Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/17576
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2014_IngridLuizaNeto.pdf4,47 MBAdobe PDFView/Open
Title: Determinantes psicossociais do uso do transporte público : um estudo comparativo entre o Distrito Federal (Brasil) e a região de Hampton Roads-VA
Other Titles: Psychosocial determinants of public transportation use : a comparative study between the Federal District (Brazil) and the Hampton Roads-VA region (United States)
Authors: Luiza Neto, Ingrid
Orientador(es):: Günther, Hartmut
Coorientador(es):: Gonzales-Taio, Paster Willy
Assunto:: Automóveis - uso excessivo
Trânsito urbano - aspectos psicológicos
Transportes públicos
Transportes públicos - uso - variáveis psicossociais
Distrito Federal (Brasil) - transporte público - uso
Hampton Roads (EUA) - transporte público - uso
Issue Date: 10-Feb-2015
Citation: LUIZA NETO, Ingrid. Determinantes psicossociais do uso do transporte público : um estudo comparativo entre o Distrito Federal (Brasil) e a região de Hampton Roads-VA (Estados Unidos). 2014. 125 f., il. Tese (Doutorado em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações)—Universidade de Brasília, Brasília, 2014.
Abstract: Os impactos individuais, ambientais, econômicos e sociais decorrentes do uso excessivo do automóvel têm estimulado o desenvolvimento de medidas de redução do uso do carro e de incentivo à utilização de modos de transporte mais sustentáveis. A migração para o transporte público tem sido indicada como uma estratégia eficiente, uma vez que este modo de transporte, quando operado com qualidade, oferece uma série de vantagens ao usuário. Sabese, contudo, que variáveis ambientais, sociodemográficas e psicossociais podem influenciar o comportamento de utilizar o transporte público. Neste trabalho, é testado um modelo teórico integrado para investigar a influência das seguintes variáveis psicossociais no uso de transporte público: intenção, percepção de controle comportamental, atitude, norma pessoal, norma social, sentimento de culpa, consciência do problema e consciência das consequências. Para tanto, foi realizado um estudo comparativo entre duas amostras: uma no Distrito Federal - Brasil (n=312) e outra na região de Hampton Roads-VA - Estados Unidos (n=518). Os participantes responderam a um survey online, composto por uma escala com 31 itens e questões para levantamento de dados sociodemográficos. O instrumento foi submetido a procedimentos de validação semântica, análise fatorial confirmatória e teste de invariância das medidas, visando assegurar sua confiabilidade e adequação para mensurar os mesmos construtos nas duas culturas investigadas. Também foi testada a invariância da relação causal entre as variáveis dispostas no modelo, com o objetivo de identificar se os modelos estimados para as duas culturas eram equivalentes. Finalmente, foram comparadas as relações causais encontradas nos modelos do Distrito Federal e de Hampton Roads-VA. Os resultados sugeriram que houve equivalência entre as duas amostras, tanto no que se refere às medidas utilizadas, quanto no que tange às relações causais estabelecidas entre as variáveis do modelo. Os índices estimados para verificar o ajuste dos dados ao modelo teórico foram satisfatórios nas duas amostras. Comparando-se os modelos, foram encontradas mais semelhanças do que diferenças, o que pode ser decorrente tanto da universalidade do modelo testado, quanto das semelhanças contextuais entre as duas regiões investigadas. A intenção foi forte preditora do comportamento, sendo influenciada principalmente pela percepção de controle comportamental. Esse resultado revela que quanto mais as pessoas perceberem que o uso do transporte público é um comportamento fácil de ser realizado, maior será sua intenção de usar esse modo de transporte. Crenças normativas e de controle foram mais relevantes na predição da intenção do que uma orientação pró-ambiental. Foram encontradas diferenças em relação ao papel da atitude e da norma pessoal na intenção, bem como da influência da atitude e do sentimento de culpa na percepção de controle comportamental. Conclui-se sugerindo o desenvolvimento de ações de intervenção que visem aumentar a percepção de controle do usuário, de maneira que o transporte público seja percebido como um modo de transporte passível de ser utilizado. Estima-se que a provisão de informação e o estímulo ao uso, aliados à melhoria da qualidade dos serviços prestados, sejam estratégias potencialmente eficazes para se aumentar a percepção de controle e, consequentemente, a intenção e o uso do transporte público.
Abstract: The excessive use of cars is responsible for individual, environmental, economic and social problems. As a consequence, the development of measures to reduce car use and encourage the use of sustainable modes of transport is needed. One strategy considered efficient is the change to public transport, as this transportation mode offers several advantages, especially when operated with quality. The use of public transportation, however, is influenced by environmental, socio-demographic and psychosocial variables. In this investigation, we test an integrated model to verify how the following psychosocial variables influence the use of public transport: intention, perceived behavioral control, attitude, personal norm, social norm, guilt, problem awareness and awareness of consequences. We performed a comparative study between two samples: one in the Federal District - Brazil (n = 312) and another in the region of Hampton Roads-VA - United States (n = 518). Participants responded to an online survey consisting of 31 item scale and socio demographic questions. The instrument was submitted to semantic validation procedures, confirmatory factor analysis and measurement invariance tests, to ensure its reliability and suitability to measure the same constructs in both samples surveyed. The invariance of the causal relationship between the variables arranged in the model was also tested, to identify whether the estimated models were equivalent for both samples. Finally, we compared the causal relationships found in both models. The results indicated equivalence between the two samples, regarding both the measures and the causal relations between the variables of the model. The estimates of the model fit indices were satisfactory in both samples. Comparing the models, more similarities than differences were found, which may be attributed to both the universality of the tested theoretical model, as well as the contextual similarities between the two regions investigated. The intention was a strong predictor of behavior, being mainly influenced by the perception of behavioral control. This result reveals that the more people realize that using public transportation is an easy behavior to be undetaken, the greater their intention to use this mode of transport. Normative and control beliefs were more relevant in predicting the intention then pro-environmental orientation. Differences were found regarding the role of attitude and personal norms for expressing intentions as well as the influence of attitude and feelings of guilt for the perception of behavioral control. We suggest interventions for bring about an increase perceived control, so that public transportation can be seen as an easy transportation option. It is estimated that perceived control, intention and public transportation use could be increased by providing information, encouraging the use, and improving the service quality.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações, Laboratório de Psicologia Ambiental, 2014.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
DOI: http://dx.doi.org/10.26512/2014.11.T.17576
Appears in Collections:PSTO - Doutorado em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/17576/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.