Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/17409
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2014_BrenoSimoniniTeixeira.pdf2,1 MBAdobe PDFView/Open
Title: A economia neoclássica e a inserção da bioeletricidade do bagaço de cana na matriz elétrica brasileira
Authors: Teixeira, Breno Simonini
Orientador(es):: Conceição, Pedro Henrique Zuchi da
Assunto:: Bioeletricidade
Matriz elétrica
Gases - efeito estufa
Issue Date: 18-Dec-2014
Citation: TEIXEIRA, Breno Simonini. A economia neoclássica e a inserção da bioeletricidade do bagaço de cana na matriz elétrica brasileira. 2014. xi, 67 f., il. Dissertação (Mestrado em Gestão Econômica do Meio Ambiente)—Universidade de Brasília, Brasília, 2014.
Abstract: Esta dissertação aborda a incorporação da energia elétrica resultante do processo de cogeração que utiliza o bagaço de cana como combustível. Este processo, desenvolvido ao longo da década de 1980 e aperfeiçoado nas décadas seguintes, permitiu que a bioeletricidade oriunda da queima do bagaço consistisse em uma das principais fontes renováveis de eletricidade em um contexto de crescente restrição da capacidade de regularização dos reservatórios de hidrelétricas e de concomitante aumento da dependência em fontes térmicas. Entretanto, verifica-se que considerável parcela desta bioenergia não é incorporada ao Sistema Interligado Nacional por dois motivos de naturezas distintas, um de cunho tecnológico, representado pela baixa eficiência operacional do parque de usinas sucroalcooleiras, e outro de natureza normativa, dada a reduzida capacidade de os leilões de energia incorporarem a bioeletricidade do bagaço no Sistema Elétrico Brasileiro. Os resultados da integração destes aspectos tecnológicos e normativos permitem concluir que é possível tanto incrementar a oferta destabioeletricidade por meio da elevação da eficiência de geração, quanto majorar sua contribuição à oferta de energia elétrica por meio de alterações nos referidos leilões. Em vista da necessidade do atendimento da demanda de eletricidade, o incremento da geraçãode eletricidade a partir da cogeração a bagaço de cana ocuparia lugar que vem sendo reservado a fontes de energia mais onerosas do ponto de vista ambiental, em termos de emissão de gases de efeito estufa (GEE). Ademais, o Mecanismo de Desenvolvimento Limpo da Convenção do Clima (UNFCCC) certifica reduções de emissões de GEE na medida em que reconhece a contribuição da geração de energia oriunda da cogeração a bagaço de cana para a mitigação das mudanças do clima, o que elevou o custo de oportunidade da subutilização desta biomassa na geração elétrica. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT
This work accesses the insertion of sugarcane bio-electricity into the Brazilian power grid. This mechanism of power generation dates back to the 1980’s and has had its technology enhanced along the following decades, having allowed this source of electricity become one of the main sources of renewable in a context of growing restrictions suffered by hydropower plants reservoirs and concomitant dependency increase on thermal power. A significant share of the potential bioenergy from sugar cane is not incorporated to the National Integrated System (SIN), either because of operational or institutional reasons, the first due to low efficiency operating plants and the latter resulting from reduced capacity of the energy auctions to incorporate this bioelectricity to the grid. The results of the integration of these aspects have led to the conclusion that it is possible to increase both the supply of this bio-energy - through the improvement of equipment - and its share of electric supply -through some changes in the energy auctions. The increase of this renewable energy would replace power generation from fossil fuel sources, which incur in a heavier burden to the society as a whole in terms of economic and environmental costs, the latter based on greenhouse gases emissions. Moreover, the Clean Development Mechanism of the United Nations Framework Convention on Climate Change (UNFCCC) issues carbon credits in order to certify this bio-electricity’s contribution to the mitigation of climate change, which has increased the cost of opportunity of the underutilization of this biomass for power generation.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Economia, 2014.
Appears in Collections:ECO - Mestrado em Gestão Econômica do Meio Ambiente (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/17409/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.