Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/13599
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2013_JonasdaSilvaDöge.pdf1,91 MBAdobe PDFView/Open
Title: O sucesso de invasão de Drosofilídeos no Cerrado : uma abordagem entrópica
Authors: Döge, Jonas da Silva
Orientador(es):: Tidon, Rosana
Assunto:: Mosca
Ecologia
Drosófila
Issue Date: 17-Jul-2013
Citation: DÖGE, Jonas da Silva. O sucesso de invasão de Drosofilídeos no Cerrado: uma abordagem entrópica. 2013. x, 148 f., il. Tese (Doutorado em Ecologia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2013.
Abstract: O Princípio da Seleção Entrópica propõe que o sucesso de invasão de uma população é determinado pela correspondência entre sua heterogeneidade demográfica e a heterogeneidade do ambiente. Esta teoria tem como pressuposto crítico uma correspondência entre o regime de recursos e a sensibilidade demográfica das populações, a qual é aqui validada com base em populações de drosofilídeos do Cerrado. O teorema da flutuação-estabilidade aponta que a heterogeneidade demográfica determina também a estabilidade demográfica das populações, sugerindo um potencial mecanismo pelo qual a vantagem seletiva é estabelecida em um sistema competitivo. Este teorema mostrou-se válido para o sistema drosofilídeos-Cerrado. Tendências na evolução da estabilidade são também derivadas. A validação do pressuposto crítico do Princípio da Seleção Entrópica, somado ao estabelecimento de um mecanismo potencial que determina o resultado da competição, torna tal princípio uma promissora teoria geral da Biologia da Invasão. Quando os recursos são homogêneos e sua abundância é bastante variável ao longo do tempo, como no sistema drosofilídeos-Cerrado, o Princípio da Seleção Entrópica prevê que as populações com menor heterogeneidade demográfica prevalecem competitivamente. Os dados desta tese, porém, não suportam tal previsão. A Hipótese da Sensibilidade Demográfica promulga que, em sistemas não estruturados por competição, o sucesso de invasão é determinado pela sensibilidade demográfica da taxa de crescimento populacional. É previsto, e corroborado, que quando as condições restritivas de recursos prevalecem no tempo, como no sistema drosofilídeos-Cerrado, as populações com menor sensibilidade demográfica são mais abundantes. As implicações conservacionistas dos resultados aqui obtidos são discutidas.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Ecologia, Programa de Pós-Graduação em Ecologia, 2013.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:ECL - Doutorado em Ecologia (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/13599/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.