Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/8501
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2010_JulianaSiqueiradeSouzaAlves.pdf491,76 kBAdobe PDFView/Open
Title: Custo benefício do tratamento da síndrome da apnéia obstrutiva do sono (SAOS) com dispositivo de pressão positiva contínua nas vias aéreas (CPAP)
Authors: Alves, Juliana Siqueira de Souza
Orientador(es):: Rodrigues, Raimundo Nonato Delgado
Assunto:: Síndrome das apnéias do sono
Distúrbios do sono - tratamento
Issue Date: 20-Jun-2011
Citation: ALVES, Juliana Siqueira de Souza. Custo benefício do tratamento da síndrome da apnéia obstrutiva do sono (SAOS) com dispositivo de pressão positiva contínua nas vias aéreas (CPAP). 2010. xiii, 60 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Médicas)-Universidade de Brasília, Brasília, 2010.
Abstract: Introdução: O aumento da prevalência da síndrome da apnéia obstrutiva do sono (SAOS) é um grave problema de saúde pública. Para o tratamento da SAOS, usa-se a Pressão Positiva Contínua nas Vias Aéreas (CPAP), administrado durante o sono com máscara nasal para prevenir fechamento e estreitamento das vias aéreas. Entretanto, há pouca informação acerca da relação do custo-benefício desse tratamento. Objetivos: Comparar gastos com saúde (medicamentos, consultas médicas e internações hospitalares) dos portadores de SAOS um ano antes e um ano após o início do tratamento da SAOS com CPAP e avaliar a adesão dos pacientes ao tratamento. Materiais e métodos: Realizou-se um estudo de coorte retrospectivo, no período do 1º semestre de 2008 até o 1º semestre de 2010. Foram estudados 70 pacientes com diagnóstico de SAOS. Os entrevistados foram questionados acerca da adesão ao tratamento e dos gastos com consultas médicas, internações hospitalares e medicamentos por meio de um questionário. Os dados foram analisados com a utilização do software SAS 9.1 (Statistical Analysis System). Resultados: Foram entrevistados 33 mulheres e 37 homens. Dos 70 pacientes estudados, 81,43% aderiram ao tratamento. As mulheres iniciaram o tratamento 8 anos mais novas que os homens um ano após o tratamento; 85,7% dos pacientes tiveram redução dos gastos com consultas e, 78,6% deles apresentaram redução dos gastos com medicamentos. Todavia, não houve correlação estatística entre a redução dos gastos com medicamentos, consultas e internações hospitalares com a adesão ao tratamento por pressão positiva. Conclusão: Verificou-se que houve redução dos gastos com saúde dos portadores de SAOS um ano após o início do tratamento com CPAP, porém não foi observado a redução desses gastos ao relacioná-los à boa adesão dos pacientes ao tratamento com CPAP. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT
Introduction: The increasing prevalence of the syndrome of obstructive sleep apnea (OSA) is a serious public health problem. For the treatment of OSAS, we use the Pressure Continuous Positive Airway (CPAP) administered during sleep with nasal mask to prevent closure and airway narrowing. However, there is little information about the costbenefit ratio of such treatment. Objectives: To compare health expenditures (drugs, medical consultations and hospital admissions) of patients with OSA one year before and one year after beginning treatment of OSA with CPAP and to evaluate patient’s adherence to treatment. Methods: It’s a retrospective cohort study, started in 1st semester of 2008 and finished in 1 st semester of 2010. We studied 70 patients diagnosed with OSA. Patients were asked about adherence to treatment and the cost of medical consultations, hospitalizations and medications through a questionnaire. Data were analyzed using the software SAS 9.1 (Statistical Analysis System). Results: We interviewed 33 women and 37 men. Of the 70 patients studied, 81,43% adhered to treatment. The women started treatment eight years younger than men, one year after treatment; 85,7% of patients spending less on consultations, 78,6% had reduced their spending on drugs. However, no statistical correlation between the reductions of drug costs, consultations and hospitalizations to the adherence to treatment by positive pressure. Conclusion: It was found that there was a reduction in spending on health of patients with OSA one year after starting treatment with CPAP, but no reduction of these expenditures were related to the good adherence to the CPAP treatment.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Medicina, 2010.
Appears in Collections:FMD - Mestrado em Ciências Médicas (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/8501/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.