Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/11250
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2012_CristinaMariaCostaLeite.pdf1,65 MBAdobe PDFView/Open
Title: O lugar e a construção da identidade : os significados construídos por professores de Geografia do ensino fundamental
Other Titles: The place and the construction of identity : the meanings constructed by teachers of elementary school geography
Authors: Leite, Cristina Maria Costa
Orientador(es):: Barbato, Silviane Bonaccorsi
Assunto:: Geografia - estudo e ensino
Geografia cultural
Identidade social
Issue Date: 20-Sep-2012
Citation: LEITE, Cristina Maria Costa. O lugar e a construção da identidade: os significados construídos por professores de Geografia do ensino fundamental. 2012. xvii, 222 f. Tese (Doutorado em Educação)—Universidade de Brasília, Brasília, 2012.
Abstract: Esta pesquisa assume que o conceito de lugar, categoria de análise do espaço geográfico, é adequado ao processo de escolarização em Geografia, nos anos iniciais, por possibilitar que as vivências da criança e de seu grupo social, se constituam conteúdos dessa área do conhecimento e, em consequência, fomentem reflexão sobre a realidade. Nessa perspectiva, o conceito de lugar possibilita a valorização do que é particular, específico, singular, para a criança, bem como gera a possibilidade de reafirmação de seus valores, histórias de vida, memória familiar, grupo social e cultura. Tal premissa, aplicada ao caso do Distrito Federal e em particular ao 4º ano do Ensino Fundamental, quando os conteúdos de Geografia orientam-se ao estudo do município, apresenta-se problemática em virtude da especificidade político-administrativa deste território, cuja maioria das cidades apresenta a constituição de sua história fortemente vinculada à Capital Federal. Assim, o objetivo geral desta investigação é analisar como o Ensino de Geografia, por meio do lugar, contribui para a construção da identidade do indivíduo. Para isso esta pesquisa analisa os significados construídos pelos professores sobre o lugar de seus alunos, a partir de uma das cidades que compõem o Distrito Federal, o Gama, sede da Região Administrativa II, por meio de narrativas de professoras da Rede Pública de Ensino e dos livros didáticos utilizados em suas aulas de Geografia, consideradas ferramentas mediacionais. A suposição geral que conduz essa investigação é que o Gama não é o lugar de referência para a construção da identidade do indivíduo e que os elementos deste lugar, aqueles conhecidos e concretos para as crianças, além de pouco explorados são substituídos por Brasília. Os resultados obtidos pela classificação dos dados referentes às falas de professores e seus livros didáticos, indicaram a hegemonia identitária de Brasília sobre o Gama, a negação do próprio lugar de vida de sua população como referencial para a valorização e legitimação de sua identidade cultural, atestando as contradições e equívocos desse processo de formação e, por conseguinte, a ratificação de conflitos. Por outro lado os resultados evidenciaram que, mesmo assim, o Gama dispõe de uma identidade particular que se revela nas mediações pelo lugar e que se mantém e se consolida concomitantemente à ratificação da identidade brasiliense. Tal fato origina uma identidade ambivalente que se vincula ao Gama ou a Brasília, de acordo com distintas e variadas situações, expressando o caráter aberto, instável e híbrido das identidades no contexto contemporâneo e ainda, uma evidente tensão entre as comunidades que habitam e circulam pelo território do DF. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT
This research assumes that the concept of place, a geographical space category of analysis, is appropriate to the educational process in Geography in the early years, by enabling the experiences of the child and his social group, constitute contents of this area of knowledge and consequently promote reflection of the reality. From this perspective, the concept of place allows the recovery of what is particular, specific, unique to the child, as well as creating the possibility of reaffirming their values, life stories, family memories, social group and culture. This assumption, applied to the Federal District and in particular the 4th year of elementary school, when the contents of Geography guide to the study of the city, has become problematic due to the specific political and administrative structure of the territory, most of whose cities show their formation strongly linked to the history the Federal Capital. Thus, the overall goal of this research is to analyze how the teaching of geography, through place, contributes to the construction of the individual's identity. To this end this research analyzes the meanings constructed by teachers on the place of his students, from one of the cities that make up the Federal District, Gama, core of Administrative Region II, through the narratives of teachers from Public School and the textbooks used in their geography lessons, considered mediational tools. The general supposition leading this investigation is that Gama is not the place of reference for the construction of the individual's identity and that the elements of this place, those known and specific to children, and little explored are replaced by Brasilia. The results obtained by classifying the speech of the teachers and their textbooks indicated the dominance of identity on the range of Brasilia, the denial of their own place of living as a reference for the value and legitimacy of their cultural identity, attesting the contradictions and misunderstandings related to the education process and therefore the ratification of conflicts. On the other hand the results showed that, even so, Gama has a particular identity that is revealed in the mediation and that the place is kept and strengthened concurrently to the ratification of the “brasiliense” identity. This fact causes an ambivalent identity that links to Gama or Brasilia, according to different and varied situations, expressing openness, unstable and hybrid identities in the contemporary context and also a clear tension between the communities that live and roam the territory of the DF.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2012.
Appears in Collections:FE - Doutorado em Educação (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/11250/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.