Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/9402
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2011_EsdrasMartinsJunior.pdf1,29 MBAdobe PDFView/Open
Title: Filmes de cidadania : problematizando o ensino de ciências por meio da educomunicação
Authors: Martins Júnior, Esdras
Orientador(es):: Bizerril, Marcelo Ximenes Aguiar
Assunto:: Educação ambiental
Recursos audiovisuais
Vídeos educativos
Ciências - estudo e ensino
Issue Date: 7-Oct-2011
Citation: MARTINS JÚNIOR, Esdras. Filmes de cidadania: problematizando o ensino de ciências por meio da educomunicação. 2011. 134 f. Dissertação(Mestrado em Ensino de Ciências)-Universidade de Brasília, Brasília, 2011.
Abstract: O sistema educacional brasileiro precisa de novas propostas metodológicas para a melhoria da sua qualidade. No ensino de ciências, por sua vez, além dos conhecimentos teóricos, torna-se importante a fusão das tecnologias com a interdisciplinaridade curricular. Desta forma, contra a educação bancária, e para que a ciência se consolide ainda mais legítima à sociedade, é importante explorar, também, a abordagem ciência-tecnologia-sociedade (CTS) em sintonia com os princípios da educação ambiental (EA). O presente estudo investiga a dinâmica da interação escola e comunidade por meio da educomunicação, avaliando as intervenções dos alunos de uma escola pública de ensino médio na análise de questões socioambientais, oriundas do contexto da sua própria comunidade, por meio da elaboração de vídeos. Durante seis meses, jovens de uma escola da periferia de Brasília foram convidados a produzir vídeos a respeito de questões ambientais locais a partir de dez grupos mistos de professores, estudantes, funcionários da escola e membros da comunidade, e a partir da implantação de um Laboratório de Educomunicação na escola. O projeto foi muito bem avaliado pelos participantes, que destacaram como pontos positivos o interesse em participar, o tratamento de temas do cotidiano, o desenvolvimento do espírito crítico e a integração do grupo. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT
The Brazilian educational system needs new methodological proposals for improving its quality. In science education, in turn, in addition to theoretical knowledge, it is important to merge the communication technologies with interdisciplinary curriculum. Thus, against the banking education, and that science becomes even more legitimate to society is important to explore science-technology-society (STS) approach in line with the principles of environmental education (EE). This study focuses on investigating the dynamics of interaction between schools and community through educational communication, evaluating the interventions of public school students from of high school in the analysis of environmental issues, originating from the context of their own community, through the development of videos. The project was developed in a Brasilia periphery school with low income students, which were invited to create videos about local environment using cell phones and common cameras. The students and the other participants, as teachers and community members, approved this methodology of environmental communication, mainly because of the participatory process.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências, 2011.
Appears in Collections:IQ - Mestrado Profissionalizante em Ensino de Ciências (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/9402/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.