Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/7508
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2004_CristianeLeyendeckerdeLima.pdf686,54 kBAdobe PDFView/Open
Title: A relação partido/sindicato : um estudo de caso
Authors: Lima, Cristiane Leyendecker de
Orientador(es):: Avelar, Lúcia Mercês de
Assunto:: Sindicalismo
Partidos políticos
Issue Date: 27-Apr-2011
Citation: LIMA, Cristiane Leyendecker de. A relação partido/sindicato: um estudo de caso. 2004. viii, 109 f. Dissertação (Mestrado em Ciência Política)-Universidade de Brasília, Brasília, 2004.
Abstract: Este trabalho tem como eixo de análise a relação entre partido e sindicato, dois importantes instrumentos de organização da classe trabalhadora. Debate-se o contexto de sufrágio universal como mais um elemento na luta política, entendendo-se que essa transformação de concepção, na luta pelo poder, transfere a lógica, que se adapta para o âmbito institucional. O objeto de análise nesta pesquisa será a relação do Partido dos Trabalhadores com a Central Única dos Trabalhadores durante a campanha eleitoral de 2002 e, posteriormente, no primeiro ano do governo federal de Luiz Inácio Lula da Silva. Para realizar este estudo procedeu-se à observação de dois momentos históricos distintos dessas duas organizações. Durante a década de 1980 havia confronto explícito com a estrutura de poder, confronto esse marcado pelo ascenso das lutas sindicais e pelo entendimento da necessidade de um partido político que pudesse servir de instrumento de luta e de organização da classe. Logo consolidou-se a necessidade de uma central sindical que organizasse o conjunto da classe trabalhadora nacionalmente, mas que fosse independente do Estado e de qualquer partido político. Em um segundo momento, marcado pela perda do caráter de confronto e do referencial de classe, adaptou-se o discurso ao modelo da democracia política e da luta pela cidadania. Procedeu-se, também, à reconstrução histórica da social-democracia na perspectiva analítica que percebe nas reformas graduais um referencial no processo de transformação política, e à reflexão sobre o sufrágio eleitoral como objetivo estratégico, sendo este entendido como elemento subjacente, mas fundamental porque demonstra as mudanças analisadas e caracterizadas pelos atores em questão. A pesquisa nos leva a concluir que a utilização dos sindicatos e das centrais sindicais pelos partidos políticos no pleito eleitoral tem influência sobre a crise sindical e interfere na sua relação com a estrutura partidária. O partido reduz o seu campo de atuação para o pleito eleitoral, ao convergir as suas forças para a conquista do poder, e assim deixa de lado as clivagens de classe que lhe deram origem. Conclui-se, também, que a relação pós-eleitoral partido/classe tem efeitos desmobilizadores sobre a base sindical e partidária. __________________________________________________________________________________________ ABSTRACT
The present work analyzes the relationship between party and labor union as important instruments of organization for the working class. The context of Universal Suffrage will be debated as another element of political struggle. The significance of value’s changes from tactics to strategies lays down a principle in the pursue of political power. It is understood that this change of concept, in the struggle for power, transfers the logic that is adapted to the institutional scope. The object of analysis is the relationship between the Partido dos Trabalhadores and the Central Única dos Trabalhadores during the electoral campaign of 2002 and, later, during the first year of government of Luiz Inácio Lula da Silva. To accomplish this work, (i) two distinct historical moments of those organizations were observed; the initial moment during the 80s, a phase where there were explicit confrontation with the power structure, characterized by the rising of union struggles and the understanding of the need of a political party that could be used as an instrument of struggle and class organization. And, later, a labor union that could organize the working class nationaly, and that would be independent from the State and any other political party. And a second moment characterized by the loss of that confrontational aspect, adapting the speech to the ideal of political democracy; (ii) the reconstruction of the history of social-democracy in a analytical perspective that perceives in the gradual reform a reference to the process of political transformation; (iii) the suffrage as a strategical purpose, understoond as a fundamental element because it demonstrates the changes analyzed and characterized by those individuals. The research had as a result the confirmation that (i) the use of the unions by the political parties in the electoral period has influence over the union crisis and interferes in its relationship with the party structure. The party, reducing its performance, by concentrating its forces to obtain power, sets aside the elements that where its own origin, (ii) the post-electoral relationship between party and labor union demobilizes the union and party base.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciência Política, Programa de Pós-Graduação, 2004.
Appears in Collections:IPOL - Mestrado em Ciência Política (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/7508/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.