Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/18054
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015_DanielBarbieriFreitas.pdf1,02 MBAdobe PDFView/Open
Title: Modelo de probabilidade da elaboração : efeitos persuasivos na moralidade
Authors: Freitas, Daniel Barbieri
Orientador(es):: Pilati, Ronaldo
Assunto:: Modelo de probabilidade da elaboração
Persuasão (Psicologia)
Issue Date: 30-Apr-2015
Citation: FREITAS, Daniel Barbieri. Modelo de probabilidade da elaboração: efeitos persuasivos na moralidade. 2015. 61 f., il. Dissertação (Mestrado em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.
Abstract: A persuasão tem sido um fenômeno extensivamente investigado pela psicologia social, no entanto, algumas lacunas com relação à natureza do objeto encontram-se abertas. Processos persuasivos relacionados à moralidade podem diferir daquelas relacionados a outros objetos atitudinais. O objetivo desta pesquisa foi testar se diferentes rotas persuasivas interfeririam na atitude moral e na tomada de decisão moral. Foram desenvolvidos quatro experimentos. Os experimentos 1 e 2 foram realizados para se testar a viabilidade de estratégias experimentais para a replicação dos processos preconizados pelo Modelo de Probabilidade da Elaboração (ELM). Os resultados sugeriram uma manipulação de sobrecarga cognitiva como forma de operacionalização das rotas persuasivas preconizadas pelo ELM. Este procedimento de manipulação de rotas foi, então, implementado nos experimentos 3 e 4 de forma a se testar o efeito produzido na mudança de atitude moral e no julgamento moral. A sobrecarga cognitiva foi contingentemente realizada durante a apresentação de mensagens persuasivas sobre o tema moral apresentado, assim como durante o julgamento de um cenário moral. Os resultados dos experimentos 3 e 4 sugerem que a atitude que as pessoas têm ao julgar um cenário moral depende diretamente da atitude prévia em relação ao objeto. Os processos persuasivos foram ineficazes em provocar mudança de atitude. Já a sobrecarga cognitiva interferiu no processo de julgamento moral, pois indivíduos submetidos a sobrecarga alta tenderam a endossar significativamente mais cenários deontológicos se comparado a cenários utilitaristas. As conclusões apontam que pode existir especificidade relativa ao objeto atitudinal moral no concernente ao processo persuasivo.
Abstract: Persuasion has been an extensively investigated phenomenon by social psychology; however, some gaps regarding the nature of the object are open. Persuasive processes related to morality may differ from those related to other attitudinal objects. The objective of this research was to test whether different persuasive routes interfere in moral attitudes and moral decision-making. Four experiments were developed. Experiments 1 and 2 were conducted to test the feasibility of experimental strategies for the replication of the processes put forward by the Elaboration Lilkelihood Model (ELM). The results suggested a manipulation of cognitive overload as a way of operationalizing the persuasive routes put forward by the ELM. This route-handling procedure was then implemented in the experiments 3 and 4 in order to test the effect produced on moral attitude and moral judgment changes. Cognitive overload was done contingently with the presentation of persuasive messages about the moral issue presented, as well as during the trial of a moral scenario. The results of experiments 3 and 4 suggest that the attitude that people have upon judging a moral scenario depends directly on the previous attitude towards the object. The persuasive processes were ineffective in causing attitude change. The cognitive overload interfered in moral judgment processes: participants undergoing high overhead tended to endorse significantly more deontological scenarios compared to the utilitarian scenarios. The findings indicate that there may be relative specificity on the moral attitudinal object in concerning the persuasive process.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações, 2015.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
DOI: http://dx.doi.org/10.26512/2015.03.D.18054
Appears in Collections:PSTO - Mestrado em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/18054/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.