Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/7644
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ARTIGO_SeleçãoMatrizesClones.pdf45,84 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir
Título: Seleção de matrizes e clones de mangabeira para o cultivo in vitro
Outros títulos: Selection of parents and clones of mangabeira for in vitro cultivation
Autor(es): Machado, Luana de Lima
Ramos, Maria Lucrécia Gerosa
Caldas, Linda Styer
Vivaldi, Lúcio José
Assunto: Hancornia speciosa
Micropropagação
Germinação
Fruticultura tropical
Data de publicação: Mai-2004
Referência: MACHADO, Luana de Lima et al. Seleção de matrizes e clones de mangabeira para o cultivo in vitro. Pesquisa agropecuária brasileira, Brasília, v.39, n.5, maio 2004. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/pab/v39n5/a04v39n5.pdf>. Acesso em: 18 fev. 2011. doi: 10.1590/S0100-204X2004000500004.
Resumo: Altas taxas de mortalidade em viveiro de mudas de mangabeira (Hancornia speciosa) impedem seu uso na reversão do processo de degradação das terras e na manutenção da produtividade e integridade ambiental do Cerrado. O objetivo deste trabalho foi selecionar matrizes e clones, provenientes de propagação sexuada e assexuada, com potencial de propagação in vitro, para produção de mudas de mangabeira. Foram coletados frutos de 11 matrizes e de cada matriz selecionaram-se 24 sementes em bom estado fitossanitário. Após a desinfecção, as sementes foram inoculadas em meio MS, sem reguladores de crescimento, obtendo-se uma média de germinação de 92,4%, e as matrizes não apresentaram diferença significativa entre si. Na fase de multiplicação, em meio MS, com os reguladores de crescimento BAP (6-benzilaminopurina) e AIB (ácido indol-3-butírico), ambos na concentração de 1,28 mg L-1, a melhor matriz foi a C1 e o melhor clone foi o C1 15. Em todas as fases foi observada alta variabilidade, em menor porcentagem na matriz e maior porcentagem no clone dentro da matriz. A seleção deve ser realizada principalmente nos clones dentro da matriz.
Abstract: High tax of mortality of mangabeira (Hancornia speciosa) seedlings in greenhouse conditions hinders its use on the reversion of the degradation of the natural vegetation, as well as on the preservation of the production and environmental integrity. The objective of this work was to select better mother plants and clones from sexual and assexual propagation, with potential to survive in vitro, for producing mangaba seedlings. Fruits were collected from 11 mother plants and from each plant, 24 seeds without aparent diseases were selected. After superficial desinfection, seeds were inoculated in MS medium without growth regulators and having a germination of 92.4% without significant difference between mother plants. On multiplication phase, with MS medium, with growth regulators BAP (6-benzilaminopurine) and IBA (indol-3-butiric acid), both at concentration of 1.28 mg L-1; the better mother plant was C1 and better clone was C1 15. During all phases of this work there was a high variability, mainly among clones. The selection must be made mainly among clones in mother plants.
DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0100-204X2004000500004
Aparece nas coleções:FAV - Artigos publicados em periódicos

Mostrar registro completo do item Recomendar este item Visualizar estatísticas



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons