Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/17271
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_DificuldadesImplementacaoViaChilena.pdf1,81 MBAdobe PDFView/Open
Title: As dificuldades de implementação da Via Chilena ao socialismo : análise do impacto de três propostas econômicas.
Authors: Negri, Camilo
Assunto:: Direita e esquerda (Ciência política) - Chile
Allende Gossens, Salvador, Presidente do Chile
Formas de governo
Issue Date: 2012
Publisher: Universidade do Vale do Rio dos Sinos – UNISINOS
Citation: NEGRI, C. As dificuldades de implementação da Via Chilena ao socialismo: análise do impacto de três propostas econômicas. História Unisinos, v. 16, p. 55-68, 2012. Disponível em: < http://revistas.unisinos.br/index.php/historia/article/view/htu.2012.161.05/822>. Acesso em: 8 des. 2014.
Abstract: O artigo estabelece relação entre o impacto sociopolítico de três propostas econômicas da Unidad Popular e as dificuldades enfrentadas pelo governo de Salvador Allende para implementar a Via Chilena ao Socialismo. Para isso, foram utilizados o Programa de Governo da Unidad Popular e entrevistas com ex-ministros de Allende. Foram analisadas as propostas de nacionalização do cobre, reforma agrária e socialização de propriedades privadas, uma vez que refletem as ações econômicas de uma ideologia anticapitalista. Cada proposta teve um impacto sociopolítico e econômico distinto, mas complementar, que influenciou diferentemente o desempenho da implementação do socialismo no Chile da década de 1970. A nacionalização do cobre teve baixo impacto, a reforma agrária médio e a socialização alto. A última foi a mais sensível devido ao seu caráter ideológico acentuado. A nacionalização do cobre foi amplamente aceita, possivelmente pela relação entre o minério e a identidade chilena. A reforma agrária sofreu empecilhos sociais e políticos que impediram sua plena execução, mas já figurava no projeto democrata-cristão e os seus impactos diretos se restringiam ao campo. A constituição da área social, composta por empresas socializadas, também não pôde ser implementada. As ações se limitaram às leis existentes, que mantinham o direito individual à propriedade privada dos meios de produção. Mesmo assim, as expropriações realizadas agravaram os conflitos sociais e políticos, ampliaram o descontentamento das elites e dificultaram o prosseguimento da via chilena ao socialismo. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT
This article aims to establish a relationship between the social-political impact of three economic proposals by Unidad Popular and the challenges faced by Salvador Allende’s government to implement the Chilean Way to Socialism. For that purpose it makes use of Unidad Popular’s Government Program and interviews with Allende’s ex-ministers. It also analyzes the proposals of copper nationalization, agrarian reform and the socialization of private properties, since they reflect the economic actions of an anti-capitalist ideology. Each proposal had a different yet complementary social, political and economic impact that influenced in different ways the performance of the implementation of socialism in Chile in the 1970s. The copper privatization had a low impact, the agrarian reform a medium one and the socialization a high impact. The latter was the most sensitive due to its accentuated ideological character. The copper privatization was widely accepted, possibly due to the relationship between mining and the Chilean identity. The agrarian reform experienced social and political obstacles that hindered its full execution, but was already present in the Christian-Democrat project and its direct impacts were restricted to the countryside. The constitution of the social area, formed by socialized companies, could not be implemented. The actions were limited to the existing laws that granted the individual right to private property of the means of production. Nevertheless, the expropriations carried out worsened the social and political conflicts, increased the discontentment among the elites and hampered the continuation of the Chilean Way to Socialism.
Licença:: História UNISINOS - Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0. Fonte: http://revistas.unisinos.br/index.php/historia/article/view/htu.2012.161.05/822.
Appears in Collections:ELA - Artigos publicados em periódicos

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/17271/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.