Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/17338
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2014_LizdaCostaSandoval.pdf16,11 MBAdobe PDFView/Open
Title: Brasília, cinema e modernidade : percorrendo a cidade modernista
Authors: Sandoval, Liz da Costa
Orientador(es):: Cruz, Luciana Sabóia Fonseca
Assunto:: Urbanização - Brasília (DF)
Representação cinematográfica - Brasília (DF)
Cinema
Brasília (DF) - arquitetura moderna
Issue Date: 12-Dec-2014
Citation: SANDOVAL, Liz da Costa. Brasília, cinema e modernidade: percorrendo a cidade modernista. 2014. 141 f., il. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo)—Universidade de Brasília, Brasília, 2014.
Abstract: Brasília, inaugurada em 1960, expressa o ideário modernista da Carta de Atenas pela setorização de sua concepção urbanística e a liberação do solo urbano para a livre circulação de veículos e pedestres. Brasília representou o anseio de modernidade do país, atraindo migrantes de todas as regiões, tornando-se polo de desenvolvimento no interior do Brasil. Os princípios da concepção urbana da capital que confere fluxos e movimentos peculiares à cidade não ficaram alheios às lentes cinematográficas. É recorrente nos filmes brasilienses a utilização de cenas do movimento dos percursos de automóvel pela cidade. Numa perspectiva do carro em movimento, Brasília parece incorporar a velocidade do automóvel em sua vivência, e a leitura da sua paisagem que se dá em velocidade cria forte identificação com a imagem em movimento do cinema. Documentada por cinegrafistas desde a sua construção, Brasília mostra sua transformação nos filmes, que testemunham o dilaceramento da narrativa programática modernista, que se multiplica em narrativas de caráter transitório que valorizam o indivíduo ou as vivências de pequenos grupos sociais. Estabelecendo uma narrativa a partir de alguns filmes de Brasília, que trazem a representação do espaço da cidade, seria possível perceber que o espaço apropriado, não como permanência, mas como experiência de fluidez, pode participar da construção de um imaginário coletivo referente aos percursos na cidade, produzindo formas de experiência do lugar? Ao confrontar o universo cinematográfico brasiliense e o circular, observa-se a cidade pelos caminhos que se percorrem cotidianamente e que fazem parte de uma construção através do tempo. O estudo percorre a modernidade, a cidade e o cinema, que irão embasar e complementar a análise das representações de Brasília.
Abstract: Brasilia, inaugurated in 1960, expresses the modernist ideals of the Charter of Athens in the compartmentalization of its urban design and the liberation of its urban ground for the free transit of vehicles and pedestrians. Brasília represented the yearning for modernity in the country, attracting migrants from all regions, and became a focal point of urban development in the interior of Brazil. The principles of urban design that give the capital its peculiar flows and movements did not go unnoticed to cinematographic lenses. Movies about Brasilia often portray the routes followed by cars in the city. From the perspective of the moving car, Brasilia seems to embody the speed of the car in our experience of the city, and the reading of the landscape that occurs at speed creates a strong identification with the motion picture film. Documented by filmmakers since its construction, Brasilia has shown its transformation in movies that witness the destruction of the modernist programmatic narrative, thus multiplied in narratives of transitional character which value the experiences of individual or small social groups. The narrative created by the movies about Brasilia that bring up the representation of the city’s space begs the question: would it be possible for us to acknowledge that space, appropriated not as permanence but as fluidity, and participate in the construction of a collective imagination that relates to routes within the city, creating different experiences of place? By putting together the cinematographic universe of Brasilia and circulation, we can see the city through the paths that are frequently trodden and are part of a creation in time. This study follows modernity, the city, and cinema, which will be the foundations for an analysis of the representations of Brasilia.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo, 2014
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
DOI: http://dx.doi.org/10.26512/2014.10.D.17338
Appears in Collections:FAU - Mestrado em Arquitetura e Urbanismo (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/17338/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.