Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/18042
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2014_LizaMariaSouzadeAndrade.pdf23,88 MBAdobe PDFView/Open
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorBlumenschein, Raquel Naves-
dc.contributor.authorAndrade, Liza Maria Souza de-
dc.date.accessioned2015-04-29T18:54:16Z-
dc.date.available2015-04-29T18:54:16Z-
dc.date.issued2015-04-29-
dc.date.submitted2014-06-06-
dc.identifier.citationANDRADE, Liza Maria Souza de. Conexão dos padrões espaciais dos ecossistemas urbanos: a construção de um método com enfoque transdisciplinar para o processo de desenho urbano sensível à água no nível da comunidade e da paisagem. 2014. 544 f., il. Tese (Doutorado em Arquitetura e Urbanismo)—Universidade de Brasília, Brasília, 2014.en
dc.identifier.urihttp://repositorio.unb.br/handle/10482/18042-
dc.descriptionTese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, 2014.en
dc.description.abstractNo Brasil, as contribuições da ciência ecológica e o pensamento sistêmico transdisciplinar ainda não são incorporados nos estudos urbanos, dentro das ciências sociais aplicadas, havendo, portanto, um distanciamento entre o Planejamento urbano, Desenho urbano e Ecologia. Os planos diretores não se apropriam da riqueza encontrada nos padrões de organização da micro escala do desenho urbano no contexto da bacia hidrográfica. Paradoxalmente, a “heterogeneidade espacial” do mosaico urbano vem se tornando um aspecto importante para avaliar a funcionalidade ecológica, os fluxos de água e o contexto social. Pesquisadores do “Cary Institute of Ecosystems Study” dos EUA analisam a cidade como “ecossistema urbano”, que abrange todos os processos que sustentam os recursos naturais e humanos, integrando os componentes biológicos, físicos, sociais e do ambiente construído. No entanto, os ecossistemas devem ser analisados dentro do espectro hierárquico, considerando sua hierarquia tríplice: o subsistema da comunidade e o suprassistema da paisagem (ODUM e BARRET, 2006). Esta pesquisa pretende demonstrar a potencialidade dos padrões espaciais dos ecossistemas urbanos para conexões dos estudos transdisciplinares, o que serviria de base para melhorar o desempenho dos fluxos de água na cidade. Como método de pesquisa, para alcançar as hipóteses levantadas, o percurso utilizado partiu das questõesproblema passando pela investigação científica. Assim, foi feita uma análise sobre a evolução epistemológica da ciência, com foco na ciência ecológica (ecologia urbana e a ecologia da paisagem), e na ciência urbana (planejamento e desenho urbano). Posteriormente, sob a ótica do urbanismo ecológico, foi feita uma sistematização da evolução dos padrões espaciais dos modelos de cidades (no formato: padrão problema/contexto – recomendação – ilustração), baseada em Alexander et al. (1977). Porém, identificouse uma dualidade existente: ora os padrões são voltados para o modelo de “cidades verdes”, focados na arquitetura da paisagem com interface da ecologia da paisagem e da ecologia “na” cidade que vão ao encontro da sustentabilidade ambiental; ora são fundamentados nas propriedades emergentes, na totalidade dos sistemas, da arquitetura mais humana e social (sociológica), afinados com a nova ecologia “da cidade”, direcionando para o modelo de “cidades mais compactas”, preceitos da sustentabilidade espacial. Considerando a dualidade existente, mas buscando uma unidade, aplicouse o princípio dialógico da transdisciplinaridade, por meio do estudo aprofundado, em manuais técnicos, sobre o ciclo da água no meio urbano e sobre o desenho urbano sensível à água, resultando em 38 padrões espaciais para promover os fluxos de água na cidade. Por fim, chegouse a procedimentos metodológicos, que englobam tanto os padrões globais do planejamento territorial, no âmbito do suprasistema da paisagem da bacia hidrográfica, com a análise da sustentabilidade ambiental e espacial, e da hetorogeneidade espacial; como os padrões locais, no âmbito do desenho urbano, do subsistema da comunidade, tendo como parâmetro, a resiliência, as expectativas sociais em relação à morfologia urbana e os fluxos de água. Este método foi aplicado na região do Setor Habitacional Taquari, situada na Bacia do Lago Paranoá. Esperase que esses procedimentos sejam úteis ao processo de planejamento e de projetos e nas tomadas de decisão dos comitês de bacias hidrográficas. _________________________________________________________________________________ ABSTRACTen
dc.description.abstractIn Brazil, urban studies, which falls into the category of applied social sciences, has not yet integrated the contributions of ecology and transdisciplinary systemic thought. Therefore, there is a gap between urban planning, urban design and ecology. Master plans do not appropriate the wealth found in the urban design microscale organization patterns in the context of the watershed. Paradoxically, the urban mosaic’s "spatial heterogeneity" is becoming an important aspect to consider in assessing ecological functionality, water flows and the social context. Researchers from the "Cary Institute of Ecosystems Study", in the US, analyze the city as an "urban ecosystem" that encompass all the processes that sustain the natural and human resources, integrating biological, physical, social and built environment components. However, ecosystems should be analyzed within the hierarchical spectrum, considering its triple hierarchy: the subsystem of the community and the landscape suprasystem (Odum and Barret, 2006). This research aims to demonstrate the potential of the urban ecosystems spatial patterns to transdisciplinary studies connections, which should serve as support to improve the performance of water flows in the city. As a research method, in order to reach the hypotheses, the path chosen begins with problemquestions and builds towards scientific research. Thus, an analysis was conducted on the epistemological evolution of science, focusing on ecological science (urban ecology and landscape ecology), and urban science (planning and urban design). Subsequently, within the perspective of ecological urbanism, a systematic evolution of the spatial patterns of cities models was developed (in the format: pattern problem / context recommendation illustration), based on Alexander et al (1977). However, an existing duality was identified: sometimes the patterns work towards the model of the "green city", focusing on landscape architecture within a landscape ecology interface "in" the city that is in harmony with environmental sustainability. Other times they are based on emergent properties, on the totality of systems, the more human and social (or sociological) architecture attuned to the new "city" ecology, working towards a model of a "more compact city" a principle of spatial sustainability. Seeking unit from this duality, we applied the dialogic principle of transdisciplinarity, through intense study of technical manuals on water cycle in urban areas and on water sensitive urban design. This process resulted in 38 spatial patterns that promote city water flows. Finally, we reached the methodological procedures that encompass both the global patterns of spatial planning, within the suprasystem landscape of the watershed with the analysis of spatial and environmental sustainability and spatial heterogeneity, as well as local patterns, within the urban design of the community subsystem, with parameters of resilience, social expectations in urban morphology and water flows. This method was applied in the region of the Taquari Housing Sector, located in the Paranoá Watershed. It is expected that such procedures will be useful in the planning process, in new projects as well as contribute to decisionmaking in Watershed Committees.en
dc.language.isoPortuguêsen
dc.rightsAcesso Abertoen
dc.titleConexão dos padrões espaciais dos ecossistemas urbanos : a construção de um método com enfoque transdisciplinar para o processo de desenho urbano sensível à água no nível da comunidade e da paisagemen
dc.typeTeseen
dc.subject.keywordEcologia urbanaen
dc.subject.keywordPlanejamento urbanoen
dc.subject.keywordArquitetura sustentávelen
dc.rights.licenseA concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.en
Appears in Collections:FAU - Doutorado em Arquitetura e Urbanismo (Teses)

Show simple item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/18042/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.