Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/7850
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2010_GlauraReginaDeCastroECaldoLima.pdf1,05 MBAdobe PDFView/Open
Title: Perfil farmacoterapêutico dos pacientes do ambulatório de pneumologia do Hospital Universitário de Brasília
Authors: Lima, Glaura Regina de Castro e Caldo
Orientador(es):: Naves, Janeth de Oliveira Silva
Assunto:: Asma - tratamento
Promoção da saúde
Farmacoterapia
Issue Date: 18-May-2011
Citation: LIMA, Glaura Regina de Castro e Caldo. Perfil farmacoterapêutico dos pacientes do ambulatório de pneumologia do Hospital Universitário de Brasília. 2010. 75 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde)-Universidade de Brasília, Brasília, 2010.
Abstract: As doenças respiratórias, entre elas a asma, representam um grave problema de saúde pública em todo o mundo, atingindo todas as faixas etárias e segmentos sociais. A asma é uma doença inflamatória crônica, caracterizada por hiper-responsividade das vias aéreas inferiores e por limitação variável ao fluxo aéreo, reversível espontaneamente ou com tratamento, manifestando-se clinicamente por episódios recorrentes de sibilância, dispneia, aperto no peito e tosse, particularmente à noite e pela manhã ao despertar. Sua fisiopatologia é multifatorial, influenciada por características genéticas, ocupacionais, ambientais e sócio-econômicas. Frequentemente provoca impacto sobre a qualidade de vida e sobre a demanda no Sistema de Saúde. O objetivo deste estudo foi avaliar o perfil farmacoterapêutico de pacientes asmáticos do ambulatório de pneumologia do Hospital Universitário de Brasília (HUB). Foi realizado um estudo transversal com 138 pacientes com atendimento farmacêutico antes e após as consultas médicas. Destes, 88 receberam o diagnóstico de asma. A prevalência de tratamentos que seguiam as IV Diretrizes Brasileiras para o Manejo da Asma era 1,98 (IC 95%: 1,04 a 3,81) vezes maior entre os pacientes do HUB do que entre os provenientes de outros serviços. Os resultados mostraram uma população em sua maioria do gênero feminino, com baixa escolaridade, apresentando em média 2,2 (± 1,06) enfermidades, sendo as mais frequentes hipertensão arterial, diabetes, DPOC, doenças reumatológicas e obesidade. Os pacientes utilizavam em média 4,3 medicamentos. O fator desencadeante estatisticamente significante das crises asmáticas foi de ordem ocupacional, seguido pelos fatores genéticos (marginalmente significantes). Entre os pacientes, 26,5% eram aderentes à farmacoterapia geral, 31,2% utilizavam algum medicamento por automedicação e 66% recorriam à rede privada para acesso aos medicamentos. Com base nos dados obtidos conclui-se que a população em estudo apresentou baixa escolaridade, pouco conhecimento sobre sua doença e seu tratamento, polimedicação, erros de medicação, problemas de acesso aos medicamentos e falta de adesão aos tratamentos. Esses problemas sugerem a necessidade de melhoria da qualidade da assistência aos pacientes portadores de doenças crônicas como a asma. Uma das estratégias propostas seria o atendimento multidisciplinar com inserção de farmacêuticos para atuar na promoção do uso racional de medicamentos. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT
Respiratory diseases, including asthma, represent a serious public health problem worldwide, affecting all age and social groups. Asthma is a chronic inflammatory disease characterized by hyper-responsiveness of the lower airways and by variable limitation of airflow, reversible spontaneously or with treatment, clinically expressed by recurrent episodes of wheezing, dyspnea, chest tightening and cough, particularly at night and in the morning on awakening. Its pathophysiology is multifactorial, influenced by genetic, occupational and environmental characteristics and socioeconomic status. It frequently provokes impact on the quality of life and on the demand on the Health System. The objective of this study was to evaluate the pharmacotherapeutic profile of asthma patients in the pulmonology clinic of University Hospital of Brasilia (HUB). In a cross-section study with 138 patients they received pharmaceutical orientation before and after the medical appointment. From those, 88 received the diagnosis of asthma. The prevalence of treatments that followed the IV Brazilian Guideline for the Management of Asthma was 1.98 times (IC 95%: 1.0366 to 3.8123) greater among patients from the HUB than among those from other health services. The results show a population composed mostly of women, with low education bracket, presenting on average 2.2 (± 1.06) diseases - the most frequent were arterial hypertension, diabetes, chronic obstructive pulmonary disease (COPD), rheumatoid diseases and obesity. The patients used on average 4.3 medicines. Statistically significant trigger factor of the asthma attacks was occupational exposures followed by genetic factors (marginally significant). Adherence to the pharmacotherapy was 26.5% and self-medication rate reached 31.2%. Sixty-six percent of interviewed patients had access to medicines on private service of health. In conclusion considering the data obtained that population presented low education level, low knowledge of their disease and its treatment, polymedication, medication errors, problems to obtein the medicines and lack of aherence to treatment. Such problems suggest the need to improve the quality of assistance to patients with chronic diseases such as asthma. One of the proposed strategies would be the multidisciplinary care with insertion of pharmacists to act in the promotion of rational use of medicines.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, 2010.
Appears in Collections:FS - Mestrado em Ciências da Saúde (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/7850/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.