Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/15942
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2014_AndreLuisFerreiraMoniz.pdf2,35 MBAdobe PDFView/Open
Title: Voluntariado ambiental como síntese dos comportamentos pró-sociais e pró-ambientais : abordagem empírica pelo modelo processual
Other Titles: Environmental volunteering as a synthesis of pro-social and pro-environmental behaviors : empirical approach by process model
Authors: Moniz, André Luís Ferreira
Orientador(es):: Günther, Hartmut
Assunto:: Voluntários
Meio ambiente
Instituições ambientalistas
Issue Date: 22-Jul-2014
Citation: MONIZ, André Luís Ferreira. Voluntariado ambiental como síntese dos comportamentos pró-sociais e pró-ambientais: abordagem empírica pelo modelo processual. 2014. xvii, 229 f., il. Tese (Doutorado em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações)—Universidade de Brasília, Brasília, 2014.
Abstract: O voluntariado é reportado como força-tarefa complementar às iniciativas públicas e privadas no setor ambiental e mobiliza milhares de pessoas. Compreendê-lo de modo abrangente, em seus diferentes níveis e estágios, é essencial para estimulá-lo e tornar a experiência mais significativa sob o ponto de vista pessoal, social e ambiental. Foram realizados três estudos, na perspectiva do Modelo do Processo Voluntário, que corroboraram a tese de que esta prática mescla comportamentos pró-sociais e pró-ambientais. O primeiro estudo, no nível Cultural e Social, constatou, de acordo com a avaliação de 65 homepages de instituições cadastradas no Conselho Nacional de Entidades Ambientalistas (CNEA), que promovem atividades voluntárias, sua concentração nas regiões Sudeste e Sul, o desenvolvimento de atividades nos âmbitos de Promoção e desenvolvimento social; Preservação, conservação, recuperação e manutenção do ambiente; Política, fiscalização e regulamentação; e a utilização de estratégias de captação de voluntários enfatizando predominantemente elementos de ordem ambiental e social e apelos emocionais direcionados à solução de suas necessidades, ao status do grupo e às ameaças ao ambiente. A segundo estudo, no nível Agência e Organização, identificou, em representantes de 33 instituições do CNEA e 12 do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), que embora estas disponham de regras e normas para a gestão de voluntários, sua implementação é incipiente, sendo mais frequentes a realização de Encontros, Avaliação das realizações e o Treinamento de voluntários e menos privilegiadas as ações que envolvem a sua segurança e proteção, bem como o treinamento de profissionais que atuam junto a eles. Foram apontados, comumente, benefícios sociais e laborais decorrentes dos serviços voluntários e dificuldades de ordem financeira e de capacitação. Outros problemas foram comparativamente maiores entre as instituições do CNEA, tais como: recrutamento, disponibilidade dos voluntários e limitações legais. Para os participantes, o voluntário ideal deve ter disposição, bom desempenho, valores de justiça, altruísmo e sensibilidade ambiental e conhecimentos na área ambiental e da sua legislação. O terceiro estudo, nos níveis Individual e Interpessoal, identificou, em 34 voluntários do CNEA, 22 do ICMBio e 10 de outras instituições, graus elevados de motivação, satisfação pessoal e organizacional, integração institucional, qualidade no relacionamento entre voluntários e destes com profissionais, concordância com os princípios e objetivos institucionais, benefícios decorrentes da prática voluntária e intenção de permanência. Também reportaram escores elevados de preocupação ambiental de natureza Biosférica, seguida de Altruísticas e Egoísticas. Embora não se identifiquem diferenças significativas entre os grupos, a análise considerou a composição demográfica da amostra e elementos como crença em uma força superior, prática religiosa, tempo de experiência anterior, dedicação semanal e mensal ao voluntariado, sendo constatadas diferenças significativas (U de Mann-Whitney) para as variáveis sexo, ter filhos, não ter irmãos, crença e religião. Entre as conclusões, destacam-se a inclusão da dimensão política na análise social e cultural dos serviços voluntários, a importância da gestão e qualificação técnica do setor, o papel conscientizador e educativo do voluntariado e sua autodeterminação. Discutem-se as contribuições teóricas e metodológicas deste estudo, se apontam limitações e agenda para futuras pesquisas. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT
Volunteering is reported as supplementary task force to public and private initiatives in the environmental sector and mobilizes thousands of people. Understanding it thoroughly on its different levels and stages is essential to stimulate it, and to make the experience more significant personally, socially and environmentally. Three researches were conducted, in the perspective of the Volunteer Process Model, which corroborated the thesis that this practice mixes pro-social and pro-environmental behaviors. The first research, in Cultural and Social levels, found, from the evaluation of 65 homepages of institutions registered at the National Council of Environmentalists Entities (CNEA), which promotes activities of this nature, its concentration in the Southeast and South regions and the progression of activities in the fields of Social promotion and development; Preservation, conservation , restoration and maintenance of the environment; Policy , supervision and regulation; and the use of strategies to recruit volunteers mostly by enhancing elements of environmental and social realm and by emotional appeals towards the solution of their needs, to group status and threatens against the environment. The second study, on the Agency and Organization level, showed, along with representatives of 33 institutions of the CNEA and 12 institutions of the Chico Mendes Institute for Biodiversity Conservation (ICMBio), which, although there were rules and regulations for the management of volunteers, the implementation is incipient, being more frequent the occurrence of meetings, the evaluation of the achievements and the training of volunteers and less privileged actions that involve their safety and protection, as well as the training of professionals who work with them. Social and labor benefits of volunteer services and financial and training difficulties were commonly pointed. Other problems were comparatively bigger among the institutions of the CNEA, such as: recruitment, volunteers’ availability and legal limitations. Concerning the participants, the ideal volunteer must have energy, good performance, values of fairness, altruism and environmental sensibility, and knowledge in the environmental field and its legislation. The third study, in the Individual and Interpersonal levels, showed, along with 34 volunteers from CNEA, 22 from ICMBio and 10 from other institutions, high degrees of motivation, personal and organizational satisfaction, institutional integration, quality in the relationship among volunteers and also among them and other professionals, the accordance with the institutional principles and objectives, benefits originated from voluntary practice and intention to stay. They also reported high scores on the preoccupation concerning the environment, the Biosphere, followed by Altruism and Egoism. Although significant differences among the groups aren’t shown, the analysis examined the demographic composition of the sample and elements such as belief in a higher power, religious practice, length of previous experience, weekly and monthly dedication to volunteering, showing significant differences (U of Mann - Whitney) to variables such as sex, having children, not having siblings, belief and religion. Among the conclusions, a few stand out: the inclusion of the political dimension in social and cultural analysis of volunteer services, the importance of the management and technical qualification in the field, the understanding and educational role of volunteering and their self-determination. The theoretical and methodological contributions of this research are discussed. Also, limitations and agenda for future researches are pointed out.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações, 2014.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:PSTO - Doutorado em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/15942/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.