Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/8697
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2011_SoniaGlauciaCosta.pdf745,21 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Subjetividade e complexidade na gestão escolar : um estudo de caso com participantes da Escola de Gestores 2010
Autor(es): Costa, Sonia Glaucia
Orientador(es): Almeida, Inês Maria Marques Zanforlin Pires de
Assunto: Gestão escolar
Subjetividade
Psicologia organizacional
Data de publicação: 28-Jun-2011
Data de defesa: 31-Mar-2011
Referência: COSTA, Sonia Glaucia. Subjetividade e complexidade na gestão escolar: um estudo de caso com participantes da Escola de Gestores 2010. 2011. iv, 145 f. Dissertação (Mestrado em Educação)-Universidade de Brasília, Brasília, 2011.
Resumo: Apesar dos princípios democráticos estabelecerem um espaço formal de construção coletiva, a gestão escolar perpassa pela complexidade multidimensional e dentre outros aspectos o efetivo processo participativo depende da interação dos sujeitos na instituição. A proposta do curso de especialização Escola de Gestores, na modalidade a distância, enfrenta desde 2005 o desafio da formação nacional dos gestores escolares buscando viabilizar uma educação básica com qualidade social. Neste trabalho, propõe-se como objetivo norteador o estudo sobre a dimensão da subjetividade à luz da psicanálise, para compreensão da constituição singular do gestor escolar a partir da sua trajetória educacional e atuação profissional e, também, para reconhecer a dimensão inconsciente que permeia as relações entre membros da equipe escolar. Apesar dos crescentes estudos sobre gestão destacando a dimensão da subjetividade, é considerada uma abordagem relativamente recente, evidenciando a importância desta pesquisa. Dentre os referenciais, analisam-se obras metapsicológicas da “virada dos anos 20”, enfocando a teoria de Freud (1921) sobre como os laços afetivos reúnem sujeitos na dinâmica de grupos, e a intersecção entre psicanálise e organizações é discutida a partir de estudos sobre a relação sujeito-grupo-instituição segundo Enriquez (1991; 2008) e Kaës (1991). O estudo traz também uma compreensão diferenciada da “noção de infantil para a psicanálise, das idéias de infância e de infantilidade do comportamento” (TANIS, 1995), constitutiva da relação consigo, com o outro e com o mundo (CHARLOT, 2000). A partir da atuação como tutora na edição do curso Escola de Gestores 2010 / MEC / UnB, e utilizando o Estudo de Caso na abordagem qualitativa, foram realizadas entrevistas com 9 participantes, incluindo a direção, coordenação, docência e o técnico-administrativo, além de anotações em diário de campo. Como parte da disciplina “Subjetividade e Complexidade na Gestão Escolar”, as atividades e fóruns online da diretora e professora-coordenadora somam-se aos dados da pesquisa, com destaque ao dispositivo da memória educativa (ALMEIDA; RODRIGUES, 1998), que permite ao sujeito historizar sua trajetória escolar e a emergência mínima do sujeito da enunciação. Com base nos procedimentos da análise de conteúdo (BARDIN, 2009), explicitaram-se desdobramentos para discussão dos resultados em convergência com os objetivos da pesquisa, dentre os quais: os efeitos do rememorar, a singularidade da gestão permeada por desejos e saberes, os laços de identificação entrelaçados a atos colaborativos, a trama de benefícios narcísicos e investimentos libidinais, e as complexas relações intersubjetivas em constante construção ou embate no espaço institucional. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT
Although democratic principles establish a formal space of collective construction, school management is pervaded by multidimensional complexity and among other aspects the effective participative process depends on the way people interact in the institution. The proposal of the specialization course “Escola de Gestores” since 2005, as distance education, addresses the challenge of nationally training school managers seeking a social quality of basic education. The guiding objective of this paper is to study the subjectivity dimension, highlighted by psychoanalysis, to comprehend the singular constitution of the school manager throughout educational trajectory and professional experience and, also, to recognize the unconscious dimension that permeates relations between members of the school board. Even though there are crescent studies about subjectivity dimension, it is considered relatively a recent approach, demonstrating the importance of this research. Among the references, metapsychological works from the “turn of the 20’s” are analyzed, focusing Freud theory (1921) about how the affective ties gather people in group dynamic, and the intersection between psychoanalysis and organizations is discussed based on studies about the relation individual-group-institution developed by Enriquez (1991; 2008) and Kaës (1991). This study also brings a differentiated comprehension of the “infant notion for psychoanalysis, from the childhood ideas and infantilism behavior“(TANIS, 1995), constitutive of the relation between him or herself and others or the world (CHARLOT, 2000). Working as tutor in the course “Escola de Gestores 2010 / MEC / UnB”, and using a Case Study as a qualitative approach, there were interviews with 9 participants, including direction, coordination, teaching and technical-administrative members, besides field diary notes. As part of the discipline “Subjectivity and Complexity in School management”, the activities and forums online developed by the director and the teacher-coordinator were added to the research data, with focus on the Education Memory (ALMEIDA; RODRIGUES, 1998) that allows an individual to write the history of his or her scholar trajectory and a minimum rising of the subject of enunciation. Based on the procedures of content analysis (BARDIN, 2009), data developments emerged for the discussion of the results in convergence with the research objectives, including: the effects of remembering, the singularity of a management permeated by desires and knowledge, the identification ties interlaced to collaborative acts, the plot of narcissism benefits and libidinal investments, and the complex intersubjective relations in constant construction or conflict in the institutional space.
Informações adicionais: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, 2011.
Aparece nas coleções:FE - Mestrado em Educação (Dissertações)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.