Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/12247
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_NarrativaMediadaPermanencia.pdf155,87 kBAdobe PDFView/Open
Title: A narrativa mediada e a permanência da tradição : percurso de um anti-herói brasileiro
Other Titles: The mediated narrative and the permanence of the tradition : a course of a Brazilian anti-hero
Authors: Motta, Luiz Gonzaga
Assunto:: Narrativa
Interpretação semântica
Música - interpretação (Fraseado, dinâmica, etc.)
Issue Date: 2012
Publisher: Grupo de Estudos em Literatura Brasileira Contemporânea da Pós-Graduação em Literatura da Universidade de Brasí­lia
Citation: MOTTA, Luiz Gonzaga. A narrativa mediada e a permanência da tradição: percurso de um anti-herói brasileiro. Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea, Brasília, DF, n. 38, 2012. Disponível em: <http://seer.bce.unb.br/index.php/estudos/article/view/6700>. Acesso em: 26 fev. 2013.
Abstract: O artigo relata um exercício de análise da narrativa da musica “Faroeste caboclo”, composição de Renato Russo. O exercício aplica livremente os procedimentos propostos pelo narratólogo russo Vladimir Propp em um produto típico da indústria cultural para compreender a narrativa de um anti-herói brasileiro contemporâneo. O primeiro objetivo é observar se a proposta de Propp ainda é válida como processo básico de interpretação semântica de um produto da indústria cultural (de natureza comercial, diferente dos contos infantis nos quais o autor russo se baseou). Um segundo objetivo, mais denso, verifi ca se essa narrativa mediada guarda alguma identidade com o ciclo universal do herói e a natureza simbólica das narrativas tradicionais. Conclui que as narrativas mediadas não são menos autênticas: estão apenas ancoradas em novos suportes de comunicação. Permanecem como autênticos modelos dramáticos de experiência e de representação da vida. _______________________________________________________________________________________________________________ ABSTRACT
The article describes a narrative analysis of the song “Faroeste Caboclo”, written by the Brazilian composer Renato Russo. It freely applies the procedures proposed by the Russian narratologist Vladimir Propp in a typical product of the cultural industry to comprehend the narrative of a Brazilian modern anti-hero. The fi rst objective is to observe whether Propp proposals are still valid as procedures for semantic interpretation of a product of the cultural industry (which retain a commercial nature, different from children’s tales in which the Russian author based his procedures). The second objetive tests whether the mediated narrative still keeps an identity with the universal cycle of the hero and the symbolic nature of traditional narratives. The article concludes that mediated narratives are not less authentic: they have been reincorporated into new contexts and re-anchored in new communication supports. They still retain, however, the authentic dramatic models to represent human life.
Licença:: Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea é licenciada sob uma Licença Creative Commons (Atribuição-Não-comercial 3.0 Não Adaptada (CC BY-NC 3.0)). Fonte: http://seer.bce.unb.br/index.php/estudos. Acesso em: 27 fev. 2013.
Appears in Collections:JOR - Artigos publicados em periódicos

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/12247/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.