Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/9628
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2011_JoseAlfredoLacerdaJesus.pdf3,62 MBAdobe PDFView/Open
Title: Condutância da pele como indicador de dor aguda no recém-nascido : estudo comparativo com frequência cardíaca, saturação de oxigênio e escalas comportamentais de dor
Authors: Jesus, José Alfredo Lacerda de
Orientador(es):: Campos Júnior, Dioclécio
Assunto:: Dor
Recém-nascidos
Issue Date: 29-Nov-2011
Citation: JESUS, José Alfredo Lacerda de. Condutância da pele como indicador de dor aguda no recém-nascido : estudo comparativo com frequência cardíaca, saturação de oxigênio e escalas comportamentais de dor. 2011. 60 f., il. Tese(Doutorado)-Universidade de Brasília, Brasília, 2011.
Abstract: Objetivos: Comparar os escores da atividade de condutância da pele (ACP), da frequência cardíaca (FC) máxima, da saturação de oxigênio (SATO2) mínima, e das escalas comportamentais de dor Neonatal Facial Coding System (NFCS), Neonatal Infant Pain Scale (NIPS) e COMFORT modificada frente a um estímulo doloroso agudo, e se eles preenchem os parâmetros psicofísicos de um marcador de dor (intensidade, reatividade, direção, regulação e inclinação). Método: Estudo longitudinal prospectivo com 41 recém-nascidos de termo saudáveis. As medidas estudadas foram: FC máxima e SATO2 mínima; variáveis da ACP: número de ondas por segundo (NOps) e área sob a curva das ondas (ASC); escores das escalas comportamentais de dor acima citadas. Os escores foram obtidos em períodos rotulados como antes, durante e após uma punção do calcanhar. Resultados: A intensidade entre os períodos foi significante para o NOps (p<0,01), ASC (p<0,05), FC máxima (p<0,01), SATO2 mínima (p<0,01), NFCS (p<0,01), NIPS (p<0,01) e COMFORT modificada (p<0,01). A reatividade e a direção foram significantes para todas as variáveis (todas p<0,01), exceto para ASC (p>0,05). O parâmetro regulação foi significante para as variáveis NOps (p<0,01), ASC (p<0.05), FC máxima (p<0,01), SATO2 mínima (p<0,01) e para todas as escalas comportamentais de dor (p<0,01). A inclinação foi significativamente estatística para a SATO2 mínima e as escalas comportamentais de dor NIPS e COMFORT modificada (p<0,05). Não foi encontrada correlação entre os níveis de ACP e os escores das demais variáveis estudadas. Conclusões: As respostas da ACP, da FC máxima, da SATO2 mínima e das escalas comportamentais de dor NFCS, NIPS e COMFORT modificada são similares em eventos dolorosos em recém-nascidos. Todas as variáveis estudadas preenchem os parâmetros psicofísicos de um marcador de dor e servem como medidas válidas para o seu diagnóstico, devendo ser usadas de acordo com as necessidades do contexto. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT
Objectives: To compare the scores of the skin conductance activity (SCA), maximum heart rate (HR), minimum oxygen saturation (OS), and Neonatal Facial Coding System (NFCS), Neonatal Infant Pain Scale (NIPS) and modified COMFORT behavioral pain scales front to painful stimulus, and if they fit the psychophysical parameters to a pain marker (intensity, reactivity, direction, regulation and slope). Method: Observational prospective study including 41 healthy full term newborns. The measurements studied were: the maximum HR and the minimum OS; the SCA variables: number of waves per second (NWps) and relative area under the curve of waves (AUC); the scores of behavioral pain scales cited above. The measurements were performed in periods labeled before, during, and after a heel prick. Results: The values measured for intensity between periods was significant for the NWps (p<0.01), AUC (p<0.05), maximum HR (p<0.01), minimum OS (p<0.01), NFCS (p<0.01), NIPS (p<0.01) and modified COMFORT (p<0.01). Also, the reactivity and direction were significant for all variables (all p<0.01), except to AUC (p>0.05). The regulation parameter was significant for the variables NWps (p<0.01), AUC (p<0.05), maximum HR (p<0.01), minimum OS (p<0.01), and to all behavioral pain scales (p<0.01). The slope was statistically significant for the minimum OS, and to NIPS and modified COMFORT scales (p<0.05). There was not significantly correlation among the SCA scores and the scores of all others variables. Conclusions: It was concluded that the responses of the SCA, maximum HR, minimum OS, and NFCS, NIPS and modified COMFORT behavioral pain scales are similarly in painful events, that they fit the psychophysical parameters of a pain marker and serve as valuable measures for pain diagnostic working the use in accordance with the needs of the context.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Programa de Pós-Graduação em Ciências Médicas, 2011.
Appears in Collections:FMD - Doutorado em Ciências Médicas (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/9628/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.