Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/13263
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2013_JulianaPigossiNeves.pdf1,35 MBAdobe PDFView/Open
Title: Estudo da prevalência de Mycoplasma spp. em psitacídeos de dois criadouros do Distrito Federal
Authors: Neves, Juliana Pigossi
Orientador(es):: Monteiro, Rafael Veríssimo
Assunto:: Aparelho respiratório - doenças
Micoplasmose em animais
Veterinária
Aves - criação
Issue Date: 6-Jun-2013
Citation: NEVES, Juliana Pigossi. Estudo da prevalência de Mycoplasma spp. em psitacídeos de dois criadouros do Distrito Federal. 2013. xi, 75 f., il. Dissertação (Mestrado em Saúde Animal)—Universidade de Brasília, Brasília, 2013.
Abstract: A micoplasmose está entre as causas de maior perda econômica da avicultura comercial moderna mundial. O agente Mycoplasma spp. foi relatado em hospedeiros silvestres em diversas partes do mundo, inclusive no Brasil, sendo as espécies Mycoplasma gallisepticum e Mycoplasma synoviae as mais envolvidas. Este estudo teve como objetivos: a) verificar a ocorrência de Mycoplasma spp., M. gallisepticum e M. synoviae em psitacídeos de cativeiro do Distrito Federal, Brasil, por meio de reação da polimerase em cadeia (PCR); b) comparar os perfis hematológicos e bioquímicos dos indivíduos infectados com os dos não infectados; c) avaliar se as condições ambientais em que esses são criados poderiam favorecer uma maior infecção; d) comparar a microbiota isolada do trato respiratório inferior dos animais infectados com a dos não infectados, por meio de swab traqueal. Foram analisadas 135 amostras de 23 espécies de psitacídeos sul-americanos, aparentemente saudáveis, oriundos de dois criadouros distintos. Os resultados demonstraram a presença de Mycoplasma spp. em 3,7% (05/135), sendo nenhum deles positivos para M. gallisepticum ou M. synoviae. Dos 135 psitacídeos, 120 indivíduos tiveram cultura microbiológica do trato respiratório inferior isolada. Isolaram-se 12 tipos de bactérias, leveduras, e 11 tipos de fungos ambientais. Não foram encontradas diferenças estatísticas entre machos e fêmeas, e nos parâmetros hematológicos entre animais infectados e não infectados. Porém, ao avaliar, separadamente, os animais positivos para micoplasma, esses apresentaram pelo menos uma alteração em seus exames. Foram encontradas diferenças estatísticas, entre os 2criadouros, na contagem total de hemácias, na concentrações de hemoglobina, de aspartato aminotransferase e de ácido úrico. A presença de hipoalbuminemia nos indivíduos que apresentaram a maior diversidade de agentes isolados da traqueia também foi diferente estatisticamente. A grande maioria dos animais teve pelo menos um microrganismo isolado de seu trato respiratório inferior sem que apresentasse qualquer sinal clínico de caráter respiratório. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT
In modern commercial poultry worldwide, mycoplasmosis is one of the major reasons of economic loss. There are reports of the Mycoplasma spp agent in wild hosts all over the world, including in Brazil, where Mycoplasma gallisepticum e Mycoplasma synoviae are the most reported species. The study aimed at: a) verifying the occurrence of Mycoplasma spp., specially M. gallisepticum e M. synoviae, in parrots in captivity in Federal District, Brazil by polymerase chain reaction (PCR); b) comparing haematological and biochemical profiles of infected and uninfected animals; c) evaluating if the environmental conditions in which they are created could foster greater infection; d) comparing the microflora isolated from the lower respiratory tract of infected and uninfected animals by tracheal swab. There were 135 animals sampled among 23 species of South American parrots. The animals came from two distinct captivities and were apparently healthy. The survey results identified 3.7% (05/135) of Mycoplasma spp and none of them were positive for M. gallisepticum ou M. synoviae. Microbiological culture of lower respiratory tract was isolated from 120 parrots. A total of 12 types of bacteria and yeast, and 11 types of fungus were isolated. There weren’t statistical differences in the frequency between males and females, neither in hematology parameters between infected and uninfected animals. When positive animals for mycoplasma were assessed apart, they had at least one change in their exams. There were statistical differences between the captivities in total count of red blood cells, concentration of hemoglobin, of aspartate aminotransferase and of uric acid. The presence of hypoalbuminemia among individuals that had the highest diversity of agents isolated tracheal was statistical different too. The vast majority of animals had at least one microorganism isolated from its lower respiratory tract without presenting any clinical signs of respiratory character.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, Programa de Pós-Graduação em Saúde Animal, 2013.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:FAV - Mestrado em Saúde Animal (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/13263/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.