Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/12467
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_DonasCasaClasses.pdf134,32 kBAdobe PDFView/Open
Title: Donas de casa : classes diferentes, experiências desiguais
Other Titles: Housewives : different classes, unequal experiences
Authors: Santos, Luciana da Silva
Diniz, Gláucia Ribeiro Starling
Assunto:: Donas de casa
Mulheres
Mulheres - condições sociais
Issue Date: 2011
Publisher: Departamento de Psicologia da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro
Citation: SANTOS, Luciana da Silva; DINIZ, Gláucia Ribeiro Starling. Donas de casa: classes diferentes, experiências desiguais. Psicologia Clínica, Rio de Janeiro, v. 23, n. 2, 2011. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-56652011000200009&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt>. Acesso em: 6 mar. 2013. http://dx.doi.org/10.1590/S0103-56652011000200009
Abstract: Este artigo apresenta resultados de uma pesquisa de mestrado. Esta buscou mostrar a condição de mulheres de diferentes classes sociais que, nos dias atuais, se mantêm como donas de casa, indo na contramão do "novo" modelo feminino. Foram entrevistadas três mulheres donas de casa de diferentes classes sociais: baixa, média e alta. A análise do discurso das entrevistas gerou três categorias: (a) significado do trabalho doméstico, (b) condição feminina e vida privada e (c) satisfação e (des)valorização do trabalho doméstico. Concluiu-se que as desigualdades socioeconômicas entre as participantes contribuíram para as diferentes significações dadas ao trabalho doméstico e às experiências decorrentes. As falas das mulheres revelaram o peso da realidade socioeconômica na significação e no valor atribuído às suas funções e à condição feminina.
Abstract: This article presents results of a master degree research regarding the condition of women of different social classes who stay home as housewives, going apparently against the "new" female model. We interviewed three housewives from the following social classes: low, medium and high. Discourse analysis of the interviews appointed three categories: (a) the meaning of domestic labor; (b) feminine condition and private life; and (c) satisfaction and (or versus) (de)value (devaluation) of housework. The discourse of the women revealed the weight of the economic reality in the meaning and value they attributed to their functions and status as women.
Licença:: Psicologia Clínica - Todo o conteúdo do periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons (Atribuição 3.0 Não Adaptada (CC BY 3.0)). Fonte: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-56652011000200009&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt. Acesso em: 6 mar. 2013.
DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-56652011000200009
Appears in Collections:PCL - Artigos publicados em periódicos

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/12467/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.