Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/8698
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2011_ElianeRamosTeixeira.pdf1,87 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Fatores associados à não-adesão ao tratamento da tuberculose no Distrito Federal e municípios do Entorno - DF : 2006-2008
Autor(es): Teixeira, Eliane Ramos
Orientador(es): Hamann, Edgar Merchán
Assunto: Tuberculose - tratamento
Tuberculose - epidemiologia
Data de publicação: 28-Jun-2011
Referência: TEIXEIRA, Eliane Ramos. Fatores associados à não-adesão ao tratamento da tuberculose no Distrito Federal e municípios do Entorno-DF: 2006-2008. 2011. 234 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde)-Universidade de Brasília, Brasília, 2011.
Resumo: INTRODUÇÃO: A tuberculose continua no cenário epidemiológico mundial e a sua permanência relaciona-se a vários processos e um dos principais obstáculos encontrado entre os portadores da doença é a não-adesão ao tratamento, vários são os fatores que contribuem para esta ocorrência. OBJETIVO: Identificar os fatores associados à não–adesão ao tratamento da tuberculose entre os pacientes atendidos nas unidades de saúde do Distrito Federal (DF) e municípios do seu entorno. METODOS: estudo transversal, de abordagem quali-quantitativa, com amostra de 863 pacientes em tratamento nos Centros de Saúde e Hospitais com o Programa de Controle da Tuberculose, de Regiões Administrativas do DF e de seis municípios do Entorno, entre 2006 e 2008. Foi analisada a associação da não-adesão em relação a variáveis socioeconômicas e demográficas, hábitos, suporte social, qualidade de vida, questões relacionadas à doença, tratamento e serviço. Foram utilizados testes convencionais na análise univariada (X2 - Mantel-Haenszel ou teste exato de Fisher) e utilizada regressão logística com o teste Wald. Para avaliação dos dados qualitativos, utilizou-se a Teoria das Representações Sociais como principio teórico – metodológico e para o tratamento dos dados a técnica de análise de conteúdo. RESULTADOS: Na análise não ajustada houve associação da não–adesão com: estado civil, escolaridade, local de residência, fase do tratamento, efeitos adversos dos medicamentos, consultas com menos de 15 minutos de duração, falta de acesso do paciente à equipe de saúde para resolução de dúvidas, situação emocional impedindo o exercício das tarefas cotidianas, não sentir-se otimista em relação ao futuro e indisposição para o lazer. A presença do Programa de Saúde da Família agiu como fator protetor. Após a regressão logística, permaneceram associadas a não–adesão: idade menor de 40 anos, local de residência (maior no DF que no Entorno), baixa escolaridade, presença de efeitos adversos, não ter sido informado sobre interação de medicamentos, e situação emocional impedindo atividades corriqueiras. Outras variáveis apareceram incluídas no modelo final de regressão, como o preconceito de amigos e parentes, não ter alguém para falar sobre a saúde/doença, e insatisfação com a vida sexual. CONCLUSÕES: a não-adesão é multifatorial. Além dos fatores já conhecidos e dos ligados ao serviço de saúde, questões relacionadas ao apoio micro-social, incluindo situações vivenciadas de preconceito e à qualidade de vida mostraram-se associadas à não-adesão ao tratamento. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT
INTRODUCTION: The tuberculosis remains the epidemiological scenario and its permanence is related to various processes and the main obstacles encountered among patients with the disease are non - adherences to treatment, several factors are contributing to this occurrence. OBJECTIVE: to identify factors associated to non-adherence to tuberculosis (TB) treatment among patients at primary care health units at the Brazilian capital Federal District (FD) and sorrounding municipalities. METHODS: Cross sectional study of qualitative - quantitative approach, with a sample of 863 patients under TB treatment at Health centers and hospitals with the Tuberculosis Control Program, in Administrative Regions of the FD and six municipalities of the surrounding area, between 2006 and 2008. We analized the association between non-adherence and social-economic and demographic variables, practices, social support, life quality, factors related to disease, treatment and health care. We used conventional tests at the univariate analysis (א ² - Mantel Haenszel or Exact Fisher‟s Test) and logistic regression with Wald‟s Test. For evaluation of qualitative data, we used the theory of social representations as a principle theoretical - methodological and data processing technique of content analysis. RESULTS: At the unadjusted analysis there were associations between non-adherence and: marital status, educational level, residence region, treatment phase, adverse effects, medical consultations lasting less than 15 minutes, lack of access to the health professionals for solving any doubts, emotional situation making difficult daily routine tasks, lack of optimism with respect to future and lack of disposition to leisure. The presence of the Family Health Program was a protective factor for non-adherence. After logistic regression, the variables that remained associated to non-adherence were: age (less than 40 years old), residence place (greater non-adherence at the FD), low educational level, treatment adverse effects, no information on drug interaction provided by health professionals, and emotional situation turning difficult daily activities. Other variables remained at the final regression model, such as prejudice of friends and relatives, not having anyone to talk about health / disease, lack of satisfaction with sexual life. CONCLUSIONS: Non-adherence is multifactorial. Besides predictors already described in the literature and those related to health care quality, variables of micro-social support including the situations of preconcept experienced and quality of life were associated to non-adherence.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)-Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, 2011.
Aparece nas coleções:FS - Mestrado em Ciências da Saúde (Dissertações)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.