Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/8812
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2011_JosédePietroNeto.pdf3,18 MBAdobe PDFView/Open
Apêndice virtual.pdf1,35 MBAdobe PDFView/Open
Title: Uma comparação empírica do desempenho preditivo das análises fundamentalista, gráfica e econométrica no mercado acionário brasileiro
Authors: Pietro Neto, José de
Orientador(es):: Medeiros, Otávio Ribeiro de
Assunto:: Lucros
Ações (Finanças)
Issue Date: 30-Jun-2011
Citation: PIETRO NETO, José de. Uma comparação empírica do desempenho preditivo das análises fundamentalista, gráfica e econométrica no mercado acionário brasileiro. 2011. 593 p. Tese (Doutorado em Administração)-Universidade de Brasília, Programa de Pós-Graduação em Administração, 2011.
Abstract: Esta tese teve como objetivo buscar evidências empíricas do desempenho de três categorias de precificação de ativos: a fundamentalista, a econométrica e a gráfica, considerando o ajuste e a lucratividade das três categorias com base em equações especificadas em um sistema autônomo para o disparo de ordens de compra e venda de ações via homebroker, também o de apresentar uma metodologia modificada para o teste de Lorenzoni et. al (2007) para verificara a presença de conteúdo informacional na análise técnica. A principal contribuição proposta consiste na comparação entre o desempenho inter e intra-análises, concomitantemente, e considerando ainda, a presença simulada do comportamento humano. Para isto, foram ajustados modelos matemáticos considerando os resíduos, a estacionariedade, a presença de correlação serial, a significância dos parâmetros e a lucratividade, quando acoplados a uma rotina modificada do comportamento racional de compra constante em Arrow (1959) que visa o lucro máximo. Na análise fundamentalista foram selecionadas as variáveis independentes mais significativas, via regressão stepwise, em conjuntos de 15 fatores para cada ação. Para a análise econométrica foram comparadas todas as combinações dos modelos ARIMA/GARCH com até 4 lags. Já para a análise gráfica foram testados os modelos de médias móveis, bandas de Bollinger e o histograma de médias. Sendo assim, foram testadas 1612 combinações diferentes de ordens acopladas ao comportamento racional para cada série testada. Os dados utilizados compreenderam as empresas constantes no índice FGV-100 (carteira teórica do ano 2009) e no Ibovespa (carteira teórica de Set./Dez de 2009) totalizando 129 companhias no período de 03/01/2000 até 30/09/2009. Os principais resultados mostram que abordagem gráfica produziu os melhores e piores resultados, seguida da análise fundamentalista e por fim a análise econométrica. Nitidamente, a utilização de médias móveis com alguns dos comportamentos racionais modificados de compra/venda produziram resultados superiores aos obtidos pelo benchmark de mercado. Para a análise gráfica os melhores resultados foram obtidos pelos modelos de médias móveis seguidos das bandas de Bollinger e, por último o histograma de médias que não se mostrou eficiente na grande maioria dos casos. Na análise fundamentalista, as variáveis Liquidez, LPA e patrimônio líquido foram as com maior número de incidência entre as variáveis significativas tendo sido obtidos bons resultados com os modelos. Para a análise econométrica os resultados se mostraram pouco satisfatórios sendo positivos e maiores que o Ibovespa, mas com ganhos percentuais pequenos quando comparados aos da análise fundamentalista e gráfica. Outra característica desta análise foi a constatação de um excesso de ordens disparadas, tanto para os modelos que geraram lucros quanto para os modelos que geraram prejuízos.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Programa de Pós-Graduação em Administração, 2011.
Appears in Collections:PPGA - Doutorado em Administração (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/8812/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.