Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/7116
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2010_AnaGlauciadeQueiroz.pdf1,91 MBAdobe PDFView/Open
Title: A loucura pelo corpo : incursões corporais com sujeitos em sofrimento psíquico grave
Authors: Queiroz, Ana Glaucia de
Orientador(es):: Costa, Ileno Izídio da
Assunto:: Psicologia clínica
Terapia pela dança
Psicoterapia
Corpo e mente
Psicoses
Issue Date: 15-Mar-2011
Citation: QUEIROZ, Ana Glaucia de. A louCURA pelo corpo: incursões corporais com sujeitos em sofrimento psíquico grave. 2010. 131 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia Clínica e Cultura)-Universidade de Brasília, Brasília, 2010.
Abstract: Neste trabalho buscou-se investigar as repercussões clínicas apresentadas por sujeitos em sofrimento psíquico grave em face a intervenções corporais. Estabeleceu-se, como critério de inclusão, que os sujeitos estivessem em processo psicoterapêutico individual e sistêmico junto ao Grupo de Intervenção em Primeiras Crises do Tipo Psicótica – GIPSI, da Universidade de Brasília. Foi realizada uma pesquisa de campo, na qual este grupo participou de sessões corporais, estruturadas com base em uma técnica de dança contemporânea, denominada Contato Improvisação. Também foram utilizados elementos da arte, como a música e a dança espontânea. Procedeu-se, ainda, a uma revisão teórica sobre o percurso do tema corporal na história da Psicologia, encontrando-se seus primórdios, principalmente, na teoria psicanalítica. Os resultados mostraram que o grupo reagiu positivamente, manifestando prazer e bem-estar psíquico às experiências corporais envolvendo o toque no corpo próprio, a regressão aos primeiros movimentos desenvolvidos quando bebês, como o rastejar e o engatinhar, e, fundamentalmente, ao contato com outros corpos. Assim, conclui-se pelo potencial psicoterapêutico de práticas corporais com este tipo de clientela, questionando-se o paradigma vigente a cerca das restrições relativas ao contato corporal com indivíduos estigmatizados como psicóticos, relativizando-se o quadro estrutural que lhes é atribuído. Ressalta-se a relevância da suspensão diagnóstica em suas primeiras crises, privilegiando-se a dimensão fenomenológica de momentos existenciais marcados pelo sofrimento psíquico grave, além da importância da inclusão da família no processo clínico. Por fim, qualifica-se a Terapia do Contato como uma abordagem psicorporal diferenciada, em termos de sua potencialidade de promoção da integração corporal por meio da técnica do Contato Improvisação. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT
This work attempted to investigate the clinical repercussions presented by severe psychic suffering subjects through body interventions. The inclusion criteria was that the subjects were in individual and systemic psycotherapeutic process in the Group of Intervention in First Crisis of the Psychotic Type – from the University of Brasília. A field research was made, in which this group participated of structured body sessions based in a contemporary dance technique named Contact Improvisation. Music and spontaneous dance were also used. It was also carried out a review of the theme of the body in the history of psychology, leading to its origins in Psychoanalitical theory. The results showed that the group reacted positively, manifesting pleasure and psychic welfare to body experiences, such as touching their own body, regression to the first movements achieved as babies, like crawling, among others, and, mainly, to the contact with other subjects bodies. In this way, conclude to the potential psychotherapeutic of body practices with this kind of clientele, questioning the current paradigm about the restrictions related to the body contact in individuals stigmatized as psychotics, through the relativization of the structural square attributed to they. Sticked out the relevance of the diagnostic suspension, in their first crises, privileging the fenomenological dimension of existential moments marked by severe psychical suffering, over there the importance of the family inclusion, in the clinical process. At the end, is qualifyed the now denominated Contact Therapy, as one distincted psycho-body approach, in terms of her potential in promoving corporeal integration, by the Contact Improvisation technic.
Description: Dissertação (mestrado)-Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Departamento de Psicologia Clínica, 2010.
Appears in Collections:PCL - Mestrado em Psicologia Clínica e Cultura (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/7116/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.