Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/8091
Título: Trajetória de formação de bateristas no Distrito Federal : um estudo de entrevistas
Autor(es): Bastos, Patricio de Lavenère
Orientador(es): Montandon, Maria Isabel
Assunto: Aprendizagem - avaliação
Instrumentos musicais
Música - instrução e estudo
Data de publicação: 30-Mai-2011
Data de defesa: 31-Ago-2010
Citação: BASTOS, Patricio de Lavenère. Trajetória de formação de bateristas no Distrito Federal : um estudo de entrevistas. 2010. 149 f. Dissertação (Mestrado em Educação Musical)-Universidade de Brasília, Brasília, 2010.
Resumo: Esta pesquisa trata da trajetória de formação de bateristas, do informal ao formal, e teve como objetivo identificar o que os leva a buscar uma instituição escolar, o que eles aprendem fora e dentro da escola, e como articulam essas aprendizagens em sua formação e atuação como bateristas. Um estudo de entrevistas (GIL, 2008; ROSA e ARNOLDI, 2006; LAVILLE e DIONNE, 1999; RUQUOY, em ALBARELO, et al., 1997) foi realizado com três bateristas, estudantes do nível técnico da Escola de Música de Brasília. Tradicionalmente, a aprendizagem deste instrumento ocorre fora da escola, por meio da imitação auditiva e visual, da tentativa e erro, da inserção em grupos musicais, e com o apoio da tecnologia (GREEN, 2001 e 2002; MARQUES, 2006; PAIVA, 2004; GOHN, 2002; MEIRELLES, 2004). No entanto, quando tomam a decisão de se profissionalizarem, estes bateristas procuram a educação não-formal e a educação formal (SCHUGURENSKY, 2000; LIVINGSTONE, 2000; LIBÂNEO, 2005; GOHN, 2001) em busca de uma “formação completa”. Resultados indicaram também que os estudantes tendem a super valorizar a educação formal e suas características – tais como a escolha dos conteúdos, a sistematização do programa, e as metodologias usadas, assim como, o professor e baterista como modelos – em detrimento das formas de se aprender fora da escola, embora reconheçam que há conhecimentos e habilidades próprios do mundo fora da escola. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT
This research examines informal and formal aspects related to the education of drummers within the realm of a technical level music school. In this context, I try to identify the reasons that lead these musicians (drummers) to engage in music schools programs. Furthermore, I examine the articulation done by these drummers between the contents learned outside the school with those learned within the school in relation to their personal musicianship and their work as instrumentalists. An interview study was applied to a group of three drummers of Escola de Musica de Brasília. In a traditional fashion, the drums learning occurs outside the realm of school through aural and visual imitation in a trial and error basis, usually taking part in musical groups and with the support of technology. Nevertheless, these musicians, when striving to become professionals, search for non-formal, as well, for formal education in pursuit of a complete training. The results of this project indicates that the students have a tendency to over rate the formal education and its features such as the choice of contents, a systematized program, the methodologies used, as well, in considering the teacher as a model, contrary to the learning systems outside the school, although they acknowledge the existence of specific knowledge and skills particular to the world outside the school.
Descrição: Dissertação (mestrado)-Universidade de Brasília, Departamento de Música, 2010
Aparece nas coleções:IdA - Mestrado em Música (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2010_PatriciodeLavenereBastos.pdf870,54 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.