Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unb.br/handle/10482/7049
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2010_AlexandreMaduroAbreu.pdf1,74 MBAdobe PDFView/Open
Title: Valores, consumo e sustentabilidade
Authors: Maduro-Abreu, Alexandre
Orientador(es):: Brasil Júnior, Antônio César Pinho
Assunto:: Desenvolvimento sustentável
Sociedade de consumo
Individualismo
Comportamento do consumidor
Issue Date: 10-Mar-2011
Citation: MADURO-ABREU, Alexandre. Valores, consumo e sustentabilidade. 2010. 224 f. Tese (Doutorado em Desenvolvimento Sustentável)-Universidade de Brasília, Brasília, 2010.
Abstract: A perspectiva de modelo de desenvolvimento, fundado no princípio da sustentabilidade, trouxe consigo uma profusão de propostas e conceitos que negligenciam aspectos profundos, como os valores e os comportamentos do indivíduo. Como apresentado neste trabalho, a sociedade contemporânea tem como características proeminentes e determinantes para seu modelo de desenvolvimento, a ideologia individualista - onde o indivíduo coloca os seus próprios interesses, acima das necessidades coletivas - e o consumo - comportamento que reproduz significados simbólicos e identidades que marcam as relações sociais. Pensar um novo modelo de desenvolvimento, exige entender os valores e o consumo, nesta sociedade. Assim, esta tese busca identificar os valores que constituem a ideologia individualista e correlacioná-los com os padrões e níveis de consumo do indivíduo, haja vista que o comportamento humano é orientado pelos seus valores. Ou, como prefere a antropologia de consumo, revelar quais valores e visões de mundo são materializados pelo consumo, nesta sociedade. Para isso, elaborou-se oito questionários independentes que correspondem aos módulos do instrumento utilizado na pesquisa, são eles: valores culturais, valores individuais, significados do produto/serviço, conhecimento ambiental, comportamento e padrões de consumo, níveis de consumo e dados demográficos. Após a aplicação do questionário, realiza-se, a partir de técnicas descritivas e inferenciais da estatística, o estudo das relações entre as variáveis de estudo. As análises permitem verificar, por um lado, que as pessoas individualistas têm uma maior freqüência e padrões menos sustentáveis de consumo, além de enfatizarem os significados simbólicos dos produtos. Por outro lado, as pessoas coletivistas têm menor freqüência e padrões mais sustentáveis de consumo, além de enfatizarem os significados utilitários dos produtos. Com isso, constrói-se um Quadrante de Consumo, cuja superfície é utilizada para a dispersão das variáveis correlacionadas e a elaboração do perfil dos consumidores. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT
From the perspective of development model, founded at the beginning of the sustentability, it was brought by itself a profusion of proposals and concepts that neglect deep aspects, as the values and the individual's behaviors. As presented in this work, the contemporary society has as prominent and decisive characteristics for its development model, the individualistic ideology, where the individual places its own interests, above the collective needs and the consumption, behavior that it reproduces symbolic meanings and identities that mark the social relationships. To think a new development model, it's necessary to understand the values and the consumption, in this society. Thus, this thesis looks for to identify the values that constitute the individualistic ideology and to correlate them with the patterns and levels of the individual's consumption, specially because the human behavior is guided by its values. Or, like prefers the consumption anthropology, to reveal which values and world visions are materialized by the consumption, in this society. For that, it was elaborated eight independent questionnaires that they correspond to the modules of the instrument used in the research, they are: cultural values, individual values, meanings of the products/services, environmental knowledge, behavior and consumption patterns, consumption levels and demographic data. After the application of the questionnaire, from the descriptive techniques and inferenciais of the statistics, the study of the relationships among the study variables takes place. The analyses allow to verify, on one side, that the individualistic people have a larger frequency and less maintainable patterns of consumption, besides they emphasize the symbolic meanings of the products. On the other hand, the collectivists people have smaller frequency and more maintainable patterns of consumption, besides they emphasize the utilitarian meanings of the products. Because of this, a Quadrant of Consumption is built, whose surface is used for the dispersion of the correlated variables and the elaboration of the consumers' profile.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Centro de Desenvolvimento Sustentável, 2010.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data
Appears in Collections:CDS - Doutorado em Desenvolvimento Sustentável (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/7049/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.