Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/8441
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2010_ValeriaVieiraMoraes.pdf7,73 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Trocando o pneu com o carro andando : aprendizagem relacionada ao trabalho de novos prefeitos(as) e secretários(as) municipais
Autor(es): Moraes, Valéria Vieira de
Orientador(es): Borges-Andrade, Jairo Eduardo
Assunto: Trabalho - aspectos psicológicos
Psicologia organizacional
Aprendizagem organizacional
Data de publicação: 17-Jun-2011
Referência: MORAES, Valéria Vieira de. rocando o pneu com o carro andando: aprendizagem relacionada ao trabalho de novos prefeitos(as) e secretários(as) municipais. 2010. x, 239 f., il. Tese (Doutorado em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações)-Universidade de Brasília, Brasília, 2010.
Resumo: A aprendizagem relacionada ao trabalho tem merecido cada vez mais atenção nos estudos, mas ainda carece de evidências empíricas que consolidem teorias e modelos. A presente pesquisa teve como objetivo investigá-la entre dirigentes públicos municipais no exercício de primeiro mandato. Foram realizados dois estudos metodologicamente distintos, porém considerando variáveis incluídas num único modelo teórico. No estudo quantitativo, com desenho do tipo antes-e-depois, mediu-se, em três ocasiões, o domínio de conhecimentos, habilidades e atitudes (competência) considerados importantes para o exercício da função. Constatadas diferenças entre as medidas de conhecimentos e habilidades, foram testadas hipóteses sobre a influência de variáveis relativas à história individual (experiência anterior, escolaridade e participação em eventos de capacitação em planejamento), à dinâmica da aprendizagem (estratégias de aprendizagem) e ao ambiente profissional (tamanho do município e uso de planejamento participativo pela equipe dirigente) sobre essa aprendizagem de competência. Os resultados obtidos confirmaram parcialmente as relações hipotetizadas. Das variáveis relativas à história individual dos participantes, apenas experiência anterior mostrou valor preditivo. As estratégias de aprendizagem mostraram valor preditivo sobre o desenvolvimento da competência, sobretudo a estratégia cognitiva reflexão intrínseca e extrínseca. A aquisição de domínio sobre conhecimentos e habilidades mostrou-se maior nos municípios grandes. Os resultados sugeriram um possível efeito do uso do planejamento participativo na aprendizagem, se suas medidas considerarem um prazo maior que 11 meses. No estudo qualitativo, foram levantados dados sobre conteúdos de aprendizagem relativos a aquisições anteriores ao mandato, 100 dias e 11 meses de exercício. As formulações feitas pelos participantes foram categorizadas em conhecimentos, habilidades e atitudes, posteriormente agrupados em dimensões da competência do dirigente público municipal (técnica, gerencial, política e transversal). Essa estrutura empírica dá sustentação à adoção da noção de competência como resultado de aprendizagem relacionada ao trabalho e à proposição da abordagem multidimensional da competência. Os participantes relataram mais atitudes adquiridas em experiências anteriores ao exercício do mandato e mais aprendizagem de conhecimentos e habilidades no exercício dele. Houve também uma concentração da aquisição da dimensão transversal da competência e relativamente pouca aquisição da dimensão política. Os dados qualitativos corroboraram a suposição do valor positivo das práticas gerenciais que oferecem oportunidades de interação social, como reuniões, encontros e trabalho em equipe, bem como das que promovem oportunidades de se refletir sobre o trabalho, levando à sugestão de um acréscimo ao modelo adotado. A pesquisa trouxe contribuições metodológicas, tanto pela utilização de múltiplas abordagens, quanto pela sugestão de utilização de técnicas para coleta de dados qualitativos que viabilizam a realização de entrevistas em grupo em contextos de escassez de tempo disponível. Mostrou a possibilidade de uso de desenho quase-experimental em estudo sobre aprendizagem relacionada ao trabalho. A generalização dos achados é limitada às regiões Sul e Sudeste, em municípios cujos Prefeitos(as) pertenciam a um mesmo partido. ________________________________________________________________________________________ ABSTRACT
Work related learning has deserved growing attention in recent research but still lacks empirical evidence towards the consolidation of theories and models. This research´s objective was to investigate this learning amongst first year term municipal leaders. Two methodologically distinctive studies were undertaken, both considering variables from a single theoretical model. In the before-and-after quantitative study, the mastery of role relevant knowledge, skills and attitudes (competence) was measured on three occasions. Once differences between the measurements of knowledge and skills were verified, hypotheses about the influence of other variables over this competency learning were tested for: the individual´s history (previous experience, education and participation in training events on planning), the dynamics of learning (learning strategies) and the professional environment (municipality's size and use of participatory planning by the team). The results partially confirmed the hypothesized relationships in the model. Only previous experience has shown predictive value, among the individual history variables. Learning strategies have shown predictive value on the development of competence, especially the cognitive strategy intrinsic and extrinsic reflection. The acquisition of mastery of knowledge and skills has shown to be greater in large municipalities. Results suggested a possible effect of the use of participatory planning on learning, if measures consider a delay longer than 11 months. In the qualitative study, data were collected on learning content related to acquisitions prior to the mandate, after 100 days and after 11 months of practice. The formulations made by participants were categorized into knowledge, skills and attitudes, further grouped into dimensions of competence of the municipal public leader (technical, managerial, political and transversal). This empirical structure gives support to the adoption of the concept of competence as a result of work-related learning and to the proposition of a multi-dimensional approach to it. Participants reported more attitudes acquired in previous experiences and more knowledge and skills learned during role practice. There has also been a concentration of acquisition of the transversal dimension and relatively little acquisition of the political dimension. The qualitative data corroborated the assumption of the positive value of management practices that offer opportunities for social interaction, such as meetings and teamwork, as well as those that promote opportunities to reflect about the work, leading to the suggestion of an addition to the adopted theoretical model. Methodological contributions concern both the use of multiple approaches and the suggested use of techniques for collecting qualitative data that enable group interviews in contexts of time scarcity. They have demonstrated the possibility of using a quasi-experimental design for studying work-related learning. The generalization of findings is limited to Brazil´s Southern and Southeastern Regions, in municipalities whose Mayors belong to the given political party.
Informações adicionais: Tese (doutorado)-Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, 2010.
Aparece nas coleções:PSTO - Doutorado em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações (Teses)

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.