Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/10406
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2011_CarlosEnriqueUribeValencia.pdf2,86 MBAdobe PDFView/Open
Title: Correlatos eletroencefalográficos dos processos de codificação e reconhecimento num teste de memória emocional
Authors: Valencia, Carlos Enrique Uribe
Orientador(es):: Tomaz, Carlos Alberto Bezerra
Assunto:: Memória
Emoções
Testes psicológicos
Issue Date: 10-May-2012
Citation: VALENCIA, Carlos Enrique Uribe. Correlatos eletroencefalográficos dos processos de codificação e reconhecimento num teste de memória emocional. 2011. 100 f., il. Tese (Doutorado em Ciências da Saúde)—Universidade de Brasília, Brasília, 2011.
Abstract: O conteúdo e o contexto emocional facilitam a memória declarativa por meio da modulação dos mecanismos de codificação e evocação da informação. Durante a codificação, estudos neurofisiológicos têm mostrado consistentemente o efeito de memória subsequente nas oscilações Teta e Gama para estímulos visuais em geral, e em janelas de tempo com latências superiores a 300 ms nos potenciais relacionados a eventos para estímulos visuais de conteúdo emocional em particular. No entanto, os efeitos do contexto emocional sobre a memória permanecem inexplorados. A hipótese é que as oscilações eletroencefalográficas Teta e Gama devem mostrar maior atividade evocada e induzida durante a codificação e o reconhecimento de estímulos visuais associados a contexto emocional. Assim, no presente estudo, registraram-se os potenciais evocados durante a execução de um teste auditivo-visual de memória emocional de 26 voluntários usando um arranjo de 21 eletrodos no escalpo. Considerou-se como evento referência a apresentação dos estímulos visuais durante a sessão de codificação e reconhecimento. Calcularam-se os potenciais relacionados a eventos e as perturbações espectrais relacionadas a eventos em cada voluntário, além dos desempenhos comportamentais nos testes de recordação e reconhecimento. Os resultados obtidos demonstram que o contexto emocional facilitou a memória declarativa. Durante a codificação o contexto emocional induziu diferenças nos potenciais e nas perturbações espectrais relacionadas a eventos. O potencial relacionado a eventos mostrou um componente negativo mais acentuado na região anterior bilateral entre 80 e 140 ms. A atividade Teta foi maior no hemisfério esquerdo entre -50 e 300 ms. A atividade Gama evocada e induzida mostrou uma distribuição que se sobrepôs parcialmente à atividade Teta. Durante a sessão de reconhecimento, diferenças nos potenciais e perturbações espectrais apareceram novamente. O contexto emocional mostrou efeito em três janelas de tempo (200, 400 e 800 ms) dos potenciais relacionados a eventos. As oscilações Teta, Beta e Gama também apresentaram aumento durante o reconhecimento de estímulos associados a contexto emocional, principalmente nas latências em torno de 200 e 500 ms. Estes resultados sugerem que a facilitação da memória declarativa pelo conteúdo e pelo contexto emocional depende de processos eletrofisiológicos similares. É discutida a possível participação de mecanismos de controle top-down durante a codificação e o reconhecimento dos estímulos visuais. A análise tempo/frequência mostrou ser vantajosa no estudo da atividade relacionada a eventos comparada aos métodos de análise tradicionais. Os resultados do presente estudo aportam novas evidências a respeito do processamento dos estímulos relevantes do ambiente por parte do sistema de memória declarativa. Finalmente discutem-se as limitações do estudo e propõem-se diretrizes de trabalhos futuros. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT
Emotional content/context enhances declarative memory through modulation of encoding and retrieval mechanisms. At encoding, neurophysiological studies have consistently demonstrated the subsequent memory effect in theta and gamma oscillations for visual stimuli in general, and in time windows with latencies higher than 300 ms in the event-related potentials for visual stimuli with emotional content particularly. Nonetheless, the effects of emotional context on memory are still unexplored. The hypothesis is that theta and gamma oscillations should show higher evoked/induced activity during the encoding of visual stimuli associated with emotionally arousing context. Therefore, in the present study, the event-related potentials during the performance of an audio-visual test of emotional memory were recorded from 26 healthy volunteers using a 21 scalp electrodes montage. Visual stimulus onset was used as the time-locking event. Grand-averages of the evoked potentials and event-related spectral perturbations were calculated for each volunteer, in addition to behavioral performance on the recall and recognition tests. The results show that emotional context facilitated the declarative memory. At encoding, emotional context induced differences in potentials and event-related spectral perturbations. Event-related potentials showed a deeper negative deflection from 80 to 140 ms bilaterally at anterior locations. Theta activity was higher in the left hemisphere from -50 to 300 ms. Evoked and induced gamma activity displayed a spatial distribution that partially overlapped with the theta activity. During the recognition session, differences in event-related potentials and spectral perturbations appeared again. The emotional context effect was found in three time windows (200, 400 and 800 ms) of the event-related potentials. Theta, Beta and Gamma oscillations also increased during the recognition of stimuli associated with emotional context, especially at latencies around 200 and 500 ms. These results suggest that declarative memory enhancement for both emotional content and emotional context is supported by similar electrophysiological mechanisms. The possible involvement of top-down control mechanisms at both encoding and recognition of visual stimuli is discussed. Time/frequency analysis proved to be advantageous for the study of event-related activity when compared to the traditional methods of analysis. The results found here add new evidence about the processing of relevant stimuli from the environment by the declarative memory system. Finally, limitations of the present study are discussed and proposals for future work are presented.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde, 2011.
Appears in Collections:FS - Doutorado em Ciências da Saúde (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/10406/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.