Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/17656
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2014_ArthurEstivaletSvidzinski.pdf3,54 MBAdobe PDFView/Open
Title: Estudo de perfis genéticos obtidos a partir de amostras de DNA produzidas por contato
Authors: Svidzinski, Arthur Estivalet
Orientador(es):: Oliveira, Silviene Fabiana de
Assunto:: Ciências forenses
DNA do toque (Touch DNA)
Material biológico deixado por contato – pós reveladores
Genética forense
Issue Date: 11-Feb-2015
Citation: SVIDZINSKI, Arthur Estivalet. Estudo de perfis genéticos obtidos a partir de amostras de DNA produzidas por contato. 2014. 74 f., il. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde)—Universidade de Brasília, Brasília, 2014.
Abstract: Genotipagem obtidas da analise da sequencia de DNA pelas mais diversas metodologias, os perfis de DNA, tem sido utilizadas frequentemente como ferramentas de investigação criminal e produção de provas periciais. Esses perfis tem sido cada vez mais solicitados as pericias, mesmo em situações onde a quantidade de DNA presentes nas amostras é muito pequena. Este é o caso de amostras produzidas por contato, o touch DNA, onde objetos manipulados ou que entraram em contato com a pele humana apresentam pequenas quantidades de células depositadas em sua superfície, que podem ser alvos de pesquisa de material genético. Neste tipo de amostra, uma grande dificuldade é identificar as melhores regiões para coleta, uma vez que o material depositado por contato não é visualmente destacado. A pesquisa de impressões digitais utiliza pós reveladores com a finalidade de revelar impressões digitais latentes, ou seja, possibilitam identificar as áreas de um objeto que entraram em contato com a pele humana. O objetivo deste trabalho foi avaliar a utilização de pós reveladores como ferramentas de triagem para coleta de material biológico deixado por contato com a finalidade de obtenção de perfis genéticos. Em primeiro lugar foi avaliada a quantidade de pó aderido a impressões deixadas por diferentes partes das mãos e a correlação entre a quantidade de pó aderido e a quantidade de DNA recuperado em uma amostra produzida por contato. A seguir foi avaliada a influência do pó revelador nos procedimentos laboratoriais envolvidos em uma análise de DNA. Para tanto, foi observado o efeito inibidor dos pós reveladores sobre a reação de PCR, a capacidade de diferentes métodos de extração em diminuir essa inibição e o resultado de um procedimento de purificação sobre o efeito inibitório. Finalmente, foi feita a pesquisa de DNA em cinco objetos relacionados a ocorrências criminais: arma de fogo, cartucho de munição, faca de cozinha, volante de veículo e alavanca de câmbio. Os resultados mostraram que a quantidade de pó aderido variou conforme a região da mão que produziu a impressão e que foi diretamente relacionada com a quantidade de DNA presente na amostra. O pó revelador apresentou um importante efeito inibidor sobre a reação de PCR. Os métodos de extração de DNA diminuem o efeito inibitório, porém este continua relevante. O procedimento de purificação não eliminou totalmente o efeito inibitório, porém o reduz a uma intensidade em que não comprometeu totalmente a obtenção de perfis genéticos. Nos cinco objetos testados foi possível coletar DNA em grande quantidade no volante de veículo e em quantidades razoáveis na arma de fogo, alavanca de câmbio e faca de cozinha. O cartucho de munição apresentou uma quantidade de DNA recuperada muito baixa, insuficiente para a produção de perfis genéticos de qualidade. Portanto, podemos concluir que pós reveladores podem ser utilizados como ferramentas para a eleição das regiões de coleta de material biológico produzido por contato. Mesmo considerando o seu efeito inibitório sobre a reação de PCR, amostras coletadas juntamente com pós reveladores são capazes de produzir perfis genéticos com qualidade suficiente para análise genética.
Abstract: DNA analysis has been used as a tool of criminal investigation and for producing forensic evidence. This kind of exam has been increasingly requested, even in situations where the amount of DNA present in the samples is very small. For example, samples of touch DNA, which consists of objects manipulated or touched by human skin that have small amounts of cells deposited on its surface, potential targets to DNA analysis. In this kind of sample, a great challenge is to identify the best locations for sample collection, since the biological material is not easy to identify. The fingerprint revelation technique uses fingerprint powders to reveal latent fingerprints allowing the identification surfaces touched by human skin. The aim of this study was to evaluate the possibility of using the fingerprint powders as screening tools for collecting biological material in touch DNA samples, obtaining good quality genetic profiles. The first step was to study the amount of powder adhered to the impressions produced by the different parts of the hands and the correlation between the amount of powder and the amount of DNA recovered. Next, the influence of fingerprint powder on laboratory procedures involved in DNA analysis was evaluated. The inhibitory effect of fingerprint powder in the PCR reaction was tested followed by the effect of different extraction methods on the inhibition. One DNA purification step was even included to improve the results. Finally, five different objects related to crimes: firearms, ammunition cartridge, kitchen knife, steering wheel and gear shift were proceeded to DNA analysis. The results showed that the amount of fingerprint powder recovered differed according the region of the hand which produced the fingerprint and the amount of adhered powder was directly related to the amount of DNA obtained. The fingerprint powder had a significant inhibitory effect on the PCR reaction. The methods of DNA extraction decreases the inhibitory effect, but it remains relevant. The purification procedure does not completely eliminate the inhibitory effect, but reduces an intensity that does not completely compromise the obtaining genetic profiles. In the five tested objects, it was possible to collect good amounts of DNA in the steering wheel, and in reasonable quantities in the firearms, gear shift and kitchen knife. The cartridge ammunition was the only object which was not possible to recover DNA in sufficient amount to produce quality genetic profiles. Therefore, we conclude that fingerprint powders can be used as tools for choosing the right regions to collect biological material in touch DNA samples. Even considering its inhibitory effect on the PCR reaction, samples collected along with fingerprint powders are able to produce genetic profiles with sufficient quality for genetic analysis.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciência da Saúde, 2014.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
DOI: http://dx.doi.org/10.26512/2014.10.D.17656
Appears in Collections:PPGCS - Mestrado em Ciências da Saúde (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/17656/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.