Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/7973
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2010_MariaLinaCarneiroCarvalho.pdf2,43 MBAdobe PDFView/Open
Title: A poeticidade trágica de Dançando no Escuro de Lars von Trier
Authors: Carvalho, Maria Lina Carneiro de
Orientador(es):: Silva, Gustavo de Castro e
Assunto:: Cinema
Comunicação de massa e literatura
Poesia
Literatura
Issue Date: 24-May-2011
Citation: CARVALHO, Maria Lina Carneiro de. A poeticidade trágica de Dançando no Escuro de Lars von Trier. 2010. 153 f., il. Dissertação (Mestrado em Comunicação)-Universidade de Brasília, Brasília, 2010.
Abstract: O Trágico, enquanto dimensão fundamental da experiência humana, reverberou nos mais distintos aspectos de sua produção, seja no campo artístico; seja como categoria da Estética; no drama teatral; na psicanálise; na literatura... Nesta pesquisa buscamos atualizar o conceito do Trágico para o cinema contemporâneo, mais especificamente para o filme Dançando no Escuro, de Lars von Trier, buscando enriquecer o termo a partir do seu encontro com o Lírico. O Trágico aqui é visto para além de seu sentido formal — como gênero dramático proveniente da tragédia grega —, já que ao longo da história passou a ser estudado também como categoria filosófica que, consoante a visão de autores como Peter Szondi, Raymond Williams e Flávio Kothe, pode estar presente nas mais variadas manifestações artísticas, seja em uma peça teatral, em um filme ou em um poema lírico. A concepção de Lírico abordada nesta pesquisa é tributária principalmente das considerações feitas por Friedrich Nietzsche em sua obra O Nascimento da Tragédia, na qual defende que o lírico não se restringe a um subjetivismo ou a uma mera expressão do íntimo do poeta, possuindo também sua ressonância ontológica. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT
Tragedy, whilst a fundamental dimension of human experience has reverberated in the most distinct aspects of its production, whatever the artistic field may be: Aesthetics; Drama; Psychoanalysis; Literature... In this research we seek to update the tragedy concept to contemporary cinema, more specifically to Lars von Trier's Dancer in the Dark, wanting to enrich the word in its encounter with Lyric. The Tragedy is seen here beyond its formal meaning — as a dramatic genre descendant from greek tragedy — though in history it has been also studied as a philosophical category that, according to authors such as Peter Szondi, Raymond Williams and Flávio Kothe, could be present in the most different artistic expressions, such as a play, a film or a lyric poem. The Lyric‘s conceptual approach in this research is complementary, especially due to Friedrich Nietzsche's The bird of tragedy considerations, in which he defends that lyric does not restrict to a subjectivism or a mere expression of the poets intimacy, having also its ontological resonance.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Programa de Pós-Graduação em Comunicação, 2010.
Appears in Collections:FAC - Mestrado em Comunicação (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/7973/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.