Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/9843
Título: O cultivo da cana-de-açúcar no estado de Alagoas : uma análise comparativa dos efeitos da mecanização no estado de São Paulo
Autor(es): Santos, Sergio Silva dos
Orientador(es): Wehrmann, Magda Eva Soares de Faria
Assunto: Cana-de-açúcar - cultivo - Alagoas (AL)
Agricultura - mecanização - São Paulo (Estado)
Sustentabilidade
Produtividade agrícola
Data de publicação: 11-Jan-2012
Data de defesa: 17-Jun-2011
Citação: SANTOS, Sérgio Silva dos. O cultivo da cana-de-açúcar no estado de Alagoas: uma análise comparativa dos efeitos da mecanização no estado de São Paulo. 2011. 103 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Desenvolvimento Sustentável)—Universidade de Brasília, Brasília, 2011.
Resumo: A relação entre a mecanização da colheita da cana-de-açúcar e seus impactos sociais já foi tema de diversos trabalhos. Contudo, entender os efeitos da introdução de uma nova tecnologia sobre um meio social tão frágil quanto o canavieiro ajuda no planejamento de ações e políticas públicas. Este trabalho tem por objetivo identificar os possíveis efeitos da mecanização da colheita da cana-de-açúcar no estado de Alagoas sob o ponto de vista da mecanização implementada no estado de São Paulo, considerando as diferenças edafoclimaticas e de formação do setor canavieiro em cada estado. Por meio de pesquisa bibliográfica, buscou-se identificar as características do modelo de produção de açúcar e álcool e o histórico da exploração da cana-de-açúcar no Brasil, em São Paulo e Alagoas. A partir de dados sobre as colheitas da cana-de-açúcar, produção e consumo de açúcar e álcool e área de plantio procurou-se identificar a demanda de cana-de-açúcar e a necessidade de expansão de área para o aumento da produção nos estados de São Paulo e Alagoas. A partir dos dados sobre a mecanização no estado de São Paulo e o perfil do plantador de cana-de-açúcar do estado de Alagoas, pode-se concluir que os impactos sobre a mão-de-obra no estado de Alagoas, em comparação com a política de mecanização adotada em São Paulo, seriam percentualmente maiores considerando que o trabalhador alagoano teria maior dificuldade de ser realocado no mercado de trabalho. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT
The relationship between the mechanized harvesting of sugarcane and their social impacts has been the subject of several works. However, understanding the effects of introducing a new technology on a social environment as fragile as sugarcane farming helps on planning and introducing new public policies. This work aims to identify the possible effects of mechanized harvesting of sugarcane in the state of Alagoas in the view of the mechanization implemented in the state of Sao Paulo, considering the differences of soil, climate and knowledge about sugarcane industry in each state. Through an extensive literature research, we seek to identify the production model for sugar and alcohol and the history of the exploitation of sugarcane in Sao Paulo and Alagoas states and Brazil. Based on data of harvests of sugarcane, production and consumption of sugar and alcohol, we were able to identify the demand for sugarcane plantation expansion areas to increase production in the states of Sao Paulo and Alagoas. From the data on the mechanization in the state of Sao Paulo and the profile of the planter of sugarcane from Alagoas, we can conclude that the impact on manpower in the state of Alagoas in comparison to the policy adopted in mechanization Sao Paulo percentage would be higher considering that the worker from Alagoas would have greater difficulty for reallocation in the labor market.
Descrição: Dissertação (mestrado)-Universidade de Brasília, Centro de Desenvolvimento Sustentável, 2011
Aparece nas coleções:CDS - Mestrado Profissional em Desenvolvimento Sustentável: Política e Gestão de Ciência e Tecnologia (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2011_SergioSilvadosSantos.pdf3,05 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.