Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/8465
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2010_ManuelaBarretoSilva.pdf1,31 MBAdobe PDFView/Open
Title: A adequação da assistência pré-natal em gestantes atendidas na Estratégia de Saúde da Família em Palmas-TO 2009
Authors: Silva, Manuela Barreto
Orientador(es):: Monteiro, Pedro Sadi
Assunto:: Assistência pré-natal
Palmas (TO)
Maternidade
Issue Date: 20-Jun-2011
Citation: SILVA, Manuela Barreto. A adequação da assistência pré-natal em gestantes atendidas na Estratégia de Saúde da Família em Palmas-TO 2009. 2010. 97 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde)- Universidade de Brasília, Brasília, 2010.
Abstract: Introdução: a assistência pré-natal visa promover bem-estar materno e fetal, sendo sua adequação uma condição importante para que se garanta a efetividade dos cuidados às gestantes. Objetivo: avaliar a adequação da assistência pré-natal em gestantes atendidas na Estratégia de Saúde da Família em Palmas-TO, 2009. Material e métodos: trata-se de um estudo epidemiológico, descritivo envolvendo uma amostra de 101 puérperas que realizaram pré-natal na Estratégia de Saúde da Família. Os dados foram coletados em maternidade pública até 24 horas após o parto, no período de julho a dezembro de 2009, por meio de entrevistas com as puérperas e dos cartões de gestante. A adequação do pré-natal foi baseada no índice de Kotelchuck modificado e índice proposto por Silveira e Santos. Resultados: a média de consultas por gestante foi 6,4; idade gestacional média de início do pré-natal foi 13,4 semanas. Segundo o índice proposto por Silveira e Santos, 68 (67,3%) puérperas tiveram o pré-natal considerado adequado e 33 (32,7%) delas não-adequado. De acordo com o índice de Kotelchuck modificado, identificou-se pré-natal mais que adequado em 53 (52,5%) puérperas, adequado em 20 (19,8%), inadequado em 15 (14,8%) e intermediário em 13 (12,9%). Conclusão: verificou-se que a maioria das gestantes eram adultas jovens; não-brancas; com renda familiar até dois salários mínimos e escolaridade superior a oito anos. A maioria das puérperas recebeu assistência pré-natal adequada, embora a assistência pré-natal precise ser revista qualitativamente. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT
Introduction: prenatal care provided to pregnant women seeks to promote both maternal and fetal well-being and its adequacy is an important condition to ensure effective care for these women. Objective: To evaluate the adequacy of prenatal care for women attended by Family Health Strategy in Palmas, TO, in 2009. Materials and Methods: a descriptive epidemiological study was carried out involving a sample of 101 postpartum women who had received prenatal care under the Family Health Strategy. The data were collected at a public maternity hospital up to 24 hours after delivery, from July to December 2009. The data were collected from the pregnant women’s cards and through interviews with the postpartum women. The adequacy of the prenatal care was based on the modified Kotelchuck index and the index proposed by Silveira and Santos. Results: The average number of visits by the pregnant women was 6.4; the average gestational age at the beginning of prenatal care was 13.4 weeks. According to the index proposed by Silveira and Santos, prenatal care was considered adequate for 68 (67.3%) postpartum women and not adequate for 33 (32.7%) of them. According to the modified Kotelchuck index, prenatal care was identified as more than adequate for 53 (52.5%) postpartum women, adequate for 20 (19.8%), inadequate for 15 (14.8%), and intermediate for 13 (12.9%). Conclusion: The study found that the majority of the women who sought assistance from the Family Health Strategy were young adults, non-whites, with a family income until two minimum salaries, and over eight years of schooling. Most postpartum women received adequate prenatal care, even though this prenatal care needs to be qualitatively reviewed.
Description: Dissertação (mestrado)-Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, 2010.
Appears in Collections:FS - Mestrado em Ciências da Saúde (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/8465/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.