Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/16850
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2014_CiroMartinsGomes.pdf45,86 MBAdobe PDFView/Open
Title: Acurácia da reação em cadeia da polimerase em amostras de saliva, swab nasal e papel filtro oral no diagnóstico da leishmaniose tegumentar americana : estudo clínico, revisão sistemática da literatura e meta-análise
Authors: Gomes, Ciro Martins
Orientador(es):: Sampaio, Raimunda Nonata Ribeiro
Assunto:: Leishmaniose cutânea
Reação em cadeia de polimerase
Saliva
Issue Date: 12-Nov-2014
Citation: GOMES, Ciro Martins. Acurácia da reação em cadeia da polimerase em amostras de saliva, swab nasal e papel filtro oral no diagnóstico da leishmaniose tegumentar americana: estudo clínico, revisão sistemática da literatura e meta-análise. 2014. xiv, 122 f., il. Tese (Doutorado em Ciências Médicas)—Universidade de Brasília, Brasília, 2014.
Abstract: Introdução: A técnica da reação em cadeia da polimerase (PCR) aumenta a sensibilidade do diagnóstico da leishmaniose tegumentar americana (LTA), especialmente na forma mucosa (LM). Teve-se por objetivo avaliar a acurácia dos resultados de PCR em amostras da mucosa nasal, oral e de saliva no diagnóstico da LM e da leishmaniose cutânea (LC). Métodos: Pacientes atendidos no Hospital Universitário de Brasília foram inclusos de forma consecutiva em amostra de conveniência. Intradermorreação de Montenegro (IDRM), imunofluorescência indireta (IFI), imprint em lâmina, cultura, exame histopatológico e PCR em papel filtro da lesão foram utilizados em paralelo para alocação dos casos nos grupos de LM, LC e controles. As amostras mucosas avaliadas por PCR foram coletadas por swab nasal (SN), microtubo de 1,5mls (saliva) e esfregaço oral na forma de imprint em papel de filtro (PFO). Para a PCR, utilizou-se par de iniciadores que amplificam sequência de 120pb do DNA mitocondrial de Leishmania spp. Para a identificação do subgênero, empregou-se digestão pelas enzimas de restrição HaeIII e Bsr1. Realizou-se ainda revisão sistemática da literatura com o objetivo de agregação com os dados encontrados na pesquisa clínica. Resultados: Foram incluídos 69 pacientes, sendo 17 (25%) com LM, 19 (28%) com LC e 33 (48%) controles. Para o diagnóstico da LM, em comparação aos controles, a melhor acurácia foi alcançada pela PCR do SN 86% (IC-95%=73,81-93,05), seguido da saliva 74% (IC-95%=60,45-84,13) e PFO 68% (IC-95%=54,19-79,24). As especificidades do SN e PFO foram completas, negativas em todos os controles sem LTA. Dois casos de LC tiveram SN e PFO simultaneamente positivos. A revisão sistemática da literatura resultou na inclusão de 14 referências. Análise dos dados por meta-análise, possível apenas para amostras de PCR de fragmento da lesão em 2 dos artigos selecionados, demonstrou uma sensibilidade de 70% (IC-95%=0,57-0,81), especificidade de 97% (IC-95%=0,89-1), e razão de chances de 40,34 (IC-95%=11,06-147,08) no diagnóstico da LM. Identificou-se Leishmania do subgênero Viannia em 12 casos de LM e 11 casos da LC. Em apenas um caso de LC foi identificado o subgênero Leishmania. Conclusões: O SN demonstrou a melhor acurácia entre os exames de PCR na mucosa. Os resultados da PCR nas três formas de coleta nasal, oral e de saliva apresentaram maior especificidade que a IDRM e IFI. Estes mostraram ainda sensibilidade comparável aos exames de cultura e imprint em lâmina, com a vantagem da coleta menos invasiva. _____________________________________________________________________________ ABSTRACT
Introduction: The technique of polymerase chain reaction (PCR) increases the sensitivity ofthe etiological diagnosis of american cutaneous leishmaniasis (ACL), especially in themucocutaneous form (MCL). The aim of the study was to evaluate the accuracy of PCR in thenasal cavity, oral mucosa and saliva in the diagnosis of MCL and cutaneous leishmaniasis(CL). Methods: Patients attending the University Hospital of Brasilia were consecutivelyincluded in a convenience sample. Montenegro skin test (MST), indirect immunofluorescence(IIF), smear, culture, histopathology and PCR from filter paper imprints of lesion biopsy(FPIL) were used in parallel for allocation in groups of MCL, CL and controls. Mucosalsamples evaluated by PCR were collected by nasal swab (NS), 1.5mls microtubes (saliva) andoral filter paper imprints (OFPI). The primers used resulted on a 120-bp sequence present inthe mitocondrial DNA of Leishmania spp. Digestion with the restriction enzymes HaeIII andBSR1 were used for subgenus identification. A systematic review of the literature wasconducted with the goal of aggregation with data found in the present clinical research.Results: 69 patients were included, 17 (25%) with MCL, 19 (28%) with CL and 33 (48%)controls . For the diagnosis of MCL, compared to controls, the best accuracy was achieved byNS 86% (95%CI=73.81-93.05), followed by saliva 74% (95%CI=60.45-84.13) and OFPI68% (95%CI=54.19-79.24). The specificity of the NS and OFPI were complete, negative inall controls without ACL. Two cases of isolated CL showed positivity for both NS and OFPI.The systematic review of the literature resulted in the inclusion of 14 previous references.Analysis of aggregated data by meta-analysis, possible only for tissue samples in 2 of thepreviously selected articles showed a sensitivity of 70% (IC-95%=0.57-0.81), a specificity of97% (IC-95%=0.89-1) and an odds-ratio of 40.34 (IC-95%=11.06-147.08) in the diagnosis ofMCL. We identified the Leishmania subgenus Viannia in 12 cases of MCL and in 11 cases ofCL. In only one case of CL the subgenus Leishmania was identified. Conclusions: NSshowed the best accuracy among the PCR tests in the mucosa. PCR results in all three formsof nasal, oral and saliva samples showed higher specificity than the MST and IIF. Themethods also show a sensitivity comparable to culture and smears, with the advantage of aless invasive collection.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Medicina, 2014
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:FMD - Doutorado em Ciências Médicas (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/16850/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.