Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/8894
Título: Reabilitação de pessoas com lesão medular : relevância, aplicações e desafios relacionados ao uso da internet
Autor(es): Rodrigues, Maira Pinto Cauchioli
Orientador(es): Araújo, Tereza Cristina Cavalcanti Ferreira de
Assunto: Psicologia da saúde
Ferimentos e lesões - tratamento
Internet
Medula espinhal - ferimentos e lesões
Data de publicação: 3-Jul-2011
Data de defesa: 2011
Referência: RODRIGUES, Maira Pinto Cauchioli. Reabilitação de pessoas com lesão medular: relevância, aplicações e desafios relacionados ao uso da internet. 2011. xiii, 138 f. Dissertação (Mestrado em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde)-Universidade de Brasília, Brasília, 2011.
Resumo: O uso da internet tem transformado o contexto econômico, cultural e social, e suas repercussões representam um fenômeno a ser investigado e compreendido por diversas áreas do conhecimento. Na área da saúde, estudos evidenciam que a internet pode ser um instrumento eficaz, utilizado por profissionais e serviços, para promoção de saúde e do bem-estar, assim como para a assistência. No que se refere à reabilitação e às pessoas com lesão medular, o uso do computador e da internet tem implicado alterações na sua vida social, profissional, afetiva e na saúde, além de serem recursos compensatórios das limitações funcionais. Considerando, então, esse panorama, a presente pesquisa teve como objetivo geral investigar as características de uso da internet por pessoas que tiveram lesão medular e suas percepções sobre o impacto desse uso em suas vidas, visto que essas informações podem fundamentar novas formas de atuação em reabilitação. Para tanto, foi realizado um estudo quantiqualitativo com amostra proposital. Os dados quantitativos foram submetidos à análise descritiva e os qualitativos à análise de conteúdo. Na primeira etapa, via internet, foi utilizado um questionário eletrônico contendo questões sobre a caracterização dos participantes, qualidade de vida e padrões de uso da internet. Participaram 43 indivíduos, com idade entre 18 e 61 anos (média=36 anos, DP=10,6), diagnóstico de tetraplegia (n=19) e paraplegia (n=24). A principal causa da lesão medular adquirida foi o acidente de trânsito e a alteração mais frequente dela decorrente foi a infecção urinária. Na avaliação da qualidade de vida, os domínios mais bem avaliados foram o psicológico e o social, e os piores escores estavam relacionados ao meio ambiente e à saúde física, o que corresponde aos resultados encontrados na literatura. O e-mail foi a ferramenta da internet mais utilizada. As diferenças da influência da internet, da frequência e do tempo de acesso existentes antes e após a lesão medular, foram estatisticamente significativas. A amostra estudada apresenta padrões de uso da internet que são específicos, mas que também se assemelham aos da população geral. Quanto à segunda etapa, o conteúdo qualitativo foi obtido por meio do registro da conversação durante o grupo focal presencial e o online, dos quais fizeram parte cinco e oito participantes, respectivamente. A percepção dos integrantes desses grupos foi de que o impacto do uso da internet é, predominantemente, positivo e favorável à qualidade de vida. Esse uso é diversificado, com ênfase na busca de informações sobre a lesão medular e na interação social com outras pessoas nessa mesma condição, sendo que essas características relacionam-se com os princípios da reabilitação. No entanto, ele pode ser influenciado prejudicialmente pelas condições sociais e emocionais do usuário, pela maneira que esse recurso é utilizado, e pela falta ou excesso de informações. Conclui-se que os serviços de reabilitação e seus profissionais devem estruturar suas ações e intervenções, bem como as orientações sobre o uso adequado da internet, com base em resultados de pesquisas como esta, para que haja adequação e qualidade na atenção fornecida aos seus usuários. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT
The use of the internet changing the social, cultural and economical context, and its repercussions represent a phenomenon to be investigated and understood by several areas of the knowledge. In the health area, studies give evidence that the internet can be an effective instrument for the health promotion and well-being, as well as for the assistance in its different levels. In what it refers to the rehabilitation and people with spinal cord injury, the use of the computer and internet have been entailing changes in their social, professional and affective lives and in their health, in addition to being compensatory resources of the determined functions loss. Considering, then, the tendency that professionals and health services use the internet in this ambit of change, the present research has as a general aim to investigate the characteristics of the use of the internet by people that had spinal cord injury and their perceptions about the impact of this use in their lives because such information can prove new ways of acting. Therefore, a quantitative-qualitative study was done with proposal sample. The quantitative data were submitted to the descriptive analysis and the qualitative ones to the content. In the first step, via internet, a questionnaire was used, containing questions about the characterization of the participants, life quality and standards of internet use. 43 individuals participated, aged between 18 and 61 years (mean = 36 years, SD = 10.6), with tetraplegia (n = 19) and paraplegia (n = 24). The main cause of acquired spinal cord injury was traffic accident, and the change most frequent was due to urinary infection. In the evaluation of life quality, the domains most evaluated were the psychological and social ones, and the worst ones were related to the environment and physical health, that correspond to the results met in the literature. The email was the internet tool most used. The difference between the evaluation of the internet influence before and after the spinal cord injury, as well as of the use samples in these two moments in what it refers to the frequency and the accessed time were statistically significant. The studied sample presents patterns of the internet use which are specific, but they are also similar to the general population. Due to the second step, the qualitative content was obtained through a register of the conversation between the focal and present groups and online, in which there were five and eight participants, respectively. The perception of the members was that the impact of the internet use is, predominantly, positive and favorable to the life quality. However, it can be influenced by the user’s social and emotional conditions by the way this resource is used or by the lack or excess of the available information. This use is diversified with emphasis in the search for information about the spinal cord injury and in the social interaction with other people in the same condition, being that those characteristics are related to the rehabilitation principle. It was concluded that the rehabilitation services and their professionals must structure their actions and interventions, as well as their orientations about the adequacy use of the internet based in the results provided by the researches like this one in order to have appropriation and quality in the provided attention.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, 2011.
Aparece nas coleções:PED - Mestrado em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2011_ Maira Pinto Cauchioli Rodrigues.pdf2,53 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons