Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/13576
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2013_CecíliaKosmann.pdf57,04 MBAdobe PDFView/Open
Title: Calliphoridae (diptera) : identificação, sinantropia e análise microbiológica
Authors: Kosmann, Cecília
Orientador(es):: Pujol-Luz, José Roberto
Assunto:: Mosca
Díptero
Ecologia urbana
Inseto como transmissor de doenças
Issue Date: 16-Jul-2013
Citation: KOSMANN, Cecília. Calliphoridae (diptera): identificação, sinantropia e análise microbiológica. 2013. ix, 234 f., il. Tese (Doutorado em Biologia Animal)—Universidade de Brasília, Brasília, 2013.
Abstract: Os califorídeos apresentam uma estreita relação com o ambiente antropogênico, sendo comumente encontrados junto à matéria orgânica em decomposição. Esta relação, somada aos seus hábitos alimentares, lhes confere uma elevada importância médica, veterinária e forense. Tal relevância acarreta uma classificação bastante conservativa do grupo, gerando incongruências no uso dos nomes. O objetivo desta pesquisa foi avaliar o grau de sinantropia das espécies de Calliphoridae no Distrito Federal (DF), isolar e quantificar as colônias de Escherichia coli carreadas externamente por califorídeos no campus Darcy Ribeiro da Universidade de Brasília (UnB), bem como identificar todas as espécies de moscas-varejeiras presentes no DF com base no DNA mitocondrial. Ainda, procurou-se atualizar os nomes válidos das espécies de Calliphoridae que ocorrem nas Américas ao Sul do México e fornecer uma chave de identificação morfológica para aquelas registradas no Brasil. Neste sentido, foram contabilizadas 99 espécies distribuídas em 29 gêneros ocorrendo na região delimitada, ao passo que no Brasil são registradas 43 espécies em 15 gêneros. Existem 11 espécies de califorídeos no DF e as espécies invasoras tendem a ser mais sinantrópicas que as nativas. No campus da UnB, estas mesmas espécies invasoras aparentam ser as mais relevantes na transmissão de E. coli. Chrysomya megacephala (Fabricius, 1794) representa o maior risco à saúde humana na área de estudo. Foi criado um banco de dados dos califorídeos que ocorrem no DF e sequências parciais do gene citocromo c oxidase subunidade I (COI) de espécimes coletados na região foram comparadas com o mesmo. Todas as espécies tiveram sua monofilia recíproca confirmada com um alto grau de suporte de ramos nas análises filogenéticas geradas pelo método de Neighbor-Joining (NJ). ______________________________________________________________________________________ ABSTRACT
The blow flies have a close relationship with the anthropogenic environment and are commonly found near decaying organic matter. This relationship, together with their eating habits, gives them a high medical, veterinary, and forensic importance. This relevance results in a very conservative classification of the group, creating inconsistencies in the use of names. The aim of this research was to evaluate the degree of synanthropy of the blow flies’ species in the Distrito Federal (DF), isolate and quantify the colonies of Escherichia coli carried externally by them in the campus Darcy Ribeiro of the Universidade de Brasília (UnB), and to identify all species of Calliphoridae present in the DF through their mitochondrial DNA. Still, we tried to update the valid names of species of Calliphoridae that occur in the Americas south of Mexico and provide a morphological identification key for those registered in Brazil. In this sense, 99 species in 29 genera were recorded in the bounded region, while in Brazil 43 species in 15 genera are registered. There are 11 species of Calliphoridae in DF, where invasive species tend to be more synanthropic than the native ones. On the university’ campus, these same invasive species appear to be the most important in the transmission of E. coli, and Chrysomya megacephala (Fabricius, 1794) represents the greatest risk to human health in the study area. A database of the blow flies species that occur in the DF was created and partial sequences of the gene cytochrome c oxidase subunit I (COI) from specimens collected in the region were compared with the database. All species had their reciprocal monophyly confirmed with a high degree of branch support by phylogenetic analysis constructed through the Neighbor- joining method (NJ).
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Biologia Animal, 2013.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:IB - Doutorado em Biologia Animal (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/13576/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.