Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/9237
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2011_CarolineJerke.pdf889,05 kBAdobe PDFView/Open
Title: Distribuição do carbono orgânico em solo sob plantio direto, em função de fontes e modos de aplicação de fertilizantes fosfatados
Other Titles: Distribution of organic carbon in soil under no-till system, with different sources and management of phosphorus fertilizers
Authors: Jerke, Caroline
Orientador(es):: Goedert, Wenceslau J.
Assunto:: Adubos e fertilizantes
Solos - qualidade
Cerrados
Solos - análise
Issue Date: 15-Sep-2011
Citation: JERKE, Caroline. Distribuição do carbono orgânico em solo sob plantio direto, em função de fontes e modos de aplicação de fertilizantes fosfatados. 2011. xii, 70 f. Dissertação (Mestrado em Agronomia)-Universidade de Brasília, Brasília, 2011.
Abstract: Um dos atributos mais utilizados para a verificação da qualidade é o carbono orgânico do solo, pois é facilmente mensurável, permite monitoramento de mudanças a médio e longo prazo e relaciona-se com propriedades físicas, químicas e biológicas do solo. Objetiva-se com este trabalho, verificar a distribuição horizontal e vertical do carbono orgânico no solo sob dois modos (a lanço em superfície e no sulco de semeadura), duas fontes de fertilizante fosfatado (superfosfato triplo e fosfato natural reativo) e sem a adição de fósforo e verificar a relação do carbono orgânico com o fósforo inorgânico no solo. A área foi estabelecida sob plantio direto por oito anos, cultivando-se milho e soja, a mucuna foi utilizada na abertura da área e o milheto como planta de cobertura de inverno durante sete anos. A verificação da distribuição do carbono orgânico do solo foi utilizada amostragem com sete colunas distanciadas 12,5 cm umas das outras, dispostas perpendicularmente à linha de plantio, sendo a coluna central localizada na linha de plantio de milho (última cultura antes da amostragem) até 37,5 cm em direção à entrelinha (à direita e à esquerda), cada coluna com cinco camadas de profundidade (0 - 2,5; 2,5-5; 5-10; 10-20; 20-30 cm). Observou-se grande significância da distribuição vertical do carbono orgânico e diferença na distribuição vertical de cada tratamento, principalmente comparando tratamentos com e sem adubação fosfatada. Há diferença na distribuição horizontal do carbono orgânico, concentrando-se na linha de plantio do milho, até a profundidade de 10 cm, abaixo desta, não há diferença nos teores de carbono orgânico. Os maiores teores de carbono orgânico no solo foram observados nas camadas mais superficiais, exceto no tratamento sem adubação fosfatada, cujos teores não são estatisticamente diferentes até 10 cm de profundidade. A relação entre o fósforo inorgânico e o carbono orgânico demonstrou-se positiva de modo que o fósforo inorgânico do solo interfere positivamente no acúmulo de carbono orgânico do solo até 170 ppm, a partir deste valor o carbono orgânico estabiliza-se em alcançando o limite de 19,5 g kg-1. ________________________________________________________________________________________ ABSTRACT
One of the attributes more utilized for the verification of soil quality is the soil organic carbon, because is easily measurable, permits monitoring of changes on medium and long time and relates with biological, chemical and physical properties of soil. The aim of with this paper is evaluate the vertical and horizontal distribution of soil organic carbon under two forms of application (in sowing furrow or in the surface), under two phosphate fertilizers (triple superphosphate or reactive natural phosphate) and without addition of phosphates fertilizers and verify the relation of the inorganic phosphorus with the soil organic carbon. The area was established under no-tillage system by eight years, cultivating corn and soybean, mucuna was used to open the area and milheto as used like winter cover plant during seven years. The verification of the distribution of soil organic carbon utilized a methodology of sample with seven columns distant 12.5 cm some of the other, perpendicularly to the line of plantation, the central column located in the corn plantation line (last culture before of the sample) to 37.5 cm of distance (right and left), each column with five layers of depth (0 - 2.5; 2,5-5; 5-10; 10-20; 20-30 cm). The results observed showed statistic significance of vertical distribution of soil organic carbon and a difference in the vertical distribution of each treatment, mainly comparing treatments with phosphate fertilizer and without application of phosphates. The difference of horizontal distribution of soil organic carbon, concentrating in the line of plantation of the corn, in 10 cm up to depth. The biggest contents of soil organic carbon were observed in the most superficial layers, except in the treatment without phosphate fertilizers, whose contents do not be statistic difference to 10 cm of depth. The relation between the inorganic phosphorus and the soil organic carbon showed itself positive and interferes positively in the accumulation of soil organic carbon.
Description: Dissertação (mestrado)-Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, 2011.
Appears in Collections:FAV - Mestrado em Agronomia (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/9237/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.