Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/10546
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_NormaLinguisticaHibridismo.pdf314,42 kBAdobe PDFView/Open
Title: Norma linguística, hibridismo & tradução
Other Titles: Norme linguistique, hibridisme & traduction
Authors: Bagno, Marcos
Assunto:: Tradução e interpretação
Linguagem e línguas
Hibridização linguística
Terminologia
Issue Date: May-2012
Publisher: Programa de Pós-Graduação em Estudos da Tradução - POSTRAD, da Universidade de Brasília - UnB
Citation: BAGNO, Marcos. Norma linguística, hibridismo & tradução. Traduzires, v. 1, n. 1, 2012. Disponível em: <http://seer.bce.unb.br/index.php/traduzires/article/view/6652/5368>. Acesso em: 22 maio 2012.
Abstract: O conceito de norma linguística desde sempre oscila entre uma perspectiva do normal e uma perspectiva do normativo. A primeira é de interesse da sociolinguística e das práticas descritivas da língua; a segunda é o foco de atenção da gramática normativa e das práticas prescritivas. Na sociedade brasileira contemporânea, no entanto, essa separação se torna cada vez mais instável e difuso, dando origem de fato a normas híbridas, em que se confundem prescrições tradicionais e representações do normativo por parte dos diferentes falantes. Nos processos sociais de tradução, essa hibridização fica patente nas diferentes normas que incidem sobre um texto traduzido desde sua produção pelo tradutor até sua impressão definitiva e chegada ao mercado. Entre esses dois polos, diversos agentes normativos interferem na tradução, muitas vezes em franca oposição às opções iniciais do tradutor. ______________________________________________________________________________________ RÉSUMÉ
Le concept de norme linguistique a toujours oscillé entre les perspectives du normal et du normatif. La première interesse la sociolinguistique et les pratiques descriptives des langues; la seconde fait l’objet de la grammaire normative et des pratiques prescriptive. Dans la société brésilienne contemporraine, cependant, cette séparation devient de plus en plus instable et est ainsi à l’origine de normes hybrides où les différents parlants tendent à confondre les prescriptions traditionnelles et les représentations du normatif. Dans les processus sociaux de la traduction, cette hybridisation se reflète dans les différentes normes qui inscident sur le texte traduit, dès sa production par le traducteur jusqu’à son impression définitive et son arrivée dans le marché des libraires. Entre ces deux pôles, divers agents normatifs interviennent dans la traduction, très souvent en opposition par rapport aux options premières du traducteur.
Licença:: Traduzires - é licenciada sob uma Licença Creative Commons (Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0). Fonte: http://seer.bce.unb.br/index.php/traduzires/article/view/6652. Acesso em: 22 maio 2012.
Appears in Collections:LET - Artigos publicados em periódicos

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/10546/statistics">



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons