG - Doutorado em Geociências Aplicadas (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/18103/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.