Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/8672
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2009_JoanaPereiraSandes.pdf12,8 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: O desenho como representação do pensamento matemático da criança no início do processo de alfabetização
Autor(es): Sandes, Joana Pereira
Orientador(es): Sá, Antônio Villar Marques de
Assunto: Educação - matemática
Alfabetização
Desenho infantil
Aprendizagem cognitiva
Data de publicação: 27-Jun-2011
Referência: SANDES, Joana Pereira. O desenho como representação do pensamento matemático da criança no início do processo de alfabetização. 2009. 115 f., il. Dissertação (Mestrado em Educação)-Universidade de Brasília, Brasília, 2009.
Resumo: Este estudo apresenta os resultados de uma pesquisa de cunho essencialmente qualitativo, voltada para a investigação do desenho como meio de representação do pensamento matemático da criança em processo de alfabetização. Ao ingressar na educação infantil, a criança não recebe atividades para solucionar, especialmente na área de matemática, como por exemplo, situações-problema, haja vista que ela ainda não possui o mínimo domínio da escrita da língua materna, nem tampouco conhecimentos operatórios. Nesse sentido, este estudo comprovou que isso é possível: solucionar situações-problema estando a criança em processo de alfabetização e sem ter o conhecimento sistematizado das operações matemáticas. Para evidenciar tais fatos, estive, durante quatro meses, inserida em uma turma do 1º Ano do Ensino Fundamental, com um grupo de 16 crianças na faixa etária entre cinco e seis anos de idade, de uma Escola Classe da Zona Rural do Gama situada no Distrito Federal. Para a coleta de dados que fundamentaram a pesquisa, procedi com a observação participante/colaborativa, entrevistas com as crianças e com a educadora dessa turma, além da análise documental, que incluía o planejamento da educadora e os protocolos – atividades produzidas pelas crianças ao longo do processo de investigação. Os protocolos das situações-problema propostas permitiram que eu analisasse como ocorreram as representações das soluções por meio do desenho, e nesse contexto pude identificar a capacidade que as crianças demonstravam em produzir soluções muito criativas, interessantes e, sobretudo, como elas conseguiam expressar suas ideias. Outro resultado constatado foi com relação ao pouco conhecimento que alguns educadores possuem acerca do desenho como modo de representação, ou seja, esse instrumento de amplo valor pedagógico é pouco valorizado no âmbito da sala de aula, mas na verdade é de grande auxilio para o educador em sua prática diária, de modo que pode apoiá-lo em sua avaliação acerca do aprendizado infantil. Ademais o desenho, de acordo com este estudo, é uma atividade em muitos momentos agradável, prazerosa e que faz despertar variados sentimentos e sensações na criança. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT
The purpose of this study is to present the results of an essentially qualitative research which aims for the assessment of drawing as a representation of logical and mathematical thinking for children who are beginning to learn how to read and write. When kinder garden students first start at school, they are not given the opportunity to practice certain activities, specially the ones related to mathematics, as a consequence of the fact that they don’t master their native language, nor the mathematical language yet. Therefore, they are unable to solve any given mathematical problem. But this research seeks evidence that it is actually possible for these children to solve such problems, despite their literacy condition. Intending to confirm this possibility, I have spent four months with a class of students the age of five and six who have been attending the first year of elementary school at a public school in Rural area of Gama – DF. In order to collect the data in which my research is based on, during that period. I proceeded with active/collaborative observation, interviews with students and with their teacher, in addition to the documentary analysis, which includes the teacher’s planning and the protocols – activities done by the children throughout the investigation process. The protocols of the problems proposed to the children have allowed me to analyze how the representation of the solutions through drawing have occurred, and in this context I could identify the children’s ability to produce very interesting and creative solutions. Another result found in this study is the undeniable lack of knowledge educators have on what concerns drawing as a mean of representing ideas. Which means this great pedagogical instrument is underestimated in the classroom environment.
Informações adicionais: Dissertação (Mestrado em Educação)-Universidade de Brasília, Brasília, 2009.
Aparece nas coleções:FE - Mestrado em Educação (Dissertações)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.