Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/1347
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTACAO_2008_LeonardoAndradeeCastro.pdf588,75 kBAdobe PDFView/Open
Title: Sem ódio e sem favor : formação de juízos técnicos na Secretaria Federal de Controle Interno
Authors: Castro, Leonardo Andrade e
Orientador(es):: Dal Rosso, Sadi
Assunto:: Estado
Burocracia
Controle interno
Auditoria
Issue Date: 26-Feb-2009
Citation: CASTRO, Leonardo. Sem ódio e sem favor: formação de juízos técnicos na Secretaria Federal de Controle Interno. 2008. 133 f. Dissertação (Mestrado em Sociologia)-Universidade de Brasília, Brasília, 2008.
Abstract: Discute-se a seguinte questão: quais os sentidos das ações administrativas que compõem a auditoria governamental executada pela Secretaria Federal de Controle Interno (integrante da Controladoria-Geral da União, órgão do Poder Executivo federal brasileiro)? Como embasamento conceitual e contextual, são apresentados: elementos de natureza teórica e conceitual sobre a burocracia moderna, com destaque para a obra de Max Weber; conceitos ligados a auditoria governamental; informações relevantes sobre a história dos órgãos do Sistema de Controle Interno do Poder Executivo federal; descrição do funcionamento do trabalho auditorial no âmbito da secretaria em exame; e percepções dos servidores públicos sobre a interferência dos superiores hierárquicos na realização das tarefas e na formação de juízos técnicos. Como resultado, também baseado em entrevistas semi-estruturadas realizadas com os servidores e dirigentes, conclui-se que os prováveis sentidos (na acepção weberiana) dos processos e comportamentos examinados são: tradições provenientes da área de auditoria contábil e da atividade judicante; crença, de fundamento ético, em que o papel do trabalho dos servidores é a busca da verdade; consciência ou semiconsciência da relevância dos comportamentos para a construção de um privilegiamento positivo de natureza estamental para os servidores. ______________________________________________________________________________________ ABSTRACT
The following question is posed: which the meanings of administrative actions that make up the government audit performed by the Federal Secretariat for Internal Control (part of the Brazilian Office of the General Comptroller, organ of the Brazilian Federal Executive)? The theoretical background is composed by: conceptual and theoretic elements about modern bureaucracy, highlighting Max Weber's work; concepts related to government audit; relevant information on the history of organs of the Internal Control System; description of the audit procedures within the Secretariat here analyzed; and perceptions of public servants about the interference of hierarchical superiors in job execution as well as in technical judgment. As a result, also based on semi-structured interviews of public servants, including managers, it is possible to conclude that the probable meanings (in Weber's conception) of behavior and processes here examined are: traditions originally from law and accounting audit fields; belief, of ethical background, that government staff must work to find the truth; conscience or semi-conscience of how relevant behavior is to creating a positive privileged status to government staff.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Departamento de Sociologia, 2008.
Appears in Collections:SOL - Mestrado em Sociologia (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/1347/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.