Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/9986
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2011_AnaLourdesArraisAlencarMota.pdf1,78 MBAdobe PDFView/Open
Title: Fatores de risco para brucelose bovina no Brasil
Authors: Mota, Ana Lourdes Arrais de Alencar
Orientador(es):: Gonçalves, Vitor Salvador Picão
Assunto:: Veterinário
Saúde animal
Brucelose em animais
Bovino - doenças
Issue Date: 17-Feb-2012
Citation: MOTA, Ana Lourdes Arrais de Alencar. Fatores de risco para brucelose bovina no Brasil. 2011. 73 f., il. Dissertação(Mestrado em Saúde Animal)-Universidade de Brasília, Brasília, 2011.
Abstract: A Brucelose Bovina é uma doença infecciosa causada pela Brucella abortus, que causa problemas reprodutivos que afetam a produção pecuária. Entre 2001 e 2004, foram realizados estudos de prevalência e fatores de risco para essa enfermidade com o objetivo de descrever melhor a situação epidemiológica de 14 unidades federativas (UF) do Brasil. Os resultados publicados de prevalência revelaram grande heterogeneidade da situação da brucelose entre as diversas áreas estudadas. A partir da junção de todas as observações estaduais, dados de 17.100 rebanhos foram consolidados e submetidos à análise estatística. Após uma análise exploratória das variáveis por meio do teste do qui-quadrado, procedeu-se a regressão logística com todas aquelas que apresentaram um p≤0,20. O modelo logístico final revelou que as principais variáveis associadas à presença de brucelose são a compra de reprodutores e a quantidade de fêmeas na propriedade. O risco de infecção, estimado indiretamente pelo Odds Ratio, para os rebanhos que compravam reprodutores foi de 1,25 [IC 95%: 1,12 – 1,40] e o número de fêmeas no rebanho aumentou o risco de infecção, tendo como base os rebanhos com menos de 30 fêmeas, em 1,94[1,68 – 2,23] para os rebanhos com 31 a 100 fêmeas, 2,98 [2,55 – 3,49] para aqueles com 101 a 400 fêmeas, e 5,56 [4,53 – 6,82] para rebanhos com mais de 400 fêmeas. Este resultado reforça a idéia, já sugerida pelos estudos de prevalência, de que os sistemas de produção pecuária mais extensivos, caracterizados por grandes rebanhos e intenso fluxo de novos animais, estão mais expostos à introdução e manutenção da brucelose bovina, o que poderá explicar a alta prevalência encontrada em estados da região centro-oeste, assim como em algumas regiões vizinhas. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT
Bovine brucellosis is an infectious disease caused by Brucella abortus, which causes reproductive problems with negative impact on livestock production. Between 2001 and 2004, studies of prevalence and risk factors associated with this disease were carried out to characterize the epidemiological situation of 14 Brazilian states. The published results revealed important differences in prevalence of brucellosis among several regions. Data from 17100 herds were consolidated and statistically analyzed for the investigation of risk factors at the herd-level. After an exploratory analysis of variables by the chi-square test, all variables with a p ≤ 0.20, were included in a multiple logistic regression model. The final logistic model revealed that the herd traits associated with the presence of brucellosis were the increasing number of females in the herd and the purchase of breeding cattle. The risk of infection, indirectly estimated by the Odds Ratio, was 1.25 higher [95% CI: 1.12 - 1.40] at farms that purchase introduce breeding cattle. The number of females in the herd also increased the Odds Ratio. Compared with the baseline category, those herds with less than 30 females, the Odds Ratio was 1.94 [1.68 - 2.23] for herds with 31 to 100 females, 2.98 [2.55 - 3.49] for those with 101 to 400 females, and 5.56 [4.53 - 6.82] for herds with more than 400 females. This result reinforces the conclusion, already suggested by the prevalence studies, that open herds that frequently buy new breeding stock, as well as larger herds, which are mostly dedicated to extensive beef, have higher probability of introduction and maintenance of bovine brucellosis. This is likely to account for the high herd prevalence found in the states of the Midwest and neighbouring regions.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, 2011.
Appears in Collections:FAV - Mestrado em Saúde Animal (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/9986/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.