Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/7986
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ARTIGO_AmbivalenciaSociedadeInformacao.pdf33,23 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Ambivalências da sociedade da informação
Outros títulos: Ambivalence of the information society
Autor(es): Demo, Pedro
Assunto: Sociedade da informação
Globalização
Manipulação da informação
Data de publicação: Mai-2000
Referência: DEMO, Pedro. Ambivalências da sociedade da informação. Ciência da Informação, Brasília, v. 29, n. 2, p. 37-42, maio/ago. 2000. Disponível em: <http://revista.ibict.br/index.php/ciinf/article/view/250/218>. Acesso em: 19 maio 2011. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0100-19652000000200005.
Resumo: O texto discute a possibilidade da desinformação em processos informativos como componente intrínseco da comunicação humana. Em parte é fenômeno normal, por conta de dupla seletividade: nosso aparato perceptor capta o que lhe é viável captar, e cada sujeito capta de acordo com seus interesses. O problema está sobretudo na manipulação excessiva da informação, provocando efeitos imbecilizantes mais ou menos ostensivos. É o caso do advertising que pretende causar um tipo de influência imperceptível muito efetiva, porque se apóia em estratégias refinadas de conhecimento especializado. É fundamental preservar o ambiente crítico e autocrítico para poder reduzir e controlar a informação.
Abstract: This text argues the possibility of de-information in informative processes as an intrinsic component of the human communication. Partially it is a normal phenomenon due to double selectivity: our perceptive apparatus picks up what is viable to perceive, and each subject picks up according to his own interests. The problems lies mainly in the excessive manipulation of information, implying more or less ostensive "imbecilizing" effects. It is the case of advertising that pretends to produce a type of very effective non perceived influence, since it is based in refined strategies of expert knowledge. It is fundamental to preserve the critical and self-critical environment in order to be possible to reduce e control the manipulative information.
DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0100-19652000000200005
Aparece nas coleções:SOL - Artigos publicados em periódicos
UnB - Professores Eméritos

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons