Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/17123
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2014_LauraMariaTomaziNeves.pdf4,09 MBAdobe PDFView/Open
Title: Capacidade cardiorrespiratória em cardiopatas : instrumentos diretos e indiretos de avaliação e os efeitos da mioestimulação elétrica
Authors: Neves, Laura Maria Tomazi
Orientador(es):: Cipriano Júnior, Gérson
Coorientador(es):: Carregaro, Rodrigo Luiz
Assunto:: Insuficiência cardíaca
Coração - doenças - tratamento
Cardiologia
Estimulação elétrica
Issue Date: 27-Nov-2014
Citation: NEVES, Laura Maria Tomazi. Capacidade cardiorrespiratória em cardiopatas: instrumentos diretos e indiretos de avaliação e os efeitos da mioestimulação elétrica. 2014. xii, 91 f, il. Tese (Doutorado em Ciências e Tecnologias em Saúde)—Universidade de Brasília, Brasília, 2014.
Abstract: Introdução: O Estudo 1 teve como objetivo desenvolver uma versão brasileira do Duke Activity Status Index (DASI) e adaptar culturalmente para a avaliação indireta da CCR em pacientes com doença cardiovascular no Brasil. Métodos: O processo de tradução envolveu quatro etapas: tradução inicial, retrotradução, revisão multidisciplinar por um comitê e préteste com 16 indivíduos (8 cardiopatas e 8 indivíduos saudáveis). Os testes qui-quadrado e Mann -Whitney foram empregados para determinar as diferenças entre os controles e os indivíduos com doença cardíaca. Resultados: A amostra foi caracterizada por indivíduos com idade ≥ 50 anos, não-fumantes (56,2%), fisicamente inativos (57,25%). O nível de não compreensão foi de menos de 10 % da amostra. As dúvidas foram prevalentes em indivíduos com doença cardíaca (75%) em relação ao nível de fadiga causada ao executar uma tarefa. Conclusão: O DASI foi traduzido e adaptado para o Português Brasileiro com sucesso. Introdução: O Estudo 2 teve como objetivo a realização de uma revisão sistemática e metanálise dos efeitos EENM sobre as medidas ergoespirométricas: consumo de oxigênio no pico do exercício (VO2pico), consumo de oxigênio no limiar ventilatório (VO2LV), freqüência cardíaca pico (FCpico) e potência em pacientes com IC. Métodos: Foi realizada uma busca sistemática, sem restrição de data ou idioma nas bases de dados Medline, mbase.com, Cochrane Central Register of Controlled Trials, CINAHL, Amedeo e Pedro. Foram incluídos ensaios clínicos randomizados, com ou sem estratégia de cruzamento, de intervenções baseadas na EENM utilizando eletrodos de superfície para produzir uma contração muscular comparativamente aos cuidados médicos habituais ou exercício em indivíduos com IC. Os estudos foram classificados de forma independente para a qualidade (Jadad, Pedro e Escala de Qualidade da Pesquisa). Para avaliação do efeito da intervenção foi utilizado forest plot, mean difference, teste Z e p-valor (≤0,05). A heterogeneidade foi avaliada através do teste quiquadrado e o viés de publicação foi avaliado de forma qualitativa (Begg’s funnel plots) e quantitativamente (Egger’s regression). Resultados: Primeira revisão sistemática com metanálise que analisou o impacto da EENM no VO2pico, VO2LV, FCpico e potência em pacientes com IC, sendo que esta proporciona ganhos semelhantes na potência em comparação com o exercício ou tratamento habitual, e produz efeitos benéficos sobre o VO2pico, VO2LV, FCpico, mas não maiores do que o exercício. Conclusão: A EENM melhora no desempenho do TECP e, portanto, pode ser uma intervenção terapêutica valiosa, alterando positivamente a trajetória clínica dos pacientes com IC. _________________________________________________________________________________________________ ABSTRACT
Introduction: Study 1 aimed to develop a Brazilian version of the Duke Activity Status Index (DASI) and culturally adapt this instrument for indirect assessment of CRC in patients with cardiovascular disease in Brazil. Methods: The translation process involved four stages: initial translation, back translation, multidisciplinary committee review and previous testing with 16 individuals (8 cardiac patients and 8 healthy subjects). The chi- square and Mann-Whitney tests were used to determine differences between controls and individuals with heart disease. Results: The sample was characterized by individuals aged ≥ 50 years, non-smokers (56.2 %), physically inactive (57.25 %). The level of non-understanding was less than 10% of the sample. Doubts were prevalent in individuals with heart disease (75 %) compared to the level of fatigue caused to perform a task. Conclusion: The DASI was successfully translated and adapted to Brazilian Portuguese. Introduction: Study 2 aimed to conduct a systematic review and meta-analysis of the effects of NMES on ergospirometric measures: oxygen consumption at peak exercise (VO2peak), oxygen consumption at the ventilator threshold (VO2LA), peak heart rate (HRpeak) and peak workload (PW) in HF patients. Methods: A systematic search without language or date restriction was performed in data bases: Medline, Embase.com, Cochrane Central Register of Controlled Trials, CINAHL, Amedeo and Pedro. Were included randomized clinical trials, with or without crossover strategy based on interventions with NMES using surface electrodes to produce a muscle contraction compared to usual medical care or aerobic exercise in HF patients. Studies were classified independently for quality (Jadad, Pedro and Quality Scale Research). To evaluate the effect of intervention were used forest plot, mean difference, Z test and p-value (≤ 0.05). Heterogeneity was assessed using the chisquared test and publication bias was assessed qualitatively (Begg's funnel plots) and quantitatively (Egger's regression). Results: First systematic review with meta-analysis that examined the impact of NMES in VO2peak , VO2AT , HRpeak and PW in HF patients, demonstrating that NMES provides similar improvement in PW compared with exercise or usual care, and produces beneficial effects on VO2peak , VO2AT , HRpeak, but not greater than exercise. Conclusion: NMES improved performance CPX and therefore viii may be a valuable therapeutic intervention, positively altering the clinical course of HF patients.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ceilândia, Programa de Pós-Graduação em Ciências e Tecnologia em Saúde, 2014.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições:Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:PGCTS - Doutorado em Ciências e Tecnologias em Saúde

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/17123/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.