Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/16593
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2014_DanielRibeiroPaesCastro.pdf1,41 MBAdobe PDFView/Open
Title: Diferentes desigualdades, diferentes ricos : uma revisão da literatura internacional sobre a evolução e os determinantes da renda dos ricos
Authors: Castro, Daniel Ribeiro Paes de
Orientador(es):: Medeiros, Marcelo
Assunto:: Determinantes de renda
Desigualdade de renda
Renda - distribuição
Issue Date: 21-Oct-2014
Citation: CASTRO, Daniel Ribeiro Paes de. Diferentes desigualdades, diferentes ricos: uma revisão da literatura internacional sobre a evolução e os determinantes da renda dos ricos. 2014. 118 f., il. Dissertação (Mestrado em Sociologia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2014.
Abstract: Historicamente, estudos de estratificação social e desigualdade de renda têm explorado muito pouco a relevância e as especificidades referentes àqueles que ocupam o topo da distribuição de renda, principalmente quando comparados com a profusão de pesquisas sobre os estratos mais pobres. Nas últimas duas décadas, porém, esse quadro de subestimação dos ricos tem mudado gradativamente. Com base nesses avanços recentes, somados a importantes contribuições pontuais que remontam até a primeira metade do século passado, esta dissertação propõe, por uma ampla revisão de literatura, realizar um levantamento da evolução e dos determinantes da renda dos ricos. Esse duplo enfoque remete à importância em se agregar as descobertas nas duas “pontas” dos estudos sobre desigualdade, a dos resultados – quanto da renda total é concentrada pelos ricos – e a das causas – o que determina a renda dos ricos. Os principais resultados encontrados apontam para: (i) um comprovado protagonismo dos ricos para explicar a evolução na desigualdade geral em uma distribuição; (ii) uma pluralidade de experiências para a evolução da renda dos ricos quando posta em comparação internacional; (iii) a necessidade de uma revisão urgente da famosa curva de Kuznets; (iv) a comprovação do limitado poder explicativo das teorias que conferem grande relevância ao impacto das mudanças tecnológicas sobre a desigualdade de renda em décadas recentes; (v) o dimensionamento dos diferentes determinantes da renda dos ricos, com especial destaque para o papel exercido por aqueles determinantes que operam fora da esfera do mercado de trabalho, e que estão diretamente relacionados com a capacidade dos ricos de dirigir e controlar recursos que não estão ao alcance do resto da população. _______________________________________________________________________ ABSTRACT
Historically, studies of social stratification and income inequality have explored very little the relevance and specificity related to those who occupy the top of the income distribution, especially when compared with the enormous amount of research developed on the poorest strata. In the last two decades, however, this underestimation of the rich has gradually changed. Based on these recent advances, plus the occasional important contributions dating back to the first half of the last century, this dissertation proposes, through an extensive literature review, to survey the evolution and the income determinants of the rich. This dual approach refers to the importance of aggregating the findings in both "ends" of studies on inequality, the results – how much of the total income is concentrated by the rich – and the causes - the income determinants of the rich. The main results found indicate: (i) a proven role of the rich to explain the evolution in the overall inequality in a distribution; (ii) a plurality of cases for the evolution of income from the rich when internationally compared; (iii) the need for an urgent review of the famous Kuznets curve; (iv) proof of the limited explanatory power of the theories that impute great importance to the impact of technological change on income inequality in recent decades; (v) the scaling of the various determinants of income from the rich, with particular emphasis on the role played by those determinants that operate outside the sphere of the labor market, and that are directly related to the ability of the rich to direct and control resources that are not are available to the rest of the population.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Departamento de Sociologia, 2014.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:SOL - Mestrado em Sociologia (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/16593/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.