Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/12209
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2007_SuelmaRibeiroSilva.pdf4,09 MBAdobe PDFView/Open
Title: Ecologia de população e aspecto etnobotânicos de Dimorphandra gardneriana Tullasne (Leguminosae-Mimosaceae) na Chapada do Araripe, Ceará-CE
Authors: Silva, Suelma Ribeiro
Orientador(es):: Scariot, Aldicir Osni
Assunto:: Leguminosa - Ceará - ecologia
Issue Date: 26-Feb-2013
Citation: SILVA, Suelma Ribeiro. Ecologia de população e aspecto etnobotânicos de Dimorphandra gardneriana Tullasne (Leguminosae-Mimosaceae) na Chapada do Araripe, Ceará-CE. 2007. xi, 105 f., il. Tese (Doutorado em Ecologia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2007.
Abstract: Dimorphandra gardneriana é uma árvore da família Leguminosae de ampla distribuição no Cerrado Brasileiro. Na Chapada do Araripe, situada no sul do estado do Ceará, região que possui uma das poucas áreas preservadas de cerrado do nordeste, frutos de D.gardneriana são explorados há pelo menos 20 anos para obtenção de rutina, um bioflafonóide que desperta grande interesse da indústria farmacêutica. A atividade é uma importante fonte de renda, envolvendo homens, mulheres e crianças em comunidades residentes do entorno da Floresta Nacional do Araripe, gerando rendimento de cerca de meio salário mínimo. A colheita de frutos ocorre no período de maio a agosto. Em fevereiro inicia a frutificação, onde cada indivíduo produziu em média entre 254 a 123 frutos, com 1 a 14 sementes em cada fruto, as quais apresentam alto poder germinativo (acima de 60%). O crescimento inicial de raízes foi maior que o da parte aérea. Foi possível verificar que a sazonalidade climática influenciou a produção de frutos, com alternância entre anos, sendo a produtividade dos frutos influenciada pelo tamanho do indivíduo, onde árvores mais altas produziram maior quantidade de frutos. A sobrevivência dos indivíduos jovens foi significativamente diferente dos indivíduos adultos em uma das áreas estudadas. Entre as áreas também não foram verificadas diferenças significativas nos valores de sobrevivência. Populações exploradas de D. gardneriana apresentam altas taxas de regeneração, com exceção da área III. Populações de D. gardneriana não apresentam indícios de reprodução vegetativa, sendo sua reprodução dependente da germinação de sementes e estabelecimento de plântulas. Predação e ataque de fungos contribuíram para a baixa taxa de sobrevivência de sementes na natureza. Técnicas de manejo diferenciadas são utilizadas por extrativistas da região, afetando o crescimento de ramos e conseqüente produção de estruturas reprodutivas. O extrativismo de D. gardneriana consiste numa fonte de renda significativa para as comunidades extrativistas da Região da Chapada do Araripe. Ações de manejo deverão ser implementadas para que as populações naturais de D. gardneriana possam ser mantidas na Floresta Nacional do Araripe. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT
Dimorphandra gardneriana is a tree of the Leguminosae botanic family wich has a wide geographic distribution in the brazilian Cerrado. The fruits of D. gardneriana are harvested in the Chapada do Araripe, located at Ceará State, for at least 20 years caused by interests of pharmaceutical industries. Harvesting of gardneriana is an important income for men, women and children that live near the Araripe National Forest. The main objective of this study was to describe the ethnobotanical features and population ecology of Dimorphandra gardneriana in the Cerrado vegetation of the Araripe National Forest. A literature review on D. gardneriana is shown. The fruit harvest of D. gardneriana is from May to August and the mean production is from 254 to 123 fruits/tree. The fruits have from 1 to 14 seeds with high germination rates (above 60%). The root growth was bigger than the aerial stem growth. The climatic conditions could have an influence on fruit production. The fruit production was related to individual size and taller trees showed greater fruit production. Survival of the smaller trees was different from adults in one of the areas studied. There were no significant differences between areas in terms of survival rates. The economically exploited populations of D. gardneriana have high regeneration (large number of individuals in smaller sizes) except for area III. The observed D. gardneriana populations did not show indication of vegetative reproduction. The reproduction was based on seed germination and seedling establishment. Seed predation and fungal infection resulted in low seed survival in the study area. The local farmers who commercially use the tree use diverse management practices. These management practices affect branch growth and production of reproductive structures. Harvesting of D. gardneriana is an important income for farmers located at Chapada do Araripe and the different management practices should be taken into account for harvesting purposes.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Ecologia, Programa de Pós-Graduação em Ecologia, 2007.
Appears in Collections:ECL - Doutorado em Ecologia (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/12209/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.