Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/8682
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2010_CarolinaTorresOliveira.pdf2,13 MBAdobe PDFView/Open
Title: Estratégias de aprendizagem e subjetividade em estudantes criativos do ensino superior
Authors: Oliveira, Carolina Torres
Orientador(es):: Mitjáns Martínez, Albertina
Assunto:: Aprendizagem cognitiva - estudantes universitários
Criatividade (Educação) - ensino superior
Subjetividade - aprendizagem
Estudantes universitários - Brasília (DF)
Issue Date: 27-Jun-2011
Citation: OLIVEIRA, Carolina Torres. Estratégias de aprendizagem e subjetividade em estudantes criativos do ensino superior. 2010. ix, 176 f., il. Dissertação (Mestrado em Educação)-Universidade de Brasília, Brasília, 2010.
Abstract: O presente estudo objetivou compreender as articulações entre a subjetividade individual e as estratégias de aprendizagem em estudantes criativos do ensino superior. Para isso, buscou compreender alguns dos principais elementos da subjetividade individual dos alunos pesquisados, especialmente aqueles envolvidos no processo de aprender, além de identificar e caracterizar as estratégias de aprendizagem utilizadas por eles. Como suporte para nortear este estudo, optou-se pela Teoria da Subjetividade, elaborada por González Rey sob influências teóricas da concepção histórico-cultural, a compreensão da criatividade na aprendizagem como processo da subjetividade, conforme Mitjáns Martínez, e, dentre as classificações de estratégias de aprendizagem, aquelas que têm em sua gênese o conceito de aprendizagem autorregulada (PINTRICH 2000a, 2000b, 2004; ZIMMERMAN, 2001, 2002; SCHUNK, 2005). A metodologia utilizada na pesquisa se insere na concepção epistemológica qualitativa desenvolvida por González Rey. Caracteriza-se, entre outros aspectos, por conceber a produção de conhecimento como um processo construtivo-interpretativo. O método de estudo de caso, concebido como o estudo intensivo do fenômeno a partir de um conjunto de instrumentos de naturezas diferentes, permitiu uma aproximação do objeto de estudo em sua integridade e complexidade. Utilizamos instrumentos escritos, abertos e semi-abertos, como: entrevista, questionário, redação, técnica de explorações múltiplas, completamento de frases e análise documental. A pesquisa foi estruturada em duas etapas. A primeira correspondeu à seleção dos participantes e a segunda, à realização do estudo de casos múltiplos. Apresentamos três casos de alunos da Universidade de Brasília identificados como estudantes criativos. Concluímos que um complexo sistema de elementos subjetivos funciona como mecanismo regulador das estratégias para aprender, ou seja, configurações específicas de recursos da subjetividade individual influenciam na forma como o sujeito aprende e na especificidade do conjunto de estratégias que ele utiliza para aprender.
Description: Dissertação (mestrado)- Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, 2010.
Appears in Collections:FE - Mestrado em Educação (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/8682/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.