Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/9624
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2011_JulianaGuedesAlmeida.pdf466,23 kBAdobe PDFView/Open
Title: Consenso intragrupo : antecedentes da força do clima
Authors: Almeida, Juliana Guedes
Orientador(es):: Puente-Palacios, Katia Elizabeth
Assunto:: Grupos de trabalho
Psicologia organizacional
Ambiente de trabalho - aspectos psicológicos
Issue Date: 29-Nov-2011
Citation: ALMEIDA, Juliana Guedes. Consenso intragrupo: antecedentes da força do clima. 2011. 116 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia Social do Trabalho e das Organizações)-Universidade de Brasília, Brasília, 2011.
Abstract: A força do clima organizacional pode ser entendida como a similaridade com a qual membros de uma equipe percebem seu ambiente de trabalho. Buscando entender porque as percepções acerca do clima variam, os estudos sobre antecedentes da força do clima se organizam em três perspectivas principais: a interacionista, a de características demográficas da equipe e a de relacionamento líder-membro. Enfatizando que a interação entre os membros fomenta o consenso nas percepções acerca do ambiente de trabalho, a primeira perspectiva é a que norteia o presente estudo. Entretanto, pondera-se que o impacto da interação no consenso não é direto. O objetivo desta pesquisa foi investigar em que medida o vínculo positivo com a equipe (satisfação) fortaleceria a relação entre a interação com os colegas de trabalho e a força do clima. Entendida como interação social, a variável antecedente investigada foi a interdependência de resultados. O clima é um contruto multidimensional e, dessa forma, cinco dimensões compuseram a força do clima (FC):Inovação, Reconhecimento, Relacionamento, Desempenho e Autonomia. As análises foram realizadas no nível da equipe. A amostra foi formada por 163 equipes, compostas por 1.014empregados. Apesar da interdependência de resultados ter se confirmado como antecedente das dimensões FC Inovação e FC Reconhecimento, o papel moderador da satisfação não foi corroborado. Tendo os resultados sugerido uma mediação, análises de regressão apontaram que a satisfação medeia parcialmente a relação entre interdependência de resultados e FCR e conhecimento e totalmente tendo a FC Inovação como variável critério. Os resultados e implicações práticas são discutidos à luz da literatura. _________________________________________________________________________________________________ ABSTRACT
Organizational climate strength can be understood as the level of agreement in the perception of a work environment by the members of a team. Aiming to understand why perceptions of climate vary, studies on climate strength antecedents are organized within three main perspectives: the interactionist, the one that considers demographic characteristics of the team and the one which deals with leader-member relationship. Having in mind that the emphasis on interaction among members fosters a consensus of the work environment perceptions, the first perspective was thus chosen to guide this study. Nevertheless, it still must be pondered that the impact of interaction is not a direct one. The purpose of this study was to investigate to what extent the positive link with the team(satisfaction) strengthens the relation between interaction among work colleagues and climate strength. Understood as social interaction, the antecedent variable investigated was goal interdependence. Since climate is a multidimensional construct, five dimensions were found to form the climate strength (CS): Innovation, Recognition, Relationship, Performance and Autonomy. The analyses were carried on in the team level. The sample was formed by 163 teams, comprehending 1,014 employees. Despite confirming goal interdependence as an antecedent of CS dimensions of Innovation and Recognition, the moderating role of satisfaction was not corroborated. With the results suggesting a mediation, regression analyses pointed that satisfaction mediates partially the relation between goal interdependence and Recognition CS, while promoting a total mediation in what concerns Innovation CS as a criterion variable. The results and practical implications are discussed in light of the literature.
Description: Dissertação (mestrado)-Universidade de Brasília, Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações, 2011.
Appears in Collections:PSTO - Mestrado em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/9624/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.