Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/12249
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_JogoIntencionalidadeReconhecimentos.pdf14,3 MBAdobe PDFView/Open
Title: O jogo entre intencionalidades e reconhecimentos : pragmática jornalística e construção de sentidos
Authors: Motta, Luiz Gonzaga
Assunto:: Pragmática
Narrativa jornalística
Jornalismo - objetividade
Subjetividade
Issue Date: 2003
Publisher: Faculdade de Comunicação (FAC) da Universidade de Brasília (UnB)
Citation: MOTTA, Luiz Gonzaga. O jogo entre intencionalidades e reconhecimentos: pragmática jornalística e construção de sentidos. Comunicação e Espaço Público, Brasília. DF, ano 6, n. 1/2, p. 7-38, 2003. Disponível em: >http://www.fac.unb.br/site/images/stories/Posgraduacao/Revista/Edicoes/2003_revista.pdf>. Acesso em: 26 fev. 2013.
Abstract: O artigo argumenta que na comunicação jornalística está presente a contradição entre objetividade e subjetividade (logos e mitos): o jornalista procura garantir a adesão do seu inter-locutor através de um "contrato" que valoriza o referente; mas a negociação de sentidos varia segundo a retórica jornalística e os imaginários do leitor. Esse jogo de criação de sentidos pode ser observado entre as intencionalidades do emissor e as interpretações do destinatário. A antropologia literária e a teoria da recepção estética fornecem os subsídios teóricos e metodológicos para a análise pragmática e narratológica. Um papel central é atribuído à narrativa no estabelecimento de seqüências temporais que constroem sentidos de continuidade, vinculando presente, passado e futuro. Atenção especial é dedicada aos subgêneros jornalísticos (hard e soft news) na construção de diferentes graus de ficcionalidades e diferentes relações comunicativas. _____________________________________________________________________________________________________________ ABSTRACT
The article argues that there is a contradiction between objectivity and subjectivity (logos and myths) in the communicative process established by journalism: the journaHst tries to ensure its audience"s adhesion through a "contract" that values the referent; nevertheless, the negotia- tion of meanings varies according to journalistic rhetoric and readers' imaginary. Such game of meaning creation can be observed in the intentions of the sender and in the interpretations of receivers. Literary anthropology and the theory of aesthetic reception provide the theoretical and methodological framework for pragmatic and narrative analysis. A central role is given to narra- tive in establishing temporal sequences and in the construction of senses of continuity, linking present, past and future. Special attention is given to journalist genres (hard and soft news) in establishing different degrees of "ficcitionality" and different commimicative relations.
Licença:: Disponível sob Licença Creative Commons 3.0, que permite copiar, distribuir, transmitir o trabalho e fazer uso comercial, desde que o autor e licenciante seja citado. Não é permitida a adaptação desta
Appears in Collections:JOR - Artigos publicados em periódicos

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/12249/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.