RIUnB >
FS - Faculdade de Ciências da Saúde >
NUT - Departamento de Nutrição >
NUT - Programa de Pós-Graduação >
NUT - Mestrado em Nutrição Humana (Dissertações) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10482/8333

Files in This Item:

File Description SizeFormat
2008_JulianaPereiraFaria.pdf1,28 MBAdobe PDFView/Open

Title: Composição de carotenóides no coquinho-azedo (Butia capitata (Mart.) BECC. variedade Capitata)
Authors: Faria, Juliana Pereira
Advisor: Siqueira, Egle Machado de Almeida
Keywords: Coquinho-azedo
Aspectos nutricionais
Issue Date: 13-Jun-2011
Submit Date: 8-Aug-2008
Citation: FARIAS, Juliana Pereira. Composição de carotenóides no coquinho-azedo (Butia capitata (Mart.) BECC. variedade Capitata).2008. 61 f., il. Dissertação (Mestrado em Nutrição Humana)—Universidade de Brasília, Brasília, 2008.
Abstract: O desconhecimento sobre as espécies frutíferas nativas do Brasil resulta na desvalorização de nosso patrimônio, representado pela biodiversidade. Modelos agrícolas que promovem o cultivo de espécies exóticas por meio de monoculturas tem efeitos ecológicos e econômicos, pouco sustentável, aumentando o risco de extinção das espécies nativas. A identificação e caracterização da biodiversidade encontrada em nossos biomas, bem como a determinação do seu potencial econômico é fundamental para o desenvolvimento sustentável do país. O coquinho-azedo (Butia capitata) é uma palmeira oriunda da América do Sul, cuja polpa amarela do fruto produz suco, geléia e licor apreciados e comercializados pela população. O objetivo deste trabalho foi determinar a composição em carotenóides e o potencial valor próvitamina A na polpa do coquinho-azedo. A separação e quantificação foram realizadas por cromatografia em coluna de óxido de magnésio / hyflosupercell e espectrofotometria. A concentração média de carotenóides totais foi de 36,1 μg/g de polpa. O β-caroteno (16,1 µg/g) foi o carotenóide predominante na composição da polpa, seguido do fitoeno (5,7 µg/g), policis-γ-caroteno (4,7 μg/g), fitoflueno (4,4 μg/g), γ-caroteno (2,9μg/g), ζ-caroteno e α- criptoxantina (0,8 μg/g), γ-γ-caroteno (0,7 μg/g) e α-caroteno (0,1µg/g). Uma análise qualitativa, utilizando-se cromatografia líquida de alta eficiência, sem réplicas, também foi efetuada visando a confirmação da identidade dos respectivos carotenóides. Considerando a composição total de carotenóides provitamínicos A, a ingestão de 100g da polpa do coquinhoazedo (146 RAE) poderá suprir cerca de 40 % das necessidades diárias de vitamina A para crianças menores de oito anos. Os altos teores de carotenóides provitamínicos A encontrados na polpa do coquinho-azedo oferecem excelente perspectiva no sentido de combater a hipovitaminose em regiões com semelhantes condições climáticas no mundo, de forma sustentável. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT
The lack of knowledge about native fruit of Brazil results in the depreciation of our patrimony, represented by our biodiversity. Agriculture models, that promote the cultivation of exotic species through monoculture, has economic and ecologic effects, few sustainable, raising the risk of extinction of native species. The identification and characterization of biodiversity founded in our biomes, as well as the determination of its economic potential, are essential to the sustainable development of the country. The jelly palm (Butia capitata) is a palm that comes from South America. The yellow pulp of this fruit produces juice, jelly and liquor appreciated and traded by the population. The objective of this work was to determinate the carotenoids composition of jelly palm and its potential vitamin A value. The isolation and quantification of carotenoids were carried out by chromatography in magnesium oxide column / hyflosupercell and spectrophotometer. The total carotenoids mean concentration was 36.1 µg/g of pulp. The β-carotene (16.1 µg/g) was predominant in the jelly palm pulp composition, followed by the phytofluene (5.7 µg/g), polycis-γ-carotene (4,7 µg/g), phytoene (4.4 µg/g) , and ), γ-carotene (2.9µg/g), ζ-carotene and α-cryptoxantin (or zeinoxanthin) (0.8 µg/g), γ-γ-carotene (0.7 µg/g) e α-carotene (0.1µg/g). High pressure liquid chromatography (HPLC), without replica, was also utilized to confirm presence of all carotenoids in the jelly palm pulp.Considering the total composition of carotenoids found in the pulp of the jelly palm, the consumption of 100g of this pulp (146 RAE) will be able to supply around 40% of the daily needs of vitamin A for infants less than eight years. The high contents of pro vitamin A carotenoids found in this fruit pulp offer an excellent perspective in the sense of fight vitamin A deficiency in the regions with same climatic condition in the world.
Additional Information: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Departamento de Nutrição, 2008.
???metadata.dc.contributor.advisor-co???: Costa, Tânia da Silveira Agostini
Appears in Collections:NUT - Mestrado em Nutrição Humana (Dissertações)

Items in Repository are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Site Creative Commons Site Oaister Sítio IBICT Universidade de Brasília
About Repository  |  FAQ  |  Statistics |  Authorization Term
Copyright © 2008 MIT & HP. All rights reserved.